Macaúbas sedia Primeira etapa dos Projetos Artísticos e Culturais do Vale do Paramirim.

Projetos têm a participação de diversos estudantes da região. (Foto NRE-12)
Projetos têm a participação de diversos estudantes da região. (Foto NRE-12)

Conforme nota do portal do Núcleo Regional da Educação 0 NRE-12, com sede em Macaúbas ( www.nre12.educacao.ba.gov.br),   aconteceu no dia 25/08 no CETEPBP a primeira etapa regional dos Projetos Artísticos e Culturais do NRE12 Macaúbas, foi apresentado: AVE, EPA, PROVE.

AVEArtes Visuais Estudantis, trata-se de um projeto pioneiro, de caráter educativo, artístico e cultural, concebido a partir de uma perspectiva abrangente, pois envolve os estudantes da Rede Estadual de Educação da Bahia. O AVE propões obras de artes visuais no contexto escolar.

EPAEducação Patrimonial Artístico, promove o desenvolvimento de ações essências para o exercício do direito à cultura para a defesa dos valores históricos e artísticos, reconhecimento e preservação do Patrimônio Cultural baiano.

PROVE – Produções Visuais Estudantis, de natureza educativa, artística e cultural por meio da utilização dos recursos tecnológicos(filmagem com aparelhos celulares, câmeras fotográficas ou filmadoras). Com esse projeto, pretende-se desenvolver o potencial educativo e artísticos.

11111111
Educação Patrimonial Artístico: … O hábito da leitura é um dos melhores patrimônios…  

AVE:

1º- Colégio Estadual de Paramirim

2º- Centro Territorial de Educação Profissional da Bacia do Paramirim-Macaúbas

3º- Colégio Estadual São Sebastião-Caturama

EPA:

1º- Colégio Estadual de Paramirim

2º-Colégio Estadual Gov. Antônio Carlos Magalhães  -Paramirim

3º-Colégio Estadual Antônio Carlos Magalhães  -Erico Cardoso

PROVE:

 1º- Colégio Estadual Ibiajara  Rio do Pires

2º- Colégio Estadual Paulo VI  -Rio do Pires

3º-Colégio Estadual Antônio Carlos Magalhães  Erico Cardoso


Uma Resposta para “Macaúbas sedia Primeira etapa dos Projetos Artísticos e Culturais do Vale do Paramirim.”

  1. ♥♥

    Quais foram os participantes do Epa de Ibiajara?

Os comentários estão fechados.