Memorial da Casa Viva: …”De que adianta você saber disso”…

Você sabia que está em Macaúbas a maior biblioteca do mundo de livros romenos fora da Romênia? E em construção estava o maior dicionário de gírias do planeta? Bem como a maior obra sobre corrupção no Brasil desde sua “descoberta” em 1.500, quando aqui pisaram os portugueses e iniciaram na Terra de Vera Cruz um dos primeiros atos de propina e corrupção, quando permutavam com os indígenas espelho, doces por permissão para daqui extrair o Pau Brasil, ouro e o “sangue da terra”?… 

De que adianta você saber disso tudo?...
De que adianta você saber disso tudo?…

De que adianta você saber disso!… (?)

Talvez para apenas lamentar!… Mas se seus sentimentos forem além disso poderá contribuir para que não fique apenas no “choro do leite derramado”… No entanto, parece-nos impossível achar quem tenha interesse e bagagem para dar continuidade a algumas obras deixadas, talvez propositalmente pelo Prof, Ático… Quem teria interesse de concluir o maior livro de gírias do mundo? Quem teria interesse de finalizar os capítulos da Corrupção no Brasil?… Será o destino do arado ficar no meio da roça?…

Macaúbas conta hoje com dezenas de quadras de esportes e campos de futebol do que com bibliotecas e espaço de cultura… Só na sede temos três grandes campos de futebol e na mesma proporção quadras de esportes e apenas uma biblioteca pública que está em decadência, tendo em seu acervo não mais que 200 exemplares… É por isso, é que adianta o saber, seja disso ou de qualquer outro que contribua com o crescimento cultural, educacional e intelectual de uma comunidade… Talvez assim evitaremos ser “hipnotizados” por espelhos e doces…

E um povo não existe sem memorias!…

Se você esquece rápido das coisas é certo que será vitima de se mesma, se não tem lembranças, certamente não terá importância o que você fez hoje, muito menos interesse do que fará amanhã: fará parte de um “povo morto”, de um “cultura natimorta”…

Se quiser realizar algo faço-o em vida, pois pós morte as suas vontades dependerão da boa vontade dos vivos!…

…E nos jardins que não mais existem, os quais não mais recebem visitas nem dos passarinhos que lá também não fazem mais seus ninhos, onde o vento passa sereno, encontra o seu Templo como uma bassula, de cabeceira ao Norte, seus Pés ao Sul e seu Braço Direito apontando para um Poente que teima não permitir o Por do Sol…  São as coordenadas do seu descanso inconsolável sob a jabuticabeira que sofre com a estiagem!…

+ 26 de Março de 2016… 26 de agosto…

 


2 Respostas para “Memorial da Casa Viva: …”De que adianta você saber disso”…”

  1. Aníbal Cajado O. Neto

    Realmente depois de tantas insinuações por parte deste amigo e articulista bem também deste simples mortal, que agora vos fala, que diga -se de passagem, anda também meio desconsolado por que não dizer desgostoso com o que tenho visto: O quase total abando da tão comentada sonhada “CASA VIVA” ou memorial, ou casa aberta a serviço da cultura, pelo seu antigo e célebre morador até poucos dias atrais, porque hj ,lamentavelmente com apenas meses “de sua saudosa e “corrosiva partida”, quase ninguém, ou principalmente aqueles que tem poderes “sobre ás chaves dos potões”??, ou por que não o poder público municipal ( Secrt. de Cultura), pois o nosso mestre foi por décadas o maior guardião deste mesma em nosso município por que não dizer em nosso sertão? ambos deveriam se posicionarem de verdade para “abri-los” para sempre, pois caso isso não aconteça urgentemente, todo seu acervo raro de certo deteriorá, o primeiro sinal já foi dado, ( a jabuticabeira que ainda tinha tantos e tantos de vida esta prestes a também tombar próximo ao seu dono que tanto a contemplou, por falta de apenas algumas gotas do milagroso e indispensável liquido diariamente, com certeza aqueles pássaros canoros que por ali tanto se deleitavam, pois achavam o que comer e beber, e o tal arbusto sempre verde, florido e vivo, para ainda enamorarem, com certeza hj também “choram” por tal falta de desvelo para com aqueles arbustos e jardim áridos tanto quanto os corações dos que podem ? e infelizmente não agem á tempo de evitarem uma “catástrofe cultural e histórica”) talvez para muitos que não te conheceram”de perto” isso era previsível e inevitável, agora para aqueles que tiveram as oportunidades únicas de por ali frequentar aquele ambiente “oasiano” em cultura e conhecimentos, onde ficaram encrustadas para sempre aquelas horas indeléveis ao lado daquela criatura única e rara em bondade, perspicácia, sapiência, coerência, e tantos outros atributos apenas para avatares como ele, isso é uma verdadeira “BLASFÊMIA ou coisa parecida”: Por essa e tantas outras que humildemente sempre me apresento como crítico (construtivo???) desta sociedade dilacerada em valores tais como: boas maneiras, de bom senso, e principalmete ética, onde os que se dizem ou se acham dirigentes, deveriam realmente dirigirem e se sensibilizarem com este fato que por si só, já demonstra que eles se enganam primeiramente a eles mesmos, pois não sabem dirigirem nem as suas próprias vidas, que dirá “a dos outros”, pois se assim acontecesse de fato, eles estavam se mobilizando contra a morte da “CASA DA CONSCIÊNCIA” e das verdade, destas de que tantos nós precisamos saber, (principalmente os jovens) para aprimorarmos para essa vida tão labiríntica e misteriosa, ou talvez NÃO??!!! END

  2. Aníbal Cajado O. Neto

    no texto acima leia-se :comentada e sonhada; portões ;deteriorará; tantos e tantos anos; me desculpem, pressa, e ainda sem revisor kk!

Os comentários estão fechados.