Política: Marina deixa Lula, Dilma e Aécio, em cólicas.

Surpresa!... KKKKKK
Surpresa!… KKKKKK

A intensa repercussão do inimaginado escape de Marina Silva, diz Samuel Celestino do Bahia Notícias, depois de o seu partido, Rede da Sustentabilidade ser recusado para registro, gerou seguramente cólicas em Dilma e Lula, que estão atônitos com o acontecido. Tal problema acometeu também Aécio Neves, que, assim com o mundo político, admitia que ela fosse integrar o PPS, sem contar com a astúcia de Eduardo Campos. O mundo caiu sobre o PT, denominado por Marina como condutor de um processo “chavista” contra ela, embora o feitiço tenha-se voltado para o feiticeiro. É difícil imaginar com o que acontecerá, na medida que a possível vice da chapa de Campos, tem duas ou três vezes mais votos do que ele. Assim, ainda é cedo para se saber se ela será vice ou cabeça de chapa, porque o que todos querem  nos dois partidos, o Rede e o PSB, é derrotar Dilma. Mais adiante, a depender do que até lá acontecer, poderá haver –ou não- uma inversão na chapa. O que se fala entre os cientistas políticos é que o discurso de Dilma caiu; que já não se poderá falar mais no “bem contra o mal,” como o PT costumava usar. Com relação a Aécio, Marina estava distanciada dele, embora tenham um bom relacionamento, assim como de Eduardo Campos que, no entanto, teve o lampejo de pular à frente e oferecer o seu PSB, sem fazer restrições, respeitando o Rede da Sustentabilidade que continuará sendo trabalhado por Marina Silva.

(Foto e legenda acrescidas por Macaúbas On Off – Texto Bahia Notícias)


Os comentários estão fechados.