A Prática Arqueológica na comunidade de Macaúbas e Criação de Áreas de Conservação Ambiental no Município.

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Macaúbas, por intermedio do secretário Marbenildo Firmino dos Santos comunica que, nos dias 20 a 24 de novembro deste corrente ano de 2018, foram realizados trabalhos de campo dos estudantes da UFBa sob orientação do professor Carlos Ecthevarne e auxílio de coordenação dos monitores Jean Silva e Camila Souza, onde teve apresentação das atividades na sede da Câmara Municipal de Vereadores de Macaúbas/Bahia, cujo tema: A Prática Arqueológica na comunidade de Macaúbas e Criação de Áreas de Conservação Ambiental no Município. Com o seguinte Cronograma:

Imagem reprodução google

Reconhecimento do Sítio arqueológico Pajeú e escolas do povoado (manhã); Visita ao sítio Pé do Morro (tarde) ;Seminário formativo na Escola Estadual Prof. Cônego Firmino Soares (manhã e tarde) – Responsável: Alvandyr ; Seminário formativo com participação da comunidade civil (noite) na Escola Estadual Prof. Cônego Firmino Soares. Responsável: Prof. Carlos e toda a equipe; Atividades com os alunos da Escola Municipal do Pajeú (manhã e tarde); Encontro com o grupo local de mapeamento arqueológico de Macaúbas no espaço da FAMAC (noite); Atividades com os alunos da Escola Família Agrícola (manhã e tarde); Recital arqueológico na praça da Abolição (noite); Atividade prática de mapeamento e catalogação dos sítios de pinturas rupestres com grupo de agentes patrimoniais locais (Manhã).
No momento visualizadas importantes áreas no nosso Município para a Criação de Unidades de Conservação Municipal de Uso Sustentável, especificamente área que compõem no sítio Pé do Morro e na Serra Geral a fim de Preservar o conjunto geológico, biológico, cultural e os recursos hídricos que compõe a região da Serra Geral de Macaúbas; Preservar espécies raras, endêmicas, e ameaçadas de extinção ou insuficientemente conhecidas da fauna e da flora nativa no seu habitat natural; Assegurar a preservação e a recuperação dos remanescentes da catinga, cerrado e zona de transição local; Criar um corredor ecológico integrando-a a futura Área de Proteção Ambiental Municipal – APA da serra Geral, e as demais unidades de conservação de outros Municípios; Preservar as beleza cênicas e paisagísticas;

(Texto enviado pela Secretaria de Meio Ambiente de Macaúbas)


Os comentários estão fechados.