Bahia: escolas estaduais estão entre as piores do país em Português e Matemática.

Português, que é a base do conhecimento para todas as outras matérias, mais ainda; se trata da Língua Pátera, os alunos do ensino médio baiano, foram classificados como o 3º menos preparado de todo Brasil. Resultado de décadas de esquecimento, falta de investimento e constante melhorias do processo ensino-aprendizagem… A Bahia é um dos maiores estados do Brasil, o 5º mais populoso, com mais de 15 milhões de habitantes, e está entre os sete mais ricos com um PIB (Produto Interno Bruto)  R$ 204,265 bilhões, e apresenta este vergonhoso cenário na educação do Ensino Médio, ocupando o 3º pior entre os estados brasileiro.

Certamente é fruto de uma política estadual equivocada, principalmente pelos últimos governos do PT, o qual certamente deu segmento a outros… E pior ainda, o atual governador, Rui Costa, ainda poderá ser reeleito no primeiro turno… Como mudara essa realidade? Dinheiro para educação existe, o problema é que ele não chega na sala de aula, gestões equivocadas, com gestores escolares mal preparados e sucateamento do ensino, fazem a soma do fracasso. Lembrando que o estado é responsável pelo Ensino Médio, o município pelo Primário e a união, pelo superior, o que não impede investimentos com a coparticipação dos entes.

Mais dinheiro para a educação não é a única saída, melhor mesmo é saber investir o que se tem, e este parece ser o maior problema, já diagnosticado. Certamente entra neste contexto a malversação  dos recursos, com desvios em sua aplicação e corrupção… Se assim é tratado o maior patrimônio: a educação… O que esperar do futuro dos jovens baianos? Tá na hora de saber em quem votar, saber escolher os governos e os deputados, estes que têm a maior fatia de responsabilidade pelo desastre em sala de aula.


Os comentários estão fechados.