MASCARAS: tá e não tá! (Foto: noticiasdonorte.publ.cv/)

É certo que a pandemia não acabou, ela apenas está perdendo “força”… Isso, graças e unicamente a vacinação! Sendo a Covid-19 uma doença infeciosa e de relativo fácil contágio, um das “armas” além do distanciamento entre as pessoas, passando pelos bons hábitos de higiene foi o uso de mascaras, estas que no início não foram recomendadas. A cobertura de nariz e boca, principais vetores de entrada do vírus, foi a salvação de muitos! No entanto, há quem defenda ainda o uso da mascara em algumas situações; o município de Brumado, já liberou o não uso de mascaras.

No início desta semana, Macaúbas, pela primeira vez, durante a pandemia, não fez nenhum registro de caso ativo do Novo Coranavirus, no entanto, consta ainda no boletim 10 casos que estão sendo investigados (os notificados), destes podem ainda sair resultado positivo a infecção. No entanto, caso haja, é certo que será, como tem sido, casos leves, desnecessitando de internações.

 

Contudo, Macaúbas, há algum tempo, como em todo país, já vive um “ar” de era “pós pandemia”, com as flexibilizações feitas pelos governos de estados, já que o Governo Federal, se omite!… Na Bahia, as escolas estaduais,  já retomaram as aulas 100% presenciais na última segunda feira, 18 – bem como, as escolas particulares. Já as escolas municipais ainda não têm data prevista para retorno, há informações preliminares e de bastidores que possam ter retorno na primeira semana de novembro, informação não confirmada oficialmente.

Quanto ao uso das mascaras, parece ser ainda prudente, visto que tendo ainda 10 casos notificados, é certo que o vírus ainda circula em nosso “burgo”!…  É contraditório ver bares lotados de “desmascarados” e ambiente outros, enquanto a gente ver um cidadão solitário dentro do seu carro com vidro fechado e estando ele AINDA MASCARADO!…


Sessão desta quinta feira, 21 – presidida pelo vereador Carlinhos de Antero entre outros assuntos os quais pautados abaixo, deverá também ser apreciado duas emendas modificativas ao Orçamento Público Municipal de 2022. Você pode acompanha as sessões da Câmara de Vereadores de Macaúbas pela FM Macaúbas 103.9 e pela rede social da Câmara no Facebook.


O Sistema Único de Saúde brasileiro, que também existe semelhante em outros países a exemplo do Reino Unido, Canadá, Austrália, França e Cuba. O modelo britânico, instituído em 1948, serviu de inspiração para o nosso e funciona de modo parecido. Os modelos britânico, canadense, australiano e cubano são custeados, assim como o SUS, pelos governos, com a coleta de impostos. Com o advento da pandemia do Coravanirus no Brasil, o SUS se mostrou como uma âncora que salvou milhares de vidas, tendo o Brasil uma incrível rede de unidades básicas de saúde espalhadas por regiões isoladas, deu na medida do possível uma resposta a imunização de sua população – não foi melhor, devido as interferências políticas e ideológicas do governo federal, revestido de ações irresponsáveis e de “negacionismo” e até de desvalorização da vida em face da economia!

Em Macaúbas o tema central da VI Conferência Municipal da Saúde, tem uma edição diferenciada, dando ouvidos e voz aos usuários do SUS no interior do município, nesta sexta feira, 15 – acontecem nas comunidades de Gameleira e Lagoa Clara, as primeiras sessões públicas. E isso deve ocorrem em outras comunidades. Fechando na sede do municípios entre  os dias 26 e 27 de outubro.

Imagem a partir de vídeo institucional da PMM

Em vídeo postado nas redes sociais, a Secretária de Saúde, Soraia Bizerra, fala da importância do SUS na pandemia e do tema: A Defesa do Sistema Único de Saúde para  além da pandemia; SUS para todos!. E diz que: …” Diversos segmentos da sociedade serão ouvidos e poderão participar da formulação das políticas sociais de saúde”. 

Essa é a sua oportunidade de participar e fiscalizar um dos melhores sistemas de saúde do mundo, pelo menos no que diz respeito ao seu conceito, visto que ele funciona muito bem em outros países. No entanto, no Brasil, um dos grandes gargalos é a corrupção e a má versarão dos recursos públicos, além das interferências políticas e ideológicas que vão de encontro a “filosofia” existencial do sistema!


Em contato com a redação do blog, a Associação dos Irrigantes do Vale do Paramirim, através de sua Assessoria de Imprensa, emite nota sobre manifesto que será realizado neste domingo, 17, em defesa das águas da barragem do Zabumbão. O blog não consegui manter contato com órgãos do governo do estado e partes outas envolvidas. No entanto, o blog dispensa mesmo espaço para interessados, através do seu e-mail: [email protected]

Barragem do Zabumbão (Imagem cedida por: Josilete Porto)

Veja nota:

 

“A barragem do Zabumbão, localizada no município de Paramirim, foi construída na década de 1990, pela Codevasf, e tem como objetivos perenizar o Rio Paramirim, contribuir para o desenvolvimento da agricultura irrigada e abastecer a população local com água potável.

O reservatório possui capacidade máxima para acumular 60.800.000 m3 de água e atualmente atende habitantes de Paramirim, Caturama, Botuporã e Tanque Novo, totalizando cerca de 60 mil pessoas. Importante mencionar que diversas localidades desses municípios ainda não são abastecidas. Atualmente, graças as chuvas inesperadas em 2020, há aproximadamente 30.000.000 m3 armazenados no lago (cerca de metade da capacidade). Vale ressaltar que, há pouco tempo, em 30/12/2019, a barragem contava com apenas 11.101.000 m3 (18%). Segundo estimativa, o consumo mensal com abastecimento humano, irrigação, infiltração e evaporação é, em média, de 700.000 m3 ao mês . Para piorar, soma-se a tudo isso a baixa precipitação pluviométrica na região.

Apesar da situação crítica, que já vem de muito tempo, em 2015 o Governo da Bahia anunciou uma licitação com o objetivo de implantar uma adutora para levar água do Zabumbão a vários outros municípios da região, como Boquira, Ibitiara, Ibipitanga, Macaúbas, Rio do Pires e Oliveira dos Brejinhos. Se entrasse em operação, a barragem, que na época atendia 56 mil pessoas, passaria a abastecer mais 196 mil, totalizando 252 mil habitantes abastecidos. A vazão pretendida pelo Governo era de 423,9 litros por segundo, 21 h/dia, 30 dias/mês, resultando num volume mensal de 961.380 m³ e anual de 11.696.690 m³. Para se ter uma ideia da gravidade da proposta, em 31/10/2014 havia apenas 31.967.000 m3 no lago. Caso a região passasse por longo período de seca, como é de costume, a médio prazo o funcionamento daquela adutora poderia, literalmente, secar a barragem. Evidentemente, não havia qualquer viabilidade técnica.

Naquela época, as populações de Paramirim, Caturama, Botuporã e Tanque Novo se uniram e promoveram uma grande manifestação contra a obra. Pressionado, o Governo da Bahia suspendeu a licitação e firmou alguns compromissos com a sociedade para, somente depois, voltar a discutir sobre uma adutora viável. Entre esses compromissos estava: 1) Construção do Plano da Bacia dos Rios Paramirim e Santo Onofre; 2) Eletrificação das margens do Rio Paramirim, para possibilitar a modernização da irrigação e assim evitar desperdícios da água; 3) Construção da barragem do Rio da Caixa, que seria capaz de armazenar 25.000.000 m³; 4) Construção da barragem do Rio dos Remédios, que seria capaz de armazenar 15.000.000 m³; 5) Implantação do esgotamento sanitário de Érico Cardoso, visto que ainda é despejado esgoto na barragem. Infelizmente, porém, até o momento, apenas o primeiro desses cinco itens foi cumprido. Quanto aos demais, não há sequer expectativas de que serão postos em prática.

Apesar disso, agora em 2021, seis anos depois, espantosamente o Governo da Bahia, sob a mesma gestão, abandonou a palavra empenhada em 2015 e, num ato autoritário, sem consultar a população, anunciou novamente a construção da adutora. Desta vez, para evitar reações da população, a vazão prevista foi reduzida para 82 litros por segundo. Nada impede, porém, que esse número seja aumentado após a implantação. Em tempo recorde, a licitação foi lançada e um consórcio de empresas foi declarado vencedor por mais de R$ 186 milhões. Diferentemente de 2015, quando a licitação foi suspensa no início, hoje estamos na iminência da assinatura do contrato e da ordem de serviço para início das obras. Tudo foi feito de forma a evitar a mobilização popular.

Há um temor unânime de que, após a construção da adutora, o Governo da Bahia abandone definitivamente a ideia de construir as barragens do Rio da Caixa e do Rio dos Remédios, que, conforme estimativas, sozinhas conseguiriam abastecer, com folga, todos os municípios que hoje enfrentam escassez de água. Infelizmente, porém, no momento não temos nenhuma garantia de que esses reservatórios serão construídos. Não existem sequer projetos prontos.

Ressaltamos que não somos, de forma alguma, contrários ao abastecimento dos nossos vizinhos. Estamos, porém, convictos de que há alternativas mais viáveis, tanto do ponto de vista financeiro como de segurança hídrica, a exemplo da construção das barragens do Rio da Caixa e do Rio dos Remédios e até mesmo uma adução direta a partir do Rio São Francisco (do município de Ibotirama ou de Paratinga), cerca de 80 km somente das cidades a serem beneficiadas. Construir a adutora Zabumbão-Boquira colocará em risco não apenas o abastecimento dos atuais usuários, mas também dos habitantes dos demais municípios. A barragem não conseguirá atender quase 200 mil pessoas. Em alguns anos, ninguém terá água.

É, portanto, com o intuito de tentar barrar novamente essa obra inviável que a Frente Popular em Defesa do Zabumbão, movimento formado por membros da sociedade civil e representado juridicamente pela associação dos Irrigantes do Vale do Paramirim, irá realizar outra grande manifestação popular com a participação dos habitantes dos quatro municípios abastecidos pelo Zabumbão.

Além da adesão massiva da população, o movimento já conta com o apoio de importantes entidades da sociedade civil desses municípios, como a Associação Comercial e Industrial de Paramirim (ACIPA), Associação comunitária de Várzea Redonda, Riacho do Pilão e Lagoa da Palha (Paramirim), Associação comunitária do Grama (Paramirim), Associação dos Irrigantes de Feira Nova (Caturama), Associação dos Irrigantes do Vale do Paramirim, Associação dos Pescadores de Vila Nova (Paramirim), Câmara Municipal de Caturama, Câmara Municipal de Paramirim, Escola Família Agrícola (Paramirim), Igreja Católica de Paramirim (Paróquia de Santo Antônio), Loja Maçônica de Paramirim, ONG Zabumbão, Comitê da Bacia Hidrográfica dos Rios Paramirim e Santo Onofre (CBHPASO), Presidência da Câmara Municipal de Botuporã, Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Paramirim, entidades empresariais e outras.

A manifestação está prevista para acontecer no próximo domingo, 17 de outubro de 2021, em Paramirim. A concentração será em frente à rodoviária da cidade, com saída às 7h. Serão percorridas a Av. Macaúbas, Av. Botuporã e Av. Aurélio Rocha, e o término acontecerá na Praça Santo Antônio.”


 Agenda IRM – anote os dias, horários de atendimento da Clínica para mês de OUTUBRO e parcial de NOVEMBRO/21 – Para mais informações entre em contato através dos telefones: (77) 3473-2514 ou 9993-2453

                    A IRM fica no centro de Macaúbas na rua Dr. Vital Soares.

A Clinica atende também pelos convênios:

  • CORREIOS SAÚDE
  • BRADESCO SAÚDE
  • CAIXA SAÚDE

Além de realizar mamografias pelo SUS para pacientes entre 50 a 69 anos.

Entre em contato com a IRM e tenha mais informações   

  AGENDA DE ATENDIMENTOS DA IRM – OUTUBRO/NOVEMBRO/21

ANGIOLOGIA Dr. Alfredo Alves 26/10 e 30/11/2021 – MT
CARDIOLOGIA Dr. Wesley Rodrigues

Dra. Lidiane Cruz

26/10/2021 – T

Segunda e quarta-feira – MT

CIRURGIÃO GERAL Dr. Claunilton Martins Sob marcação
CLÍNICO GERAL Dr. Pedro Júnior Sábado – M
CLÍNICO GERAL/MÉDICO DO TRABALHO E ULTRASSONOGRAFIA Dr. Ednardo Brandão Segunda, Terça e Quinta – T, Quarta e Sexta-feira – MT
DERMATOLOGIA Dra. Camila Marques 22/10/2021 – M
ELETROENCEFALOGRAMA 18/10 e 25/10/2021 – MT
ENDOCRINOLOGIA/

PEDIATRIA

Dr. Paulo Wesley 29/10/2021 – M
FISIOTERAPIA Dra. Rosilaine França Segunda, Quarta e Sexta – M
FISIOTERAPIA ACUNPUTURISTA Dr. Olívio Gonçalves Sob Marcação
FONOAUDIOLOGIA Dra. Glenda Monteiro Sob Marcação
GASTROENTEROLOGIA/ HEPATOLOGIA Dr. João Paulo 15/10/2021 – MT
GINECOLOGIA E OBSTETRICIA Dra. Janaína Célia Sábado – M
MASTOLOGIA Dra. Marina Cambuí 05/11/2021 – MT
NEUROLOGIA Dr. Wóquiton Rodrigo 18/10 e 25/10/2021 – MT
NEUROPEDIATRIA Dra. Ivana Villa 20/10/2021 – MT
NUTRICIONISTA Dra. Regiane Figueiredo Sábado – M
OFTALMOLOGIA Dr. Clériston Spínola Quinta – feira – MT
ORTOPEDIA E TRAUMATOLOGIA Dr. Isac Caires Quarta-feira – M
ORTOPEDIA/MEDICINA DO TRABALHO E CLÍNICO GERAL Dr. Wilton Adriany Terça e Quinta – MT. Quarta – T. Sexta – M
ORTOPEDIA/ORTOPEDIATRIA Dr. Nilton Brito 23/10/2021 – MT
OTORRINOLARINGOLOGIA Dr. Ricardo Araújo 19/10/2021 – MT
PODÓLOGA Marleide Souza 21/10/2021 – T
PNEUMOLOGIA Dra. Nina Rosa 10/11/2021 – T
PSICOLOGIA Dra. Andreia Cristina Quarta e Sexta-feira – M
PSICOLOGIA Dra. Renata Figueiredo Quarta – T e Quinta – M
PSICOLOGIA Dra. Gleyse Teixeira Sob Marcação
PSICOLOGIA Dra. Eliane Silva Sob Marcação
PSICOLOGIA Dr. Valdinei Móia Sob Marcação
PSICOPEDAGOGIA Prof. Valquíria Nascimento Sob Marcação
PSICOPEDAGOGIA CLÍNICA Prof. Adenilde Lopes Sob Marcação
PSIQUIATRIA Dr. Renato Costa 17/11/2021 – M
PSIQUIATRIA Dr. Antônio Rabelo 25/10/2021 – T
ULTRASSONOGRAFIA Dr. Cleomenes Cardoso  Segunda – T

Terça, Quinta e Sábado – M

UROLOGIA Dr. Bruno Carneiro 20/10/2021 – T
UROLOGIA Dr. Alan Pascoal 18/10/2021 – T

 


Sessão Sole de posse 01/01/2020

Câmara de vereadores publica pauta da 16ª Sessão com indicações de projetos de lei de vereadores e a fala do vice prefeito Valdinei dos Santos Moia, filho do vereador e também ex vice-prefeito Vá de Lindolfo. Os desencontros políticos entre o vereador Vá de Lindolfo e o atual prefeito Aloisio Rebonato, envolvendo emendas parlamentar, que segundo o vereador foram rejeitadas pelo prefeito, devem desenhar um novo rumo político do pai e filho, o que tem ares de novela, caberia o nome de um longa: O Retorno!

Você pode acompanha as sessões da Câmara pela FM Macaúbas 103.9 ou pelas redes sociais. As reuniões acontecem sempre nas quintas feiras, as 8h00. As reuniões são presidida pelo vereador Carlinhos de Antero, atual presidente da casa legislativa. Veja pauta da sessão desta quinta feira, 14 de outubro.

 

 


É fato: quando fazemos atividade física desde cedo temos maior chance de nos mantermos ativos na vida adulta. Sem falar nos benefícios para o desenvolvimento cognitivo e social na infância!

Nesse dia das crianças, incentive brincadeiras ativas para a criançada!

Veja algumas brincadeiras que você pode fazer na sua casa!

 Amarelinha com fita adesiva no chão e saquinhos com grãos: além de não sujar nada, é uma ótima atividade até para você! No saquinho, você pode usar arroz, feijão, ou até farinha e açúcar (se o saco for bem lacrado e resistente, né?)

 Pular corda: Você precisará de 3 pessoas no total, ou 2 se conseguir amarrar a ponta em algum lugar. Para deixar mais interessante, você pode colocar alguns desafios como tocar no chão, girar, pular de um pé só…

 Corrida de batata: disponibilize um certo número de batatas (ou balões) para cada jogador; cada um deve colocar a batata entre os joelhos e correr em direção a uma meta e deixá-la cair em uma tigela ou cesta. Se a batata cair no caminho, você precisa voltar ao início e tentar novamente. O vencedor é aquele que ficar sem batatas primeiro!

São tão simples, né? Mas com certeza vão suar todos de casa, liberar serotonina e alegrar esse dia tão especial de uma forma saudável!

www.santanafitstudio.com.br

Fonte: https://www.blogmodainfantil.com.br/brincadeiras-para-fazer-em-casa-e-se-exercitar-com-as-criancas