Pastor Tom e Ciano Filho selam aliança e devem conquistar votos evangélicos

Foi selada em culto na Igreja do Evangelho Quadrangular de Vitória da Conquista a aliança político-eleitoral entre o vereador de Feira de Santana e pré-candidato a deputado estadual, Pastor Tom, e o pré-candidato a deputado federal Ciano Filho. A aliança foi afiançada pelo Vice-Superintendente da Igreja do Evangelho Quadrangular e reverendo Edson Vieira. A escolha de Ciano Filho e Pastor Tom é fruto de uma decisão da superintendência nacional e estadual da igreja.

Ciano Filho, que é membro da igreja, afirmou que sua pré-candidatura ganhou mais fôlego em Vitória da Conquista e região após esta costura com o Pastor Tom. “Estou feliz por ter ao meu lado alguém com a bagagem dele, um vereador exemplar, que conhece as necessidades das pessoas e que tem um trabalho três vezes reconhecido pelo eleitorado de sua cidade natal”, disse. Segundo Ciano Filho, o apoio da igreja só aumenta a sua responsabilidade. “Me sinto lisonjeado e honrado, mas sobretudo feliz com este apoio”.

Em entrevista ao nosso site, o Pastor Tom discorreu sobre a aliança com Ciano Filho e afirmou que juntos eles alcançarão centenas de municípios baianos. Parlamentar de três mandatos, ele teceu elogios ao novo parceiro eleitoral e demonstrou estar disposto a correr os sertões em busca de apoios. “Ciano é um jovem de futuro, trabalhador reconhecido pela sua comunidade, que constituiu uma marca própria, é ficha limpa acima de tudo, e não tenho dúvida que Vitória da Conquista já o havia abraçado e agora muito mais com o apoio da Igreja do Evangelho Quadrangular aqui da cidade e das cidades circunvizinhas”.

Leia a entrevista na íntegra abaixo:

Pastor Tom, fale um pouco sobre esta aliança com Ciano Filho.
Tom: Primeiro, quero agradecer a Deus pela oportunidade que você está me dando de falar com esse povo maravilhoso da Região Sudoeste, que está no nosso coração. Em minha visão, tudo que acontece em minha vida é porque tem a permissão de Deus. Então, esta união com Ciano Filho foi uma unidade que primeiro teve a benção de Deus, por isso estamos caminhando juntos. Ciano é um jovem de futuro, trabalhador reconhecido pela sua comunidade, que constituiu uma marca própria, é ficha limpa acima de tudo, e não tenho dúvida que Vitória da Conquista já o havia abraçado e agora muito mais com o apoio da Igreja do Evangelho Quadrangular aqui da cidade e das cidades circunvizinhas.

Como será o roteiro de vocês dois na região?
Eu acho que neste momento agora é de fazer muita visita. Estamos visitando muito, vendo a demanda das localidades. Estou junto com Ciano Filho identificando as demandas, conversando com lideranças religiosas, empresariais, comerciantes, associações, líderes de bairros, enfim. Temos inclusive tido sucesso nesta articulação na pré-campanha e pretendemos ampliar os apoios no período eleitoral.

Em quantos municípios vocês devem atuar juntos?
Olhe, vou falar de minha pessoa: a nossa igreja teve a oportunidade de ser votada em mais de 300 municípios. Então, essa aliança com Ciano Filho é para isto. No caso da Região Sudoeste, inclusive, é ele quem melhor pode responder, pois ele já mapeou a região e conhece muitas lideranças importantes.

E Feira de Santana, sua terra, como está?
Terra boa, maravilhosa, que me fez vereador por três mandatos, vice-presidente duas vezes do legislativo, líder do governo, cidade onde meu umbigo está enterrado, a gente tem trabalhado muito pela cidade.

E José Ronaldo, como está vendo a candidatura dele?
Meu voto é declarado, não costumo ficar encima do muro. Toda minha campanha, toda minha jornada política é feita encima da verdade, não falo nada para agradar ninguém. Meu nome para governador do Estado é José Ronaldo de Carvalho, um nome leve, ficha limpa. Foi prefeito de Feira quatro vezes, indicou seu sucessor e ganhou, então um homem vitorioso. Quem ganha é a Bahia. Para governar não vejo outro melhor: habilidade, inteligência, prudência e governando para o povo.

No plano federal, qual sua posição para presidente?

Já estão acontecendo muitos movimentos. O meu voto estou analisando. Pretendo votar naquele homem que venha a defender os princípios da fé, da família e das igrejas. Quem ama a família e a Deus vai administrar bem. Então, estou estudando. Quero deixar bem claro que não voto em político com o nome envolvido em corrupção. Vejo Bolsonaro como um grande nome, defendendo aí. Então, tem um pastor do Rio de Janeiro, que pode ser candidato, e meu voto será para um desses dois.


Os comentários estão fechados.