Se você vai fazer a “festa junina” em sua casa, não tem como mesmo fazer fogueira e soltar fogos!… Veja a orientação da Defesa Civil de Macaúbas:

...”1º de junho de 2020, para todos os nordestinos é o marco, o inicio de grandes festejos, comemorações entre familiares e tradições religiosas.

Mas, infelizmente, esse ano é um ano atípico, estamos enfrentando uma devastadora pandemia que comprometem os pulmões dos seres humanos levando algumas pessoas à morte; pessoas asmáticas estão sujeitas a necessitar de urgência hospitalar e estamos com as emergências de quase todo pais lotadas. Nesta época, a incidência doenças alérgicas e respiratórias aumentam por conta do tempo frio e a fumaça das fogueiras e fogos. Outro fator é que quem está se recuperando de COVID-19, não pode inalar fumaça, pois tende agravar a doença. E é sabido por todos, que de acordo com o Boletim Informativo do COVID-19, do município de Macaúbas, estamos enfrentando o primeiro caso da doença, por tanto, vamos ser solidários, nos precavendo, evitar ao máximo aglomerações.

Diante disto, a DEFESA CIVIL DE MACAÚBAS, faz um apelo não só a população macaubense, mas também, aos outros municípios circunvizinhos, que EVITEM acender fogueiras e soltar fogos, lembrando que, trata-se de um apelo de uma orientação, não uma EXIGÊNCIA e, como foi dito acima, a fumaça só tende a agravar a situação na qual nos encontramos.

Por favor, faça isso por você, por mim, pelos seus, pelos meus, pelos vizinhos e amigos que são alérgicos e pelas pessoas que se recuperam da COVID-19.

#Os portadores de COVID-19 agradecem;

#Os autistas agradecem;

#Os asmáticos Agradecem;

#As crianças agradecem;

#Todos os enfermos agradecem;

#Os idosos agradecem;

# Os animais e a natureza agradecem.

            Seguir estas orientações é um ato de AMOR AO PRÓXIMO”


A informação foi do vereador Anderson Gumes, presidente do Legislativo,  através de suas redes sociais na internet. Segundo Gumes, o projeto do Executivo foi aprovado pelos vereadores, no entanto, o servidor público deve manter contato com o banco de seu relacionamento e fazer a solicitação. Veja nota:

…”Passamos por tempos difíceis e incertos, devido ao grande crescimento da pandemia covid-19 no país, nos últimos dias. E isso, tem claro reflexo no sustento de cada cidadão e família. Nesse período, em que precisamos exercitar a empatia e a união, cada centavo a menos no orçamento fará falta.

Visando minimizar os impactos econômicos do novo coronavírus, , foi aprovado pela Câmara de Vereadores em Sessão Ordinária, no último dia 28 de maio e sancionado pelo Prefeito Municipal, Amelinho o Projeto de Lei nº 0018/2020, que dispõe sobre a suspensão de cobranças de empréstimos consignados (desconto em folha) , contraídos por Servidores Públicos Municipais de Macaúbas, contraídos perante as instituições financeiras, pelo prazo de 90 (noventa) dias, em decorrência da pandemia causada pelo Coronavirus (covid-19)”…


Prefeito Amelinho confirma o primeiro caso

Usando as redes sociais, o prefeito de Macaúbas,  Amélio Costa Jr, anuncia preliminarmente, na manhã desde domingo, 31 de maio,  o primeiro caso de Covid-19 confirmado em Macaúbas, através de teste laboratorial em Salvador.  Segundo consta, o paciente se encontra internado na capital baiana há algumas semanas, não foi informado na nota o estado de saúde do paciente, nem seu sexo, idade ou qualquer outra informação. No entanto, o prefeito Amelinho diz que toda família do paciente se encontra em isolamento domiciliar e feito testes rápidos em seis membros da família os quais deram negativo. Informa ainda o prefeito Amelinho, através de áudio nas redes sociais, que  outros testes serão realizados bem como ampliação dos mesmos a outros segmentos da população, os quais já vem sendo feitos com profissionais da saúde, segurança pública e casos suspeitos.

Não se sabe se a contaminação foi local (sendo este contaminado de uma pessoa portadora do vírus e sendo esta assintomática), ou se o paciente veio de outro lugar onde há casos confirmados, o prefeito disse que isso está em investigação por parte da Secretaria da Saúde. Estas informações são imprescindíveis, pois irá tirar a “dúvida” se o vírus já circula ou não em Macaúbas de forma assintomática nas pessoas.

Na entrevista, o prefeito pede o isolamento e distanciamento social, como a menor forma de se prevenir, e disse que não adianta as barreiras sanitárias se as pessoas não tiverem a consciência dos cuidados mútuos, coletivos, recíprocos e solidários.


No Brasil, crianças e adolescentes entre 4 e 17 anos são obrigadas a irem para a escola. Isso ocorre porque, aqui, os pais são obrigados a matricular os filhos nas escolas, de acordo com nossa legislação – isso ocorre justamente para que o Estado seja obrigado a fornecer educação gratuita e universal para todos.

Apesar da existência de escolas públicas e gratuitas, ainda assim, muitos pais, por diversas questões, preferem matricular a prole em escolas privadas, que, normalmente, possuem custos elevados.

Entretanto, com a pandemia causada pelo novo coronavírus, várias pessoas perderam renda e o pagamento das mensalidades escolares se tornou um peso ainda maior no orçamento familiar.

Assim, a sugestão dada por diversos especialistas das mais diversas áreas é a dos pais negociarem um desconto ou abatimento nas mensalidades com a própria escola, em casos nos quais não é possível continuar pagando a mensalidade integral. No entanto, várias instituições são irredutíveis quanto ao pagamento da anuidade integral, considerando que transferiram suas aulas para o mundo online.

Então, o que resta para muitas famílias é a rescisão do contrato com a escola. E é aí que residem vários problemas.

Os pais não podem tirar os filhos de uma escola sem que estes estejam matriculados em outra instituição de educação, uma vez que este ato é considerado evasão escolar e, como já foi dito, os pais são obrigados a matricular os filhos e garantir sua educação, sob pena de diversas sanções.

Assim, ao solicitar a rescisão do contrato, as escolas exigem a comprovação de vaga em outra escola ou a assinatura de um termo de ciência de que o Conselho Tutelar será notificado.

Em tese, as escolas estão corretas e seguindo a legislação. Portanto, aconselhamos que você negocie ao máximo os valores das mensalidades de seus filhos com a escola antes de tomar esta medida drástica.

Ainda assim, por vivermos um momento excepcional, no qual uma pandemia causada por um vírus nos obriga a ficar em casa, alguns especialistas alegam que a obrigatoriedade da matrícula deve ser flexibilizada.

Dentre os vários argumentos utilizados para tanto, existe o do melhor interesse da criança, já que os pais, mesmo trabalhando em home office, não estão completamente disponíveis para ensinar as crianças e, até mesmo, o fato de que o tempo prolongado de exposição a telas (especialmente em crianças menores) prejudica o desenvolvimento de crianças e adolescentes, além de causar diversos transtornos psicológicos diferentes.

Caso você esteja passando por esta situação, portanto, aconselhamos que negocie com a escola a redução da anuidade escolar. Em caso de resposta negativa, é válida a contratação de um advogado especialista para que ele possa lhe orientar acerca de quais atitudes tomar.

______________________________________________________________

Escritório de Advocacia Valença, Lopes e Vasconcelos.

Saiba mais: www.vlvadvogados.com/ 


Mesmo sem aulas alunos receberão a merenda escolar em casa

A Secretaria de Educação juntamente com a Prefeitura Municipal de Macaúbas e o setor de merenda informam aos pais e/ou responsáveis pelos educandos da rede municipal de ensino que já estamos nos organizando para a segunda fase de entrega dos Kits contendo produtos da merenda escolar.
Os pais e/ou responsáveis pelos alunos, deverão informar junto aos diretores (as) responsáveis pelas unidades de ensino as datas que serão feitas a distribuição.
O setor de merenda está organizando os kits que serão entregues por rotas, dessa forma as datas de distribuição são agendadas pelos diretores(as) conforme eles forem recebendo os produtos do setor de merenda, então todos fiquem atentos quando os diretores sinalizaram para entrega.
Salientamos que nesta fase optamos por adquirir itens básicos, tudo conforme orientações da nutricionista, de forma que pudéssemos montar os kits com mais uniformidade para a serem distribuídos para as famílias dos nossos educandos.
Cada aluno terá direito a um kit. Orientamos que se houver desistência por parte de algum pai e/ou responsável, o diretor (a) junto com a equipe deverá estabelecer critérios para distribuição dos kits dos possíveis desistentes.
Organizem a distribuição de modo a evitar aglomerações, tomem as medidas de precauções conforme recomendações dos profissionais de saúde para evitar a disseminação do corona vírus.
Continuem em casa, por enquanto é a medida mais segura para evitar a contaminação.
Senhores pais e/ou responsáveis, por favor, orientem os estudantes a ficarem atentos às atividades que os professores estão propondo de forma remota nestes tempos de isolamento social, não podemos perder nosso vínculo com o processo educacional.


O Laboratório Pesquisa, localizado na Rua Dr. Manoel Vitorino, 400 Centro de Macaúbas, próximo a Secretaria da Educação, conta com uma equipe de profissionais em diversas especialidades. Veja a seguir  a Agenda de Atendimento para o mês de junho de 2020

Para mais informações (77) 3473-1485 ou (77) 99999-9495.

Agenda é atualizada toda semana. Antes de ir até a clínica ligue antes e confirme o atendimento médico.


Como uma ilha, o município de Macaúbas, continua sem registro oficial de casos do Novo Coronavirus, uma série de fatores podem ter contribuído para isso, é evidente que o mérito maior é da própria população que atenta as orientações do Poder Público local vem cumprindo a sua forma os requezitos  demandados.

…No entanto, o que não sentimos, não temos!

É fato que o município “por todas as portas”, vem recebendo pessoas, sejam os nativos que regressam ou visitantes temporários, muitos oriundos de centros com alta taxas de infecção, como Rio e São Paulo, mesmo assim, as barreiras sanitárias e controles outros não registrou oficialmente nenhum caso através de testes. O que não vem acontecendo em municípios vizinhos que também recebem da mesma forma visitantes ou nativos, a sorte e casualidade estão favorecendo Macaúbas, aliando a uma política de prevenção.

Vai passar!… É o que todos esperam, mas quando?… É o que ninguém sabe!… No enanto, é certo que sequelas seríssimas vão permanecer e muitas já são realidades: mortes e aos milhares!… A ingerência, insensibilidade e despreparo do Governo Federal, somando a isso, as brigas políticas pelo poder, têm contribuído para o Brasil ser visto lá fora como o país do “desgoverno” ou com um governo apático e “assintomático”  a realidade da pandemia que não parece ser levada a sério pelo Planalto e as vezes exagerada por seus opositores!

No nosso caso doméstico, é possível que um milheiro de testes aleatórios, certamente iria detectar um bom número de “assintomáticos”… No entanto, o que não sentimos, não temos!


Salários poderá sair com atraso , diz nota.

A demora de 20 dias para o presidente Jair Bolsonaro sancionar o projeto que repassa R$ 60 bilhões da União para Estados e municípios enfrentarem a crise do coronavírus pode fazer com que servidores não recebam o salário de maio.

Segundo a Coluna do Estadão, do jornal Estado de S.Paulo, entidades municipalistas estão preocupadas com o pagamento do salário de servidores em maio.

Muitos municípios já não têm dinheiro para fazer os pagamentos, devido à queda de arrecadação provocada pela Covid-19, e dependem da verba federal.

De acordo com o presidente da Confederação Nacional dos Municípios, Glademir Aroldi, o Ministério da Economia informou que o dinheiro pode demorar até sete dias, a partir da sanção, para chegar aos cofres municipais. Ou seja, os salários correm o risco de ficar para depois do quinto dia útil de junho.

(Fonte Bahia Notícias)