Martelo batido: retorno às aulas presenciais em Macaúbas só em 2022.

Secretário usa rede sociais e diz fará gestão democrática

Em reunião realizada nesta sexta feira, 19 no auditório da Secretaria Municipal de Educação, com diversos segmentos ligados a educação do município, estando presentes o novo secretário João Luiz de Oliveira Figueiredo ( rnomeado no último dia 16, através de Decreto do Executivo 330/2021), o prefeito de Macaúbas, Aloisio Rebonato, vereadores e diretores de escolha.  Informações preliminares e segundo vídeo do comunicador Osvaldo Oliveira, publicado nas redes sociais, informa que por unanimidade foi decido pelo adiamento das aulas presenciais em Macaúbas, inicialmente previsto para o dia 16 de novembro, depois para 22 e agora, após consulta a “comunidade ligada a educação” do município, decidiu-se pelo seu retorno somente em fevereiro de 2022, seguindo assim, o calendário escolar habitual.

Segundo a fala do novo secretário, diz que não deseja ser o protagonista único das decisões na educação, e sim, pretende fazer uma gestão democrática e sempre consultar toda comunidade, incluindo ai, professores, pais, alunos, conselhos, gestores, vereadores e instituições outras!

Reunião decido por adiamento (Foto a partir de vídeo de Osvaldo Oliveira)

A “pedra no caminho” para o retorno as aulas presencias, ficou realmente na grande quantidade de prêmios que estão com obras inacabadas, algumas destas obras iniciadas desde a gestão passada, muitas deixadas  em estado avançado,  algumas concluídas e ouras a serem iniciadas.  Segundo o novo secretário, João Luiz, o município tem hoje cerca de 20 prêmios em obras, seja de reforma ou ampliação. Por fim, aguarda-se informações oficiais sobre mais detalhes do adiamento destas obras e o calendário oficial escolar, através dos canais de comunicação oficial da Prefeitura de Macaúbas, assim anunciado!


Os comentários estão fechados.