Resultado de um “antes” e “agora” de um loteamento sem planejamento.

 

Macaúbas em todas as suas administrações fechou os olhos para a abertura de loteamentos, bem como para o próprio crescimento da cidade. Os loteamentos que mais tarde dão origem a bairros, foram e ainda são criados sem planejamento, muitos deste irregulares o que prejudica primeiramente os antigos compradores e hoje os atuais moradores. Sendo implantados sem o mínimo de infraestrutura como exige a lei (que é ignorada, ou seja descumprida), tais como pavimentação, ligações de esgoto, água e energia elétrica, se transforma em prolema social, econômico e de bem estar!

E o município não consegue atender a crescente demanda de infraestrutura que são criadas por estes loteamentos “clandestinos”, e quem sai perdendo é sempre o povo, este que também tem sua parcela grande de responsabilidade por adquirir lotes sabendo de sua irregularidade…

Antes de comprar um lote exige a sua regularidade do vendedor

Durante esta semana a Prefeitura de Macaúbas, pavimenta uma grande avenida do Loteamento Figueiredo, o qual está na lista dos irregulares, tendo até dificuldade de emitir documento como escritura pública aos proprietários. Nesta bendita avenida passa um córrego carregado de esgoto “in natura” que todo ano se faz um lago, prejudicando o acesso de moradores, e até invadindo casas que foram construídas irregularmente dentro do córrego.

A obra segundo nota da Prefeitura teve o financiamento com a Agencia Baiana de Desenvolvimento a Desenbahia com contrapartida do município que tem que honrar as parcelas futuras do financiamento.

 

 


Segundo os boletins informativos diários da Prefeitura de Macaúbas, divulgados através de sua Secretaria de Saúde nas redes sociais, no dia 18 de julho, Macaúbas contava com apenas 08 casos, destes 03 curados e 01 óbito (por outras causas), tendo apenas 04 casos ativos, em apenas uma semana os casos dobraram chegando a 100%. No boletim desta sexta feira, 24, foram apresentados os seguintes números: 16 casos no total, sendo 04 recuperados e 01 óbito (por outras causas), o que elevou o número para 11 de ativos...

Entenda os números e o comportamento do vírus e das pessoas: 

Com 11 casos ativos, estes conhecidos, conforme o próprio boletim identifica 10 em domicílio e 01 internado, mas o que nos preocupa, caso estes 10 em domicílio não estejam  realmente em “isolamento”, o que parece não acontecer, visto que, há informações que alguns destes identificados como “soro positivo” para o Covid-19, adam “perambulando” pela cidade irresponsavelmente e supostamente contaminando ambientes e pessoas!…

Testagem: 

O Brasil como um todo e Macaúbas tá no mapa, tem feito poucas testagem, só a testagem podemos “carimbar” e identificar o “caminho” que o vírus faz, sem saber quem está contaminado até que prove o contrario TODOS SÃO SUSPEITOS!..

O vírus não tem perna, precisa de uma agente para sua transmissibilidade, se direta ou indireta, sendo assim, um dos “gargalos” é o controle das pessoas invectadas e aparente falta de monitoramento das pessoas as quais elas tiveram contato…

Há uma informação que ainda precisa ser chegada (essa repassada por um profissional de saúde), que um dos casos da cidade de Boquira teve origem em Macaúbas, como? Se as pessoas/pacientes contaminados estão em suposto “isolamento” domiciliar… Sugere-se então que Macaúbas entrou num ciclo de transmissão comunitária, ou seja, talvez não se saiba quem pegou de quem… Se assim for, este é o pior estágio de uma pandemia!…

A solução:

bloqueio total… Não diria “lockdown“, pois a língua portuguesa é tão rica que não precisamos “importar” verbetes americanos, já dizia o Prof. Ático sobre as riquezas da Flor do Lácio!

 

Em uma semana 100% de crescimentos dos casos, seria um caso de contágio comunitário sem controle?


Em nota a Defesa Civil de Macaúbas, informa que renovou contrato com o Governo do Estado para o fornecimento de água potável através de carro pipa, veja nota:

Renovação deverá beneficiar centenas de famílias

Após vários meses de trabalho árduo, a DEFESA CIVIL DE MACAÚBAS, com muita satisfação, comunica a todos, que, mais uma vez, através do reconhecimento Municipal, Estadual e Federal, fecha contrato com pipeiros e o governo estadual, com total apoio da SUDEC – SUPERINTENDENCIA DE PROTEÇÃO E DEFESA CIVIL DA BAHIA, que em breve, retomarão a OAP – OPERAÇÃO ÁGUA POTÁVEL, abastecendo com água tratada, várias famílias na região denominada “Baixio”, deste município de Macaúbas. E ainda, estamos lutando para a volta da OCP – OPERAÇÃO CARRO PIPA, com o apoio do Exercito Brasileiro, onde, se conseguirmos, mais esta vitória, não ficará uma só localidade necessitada, sem o abastecimento de água de qualidade dentro dos limites do nosso município.

Vale ressaltar que, nesta manha, dia 24 de julho deste corrente ano de 2020, em reunião com os pipeiros, todos foram orientados, para que, no retorno das operações, usem máscaras, luvas e tenham todos os cuidados necessários na prevenção contra a proliferação do COVID 19.

Dito isto, pedimos às famílias que possuem o cartão para o abastecimento, que aguarde o retorno da operação, que começaram em breve.

 


(77) 99872-9621,  99904-4535 ou

98119-4618 ou 98122-4400

                      Tosse seca Febre Cansaço
Antes de mais nada saiba quais são os sintomas INICIAIS do Novo Coranavirus (Covid-19), veja informações do Ministério da Saúde:
A COVID-19 afeta diferentes pessoas de diferentes maneiras. A maioria das pessoas infectadas apresentará sintomas leves a moderados da doença e não precisarão ser hospitalizadas.

Sintomas mais comuns:
febre
tosse seca
cansaço
Sintomas menos comuns:
dores e desconfortos
dor de garganta
diarreia
conjuntivite
dor de cabeça
perda de paladar ou olfato
erupção cutânea na pele ou descoloração dos dedos das mãos ou dos pés
Sintomas graves:
dificuldade de respirar ou falta de ar
dor ou pressão no peito
perda de fala ou movimento
Procure atendimento médico imediato se tiver sintomas graves. Sempre ligue antes de ir ao médico ou posto de saúde, clínicas ou hospitais.
Pessoas saudáveis que apresentarem os sintomas leves devem acompanhar seus sintomas em casa.
Em média, os sintomas aparecem após 5 ou 6 dias depois de ser infectado com o vírus. Porém, isso pode levar até 14 dias.
Em Macaúbas o município disponibiliza os seguintes números de celular, a informação é que uma equipe da Secretaria da Saúde deverá descolar até a casa do paciente que apresenta os supostos sintomas:

 

(77) 99872-9621  ou 99904-4535


Sistema inovador e de baixo custo

As 04 Unidades de Produção Agroecológica Integrada e Sustentável (PAIS) implantadas na comunidade de Enchu, zona rural do município, vem produzindo produtos orgânicos, melhorando a renda e fortalecendo a economia local além de proporcionar uma alimentação saudável para os moradores.

O Projeto é um Convênio da Prefeitura Municipal de Macaúbas através da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional – CAR e com a realização da Secretaria Municipal de Agricultura. Uma conquista importante da Associação Comunitária do Enchu.

O Sistema PAIS é uma nova alternativa de trabalho e renda para a agricultura familiar, melhorando a qualidade da própria produção e possibilitando o cultivo de alimentos mais saudáveis, tanto para a subsistência quanto para a comercialização.

SISTEMA PAIS:

Agroecológica – dispensa uso de ações que causam danos ao meio ambiente;

Integrada – alia criação de animais com produção vegetal, utilizando insumos da propriedade em todo o processo;

Sustentável – preserva a qualidade do solo e das fontes de água, incentiva o associativismo e aponta novos canais de comercialização.


Além do relevo da cidade propiciar pouca circulação de ar por ficar num vale “entre serras”, o que também disse certa vez um infectologista que a cidade tem “potencial bom para circulação de viroses”!…  E estamos em plena estiagem, terra seca, muitos ventos e baixa umidade, propício para os “males do ar”…

Infelizmente ainda temos “hábitos” medievais quando se trata de “fogo”, as pessoas acham que fogo serve para limpar terreno, seja em área urbanas ou rurais, nesta última é uma imensa contradição e falta de técnica e conhecimento lógico – pois, o fogo MATA, mata os nutrientes da terra, e só tem “benefícios” no primeiro plantio, além do enorme risco de “fuga do fogo”, causando, como tem causado em Macaúbas danos ambientais e patrimoniais imensos!… Já no centro urbano a ignorância é arrogante, visto que ateia fogo para limpar apenas um quintal, poucos metros quadrados, incomodando vizinhos, causando prejuízos a saúde e ser um atestado de maldade e falta de empatia com o próximo ou seja: péssimo vizinho!

Durante esta semana tivemos um exemplo “maléfico” atearam fogo ao lado da UPA, com paciente de Corona Virus internado, toda a unidade foi contaminada e certamente os pacientes! As autoridades municipais não conseguiram identificar o responsável – pois, certamente ele recebeu “proteção” indevida de vizinhos… O que atesta que a população não ajuda!

Centro urbano, fogo sem necessidade.

Sentiu cheiro de fumaça, faça a sua parte DENUNCIE:

Telefone: (77) 981457410

Veja nota da Secretaria de Meio Ambiente de Macaúbas:

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos no uso de suas atribuições realiza campanha de prevenção e combate às queimadas urbanas

Queimada é crime!

Jamais coloque fogo em terrenos, pastos, lixo e quintais. É nesta época seca e de muitos ventos que a proliferação de incêndios acontece.

Razões para não queimar:

  • Toda fumaça libera gases tóxicos, causando doenças respiratórias;
  • A fumaça prejudica a atmosfera (danifica a camada de ozônio, contribuindo para o aquecimento global);
  • A queimada transforma o lixo de uma pessoa em um problema para todos;
  • As queimadas causam o empobrecimento do solo e destroem habitats dos animais.

Leis que regem:

  • Lei Municipal 657 de 13 de junho de 2017, Artigo 45;
  • Decreto Estadual Nº 14.024 de 06 de junho de 2012, Artigo 43;
  • Lei Federal Nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1998, Artigo 54.

Denuncie:

Telefone: (77) 981457410″


16 de Julho de 2020… No mesmo dia que o Governo Federal decreta proibição de queimadas em todo território nacional, um incidente ocorrido no bairro de habitação popular, segundo informações da Defesa Civil de Macaúbas, quasse duas hectares de terra em chamas no fundo da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), ficou em chamas durante horas… Segundo informações a Defesa Civil foi acionada e com auxilio de moradores foram contidas as chamas. A fumaça adentrou nas dependências da unidade de saúde que é referência no tratamento de pacientes com o Covid-19, prejudicando assim, a frágil saúde dos ali internados que precisam de “ar puro” para o pleno restabelecimento da saúde,além de ter prejudicado moradores e servidores da unidade.

Em contato com a Secretaria de Meio Ambiente, a mesma informa que o proprietário do tereno  não sabe da origem do fogo, bem como vizinhos e moradores, no entanto, o fogo não “nasceu sozinho” e, ninguém foi e nunca será responsabilizado!

A incidência de queimadas em Macaúbas nesta época, principalmente em centro urbano é grande, e nunca se acha o responsável, o qual “parece” receber “proteção” dos vizinhos e de toda sociedade!…

Há no município uma legislação que proíbe a pratica de queimadas em centro urbano, bem como obriga os proprietários destes lotes a mante-los limpos e murados sob pena de multa. No enanto, a legislação é ignorada principalmente por quem deve fiscalizar: o município e seus órgãos de controle e fiscalização.

E enquanto isso, reina em Macaúbas a fumaça e os piromaníacos!

 


Reconhecimento ajuda município em época de escassez d’água

Através de nota, a Coordenação da Defesa Civil de Macaúbas, informa a todos  que, o município, obteve, mais uma vez, o reconhecimento Federal, constando a crise hídrica, em decorrência da estiagem na região.  A Portaria n° 1.892, de 08 de julho de 2020, Desastre/Estiagem – 14.110, Decreto n° 0068-B, Processo – 59051009247/2020-91, pela   Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, do Ministério da Integração Nacional.

Diante disso, serão tomadas todas as providencias, através desta Coordenadoria Municipal de Proteção Defesa Civil de Macaúbas, para que em breve todas as famílias carentes cadastradas, sejam servidas de água potável, dentro do perímetro do município de Macaúbas, através da OAP – Operação Água Potável. Valendo-nos disso, serão beneficiadas milhares de famílias, em nosso município, trazendo uma melhor qualidade de vida e a população.