Tendo reservatório com menos de 50%, Estado realiza licitação para construção da Adutora do Zabumbão que prevê dobro do consumo atual.

Conforme nota do portal “Paramirim Agora”, o Governo da Bahia, que vem protelando a construção da Adutora do Zabumbão, promessa essa desde do fim do seu último mandado, como “ponte para a reeleição”, Rui Costa, volta ao projeto no fim de seu governo como nova promessa em vésperas de eleições. Se iniciada a obra, não será o governo dele que irá dar andamento, e a história tem mostrado que esse tipo de ação não dá certo, visto que o Brasil tem milhares de obras paralisadas, só em Macaúbas somam mais de uma dezena!… Outra situação é a ponte Salvador/Itaparica e a rodovia que liga Ibipitanga/Novo Horizonte, obras que saem da “cartola” em vésperas de eleições, para garantir os votos necessários para sua mantença no poder!… Este é o pais que não tem jeito!

Barragem do Zabumbão/Paramirim (Imagem Jornal O Eco)

Veja nota do portal Paramirim Agora: 

Um consórcio formado pelas empresas Ebisa Engenharia e Heca Construtora venceu a licitação do Governo da Bahia para implantar o Sistema Integrado de Abastecimento de Água (SIAA) Boquira/Zabumbão. O julgamento final do certame foi divulgado neste sábado (4) no Diário Oficial do Estado.

A obra terá custo de R$ 186.456.980,57 e prazo de execução de 540 dias corridos. A expectativa é de que o contrato seja assinado nas próximas semanas.

O projeto

Antiga pretensão do Estado, o SIAA Boquira/Zabumbão tem como finalidade levar água da barragem Zabumbão para vários municípios da região que passam por insuficiência hídrica.

Entre os principais serviços a serem realizados estão a implantação de captação flutuante no lago, 195 quilômetros de adutora, estação de tratamento de água, estações elevatórias, reservatórios e 24 km de redes de distribuição.

Atualmente o Zabumbão abastece Paramirim, Caturama, Tanque Novo e Botuporã, atendendo a aproximadamente 60 mil pessoas. Segundo o edital, a estimativa é de que o novo sistema integrado beneficie “uma população total de 100.056 habitantes em início de plano e 173.677 habitantes até o ano de 2041”. Em primeira etapa, serão beneficiados moradores das sedes municipais de Boquira, Macaúbas, Ibipitanga, Rio do Pires e diversas outras localidades, urbanas e rurais, pertencentes a esses municípios; Caturama (ampliação do atendimento); e Ibitiara (apenas as localidades de Mocambo e Sussuarana). Futuramente, também será atendido o município de Oliveira dos Brejinhos.

No momento, o reservatório armazena cerca de 36,7 milhões de metros cúbicos, o que corresponde a aproximadamente 60,3% de sua capacidade.”


Os comentários estão fechados.