UNIRCAM: Seminário levará propostas do “Desvale” do Paramirim, até Ondina e Planalto, dizem vereadores.

Falaram para depois relatar e cobrar! (Foto Dudu Souza)

A União Regional das Câmara Municipais, pela primeira vez fez um Seminário envolvendo diversos municípios da 23ª Região Administrativa do Estado, a tal “bacia” (vazia) do Vale do Paramirim, na verdade do “desvale”, ou “inválida”, na visão de muitos que criticam a AUSÊNCIA principalmente do Governo do Estado, no menor Território de Identidade da Bahia, tendo este, segundo o Prof. Wilson Magalhães a MAIOR população rural de todos os territórios, bem como sendo este que tem o menor IDH, sendo este que tem a menor população, sendo este que tem a AUSÊNCIA tamanho G pelo Governo Rui Costa, governo este que certamente (ou melhor IRONICAMENTE) terá mais de 70% dos votos para sua reeleição!…

Este é o Território do “Desvale” do Paramirim, por sua “valença”, sua população é Sertaneja, que “depois” de tudo “isso” é um Forte, (que me perdoe Cunha, o Euclides)… Fando em “cunha”, o nosso maior problema por ironia é a nossa única solução: A POLÍTICA, inicialmente a partidária, a qual deveria viabilizar as demais: a econômica, social, cultural, de lazer… Mas, muitos de nossos políticos “acunha” no povo! Com a “bacia” que é usada para a corrupção, entre as variantes, malas, cuecas, caixas (2,  3, 4, 5,…)

Retornando ao Seminário da UNICAR, que tem como presidente o vereador Anderson Gumes, bem como sendo ele seu idealizador, Gumes, um dos políticos de visão diferenciada em Macaúbas, é o único a postar nas redes sociais sua Agenda Semanal de Atividade Parlamentar, foi quem fez a abertura do Evento realizado nesta sexta feira 21 de setembro na Câmara de Vereadores de Macaúbas.

União: a palavra é essa

Presença no Seminário e Propostas:

Quase todos os municípios da região marcaram presença, enviado seus presidentes do Legislativo, Secretário, Assessores, Presidente de Partido Político, Associações, Sindicados, etc. Foram apresentadas propostas  de interesse da região, entre elas, esgotamento sanitário, segurança hídrica, infraestrutura, Universidade, Policlínica, etc As mais relevantes e urgentes, farão parte de um documento assinado por todos os interessados do “Desvale do Esquecimento” e encaminhado até Ondina e ao Planalto…


Os comentários estão fechados.