São João Macaúbas: E Vamos Forrozear pois, é disso que “nois gosta”!

Sem previsão de chuva para o São João!…

Nada mais simboliza o Sertão que sua típica vegetação, modo de falar de sua gente, sua cultura e hábitos… E mais profundamente, o que não é difícil de saber: o seu modo de pensar e de ver o mundo, particularmente o seu… Observando a “arte de fundo” e apelos do Cartaz Oficial do São João, que não sobrepõem  e nem devem ofuscar as atrações dos festejos juninos, mas certamente trazem uma mensagem…

Ao rodapé:

Nota-se o “deserto” que é o sertão, devido ao seu desmatamento, nas extremidades um pé de Mandacaru e doutro de Xique Xique, ao centro “madeira” queimando com uma tímida e típica folgueira, talvez de cavacos!… O solo rachado, impiedoso, mas certo que é fértil, como a mente e pensamentos do artista anônimo como todo sertanejo o é!… Talvez ele seja dos “Regos”, já que a engenharia do pensar pode ultrapassar “a régua e o prumo”!.. E, fazer “balõezinhos e bandeirolas” também é engenhoso!

E no firmamento: 

Engenharia maior, está nos céus, previsto à sua diagonal, a não chuva, com sua Lua em estágio gestatório e num crescente minguante e de aborto certo, de estrelas jogadas ao Firmamento aleatoriamente, sem seus pontos cardeais para orientar o sertanejo numa noite de luar, fria, calada, o qual tem apenas o som da sanfona, das poeiras e da tímida fogueira a te guiar até ao arrasta-pé no racho do compadre  promissor…

Isso, porque é junho, meio de ano e o contraste à noite é o dia… Se Sol ardente entre tímidas nuvens de estiagem certa!… O milho não embonecou, o catador não vingou, o maxixe mal deram para os porcos… E como ele “antes de tudo é um forte“, sobra-lhe energia para pular fogueira, cozinhar seu Xique Xique à brasa acessa na fria madrugada da noite de São João…

O meio: 

E no centro, as atrações, não como imã, pois gente atrai gente, risos atraem sorrisos, e nem sempre dinheiros atraem prosperidade, estes do “centro”, estão no meio do contraditório, levam-nos os  nosso “din-dins”, recursos de todos, talvez se aplicados parte destes no manejo da seca, o fundo dos anunciados juninos, teríamos nos idos futuros, um retrato (um pano de fundo) diferente de uma realidade inaceitável…

E vamos forrozar!… Pois é disso que “nois gosta“!…

Veja a programação oficial do São João 2018, da Terra Amiga!…

 

FESTIVAL DE QUADRILHAS: dias 15, 16, 17 de junho.

21/06 (QUINTA-FEIRA)

  • BANDA MASTER
  • MARCOS E BELLUTI
  • JOSEFINA FURACÃO
  • SUPERAÇÃO DO FORRÓ

22/06 (SEXTA-FEIRA)

  • CIRO SAMPAIO
  • LÉO MAGALHÃES
  • OS FI DE MILTO
  • DUQUINHA DO ACORDEON

23/06 (SÁBADO)

  • LÉO DO FORRÓ
  • CACAU COM LEITE
  • OS 3 DO NORDESTE
  • EDVALDO E SUA GENTE

24/06 (DOMINGO)

  • FILOMENA BAGACEIRA
  • BAIÃO DE DOIS
  • SIMBORA XOTEAR
  • RONALDO E CIA

CORDÕES (A PARTIR DAS 15h):

  • 17/06 – Os Panos de Pia
  • 21/06 – Betão Folia
  • 22/06 – Tô Nem Tchum
  • 23/06 – Alternativo
  • 24/06 – Chapéu de Couro

Os comentários estão fechados.