” 2 Caras e Caretas”: … Meu caro assim é o Carnaval em Macaúbas!…

Cada um com seu jeito de ser feliz, uns no camarote da rede Globo, babando nas gêmeas de Ivete ou de careta pelas ruas de Macaudas… E o que importa é viver e compartilhar a vida sem frustrações.

Posted by Alécio Brandão on Sunday, February 11, 2018

 

Sob um “pé de seringa“, se fruta ela fosse, a regra é: se mangueira, sob um pé de manga, se goiabeira, sob um pé de goiaba… No entanto, era uma seringueira, ali certamente plantada quando o atual CETEP, deixou de ser Ginásio Aloysio Short (em 1960), hoje é o antigo CEAS (este, desde 1971)… Voltado ao “pé de seringa”, lembrando que esta, assim poderia ser derivada do “látex” extraído da seringueira, a qual no auge de sua exploração no “desbravamento” da Amazônia pela ditadura militar… No entanto, não é; visto que vivemos na época do plástico e, tudo parece que dele é feito!…

… Graças, ainda temos careta!…

E o que isso tem haver com “careta” – carnaval de Macaúbas, meus caros?!… Sim, foi sob o pé de Serigueira, o qual não produz seringas, é que a “nostalgia ceasiana” (aquela originada do CEAS), fazendo dupla ( 2 caras) com o Pimenta, não a “esquentada para o tempero”… Mas, o esquentado que sabe temperar a vida: Dr. Pimenta, advogado por convicção vocativa… Falávamos, entre uma boêmia e outra, e sob a rega da água de coco, das “frustrações mundanas“, dos estilos de vida e de se viver… Das camisinhas de vénus, rasgadas sob o pé de serigueira, “não esquecidas nos idos de 80 e 90” – da mureta dos vazados blocos cobogó, frágeis como os sonhos de um secundarista… E Macaúbas parece “parada” em seu tempo, ainda temos careta!… Sim, graças, ainda temos careta…

…Como um sonho de está num camarote de Carnaval, seja ele da Globo ou ao lado de uma “globeleza“!… Mas, se infeliz, nada teria valor… Melhor então é ser feliz e viver o carnaval que é possível… De careta pelas ruas de Macaúbas, sem os sentimentos dos remorsos  e das frustrações que levam ao “quarto escuro da depressão”…

 


Os comentários estão fechados.