Macaúbas é listada em megaprojeto bilhonário de energia eólica. E qual é o seu impacto no comércio local.

Macaúbas e região devem ser beneficiadas pelos “bons ventos”, nesta semana foi anunciada investimentos bilionários no setor de energia eólica, onde Macaúbas faz parte do Complexto Ibipeda. Na região serrana algumas torres experimentais já estão em funcionamento há anos. As instalações destes gigantes devem momentaneamente beneficiar alguns dos locais, outros devem receber “royalties”, é certo que haverá uma grande degradação ambiental, milhares de árvores devem ser sacrificadas, no entanto, é o custo do crescimento da matriz energética do país, uma energia mais limpa que as tradicionais.

Esta iniciativa deve principalmente beneficiar o setor hoteleiro, restaurantes e alguns setores do comércio local. Visto que, os equipamentos, maquinas, mão de obra especializada e até muitos dos matérias empregados, não existem no mercado local. Porém estes primeiros setores citados, só serão beneficiados diretamente se a empresa identificar Macaúbas como um “ponto estratégico” para montar “acampamento”

Mais energia do vento

Veja nota publicada na grande mídia.

“Após a construção do empreendimento na Bahia, a empresa mais do que dobrará a capacidade instalada no Brasil, chegando a 967 MW. O parque eólico, que receberá investimentos de aproximadamente R$ 2,5 bilhões, está programado para ser concluído em 2023. As primeiras turbinas eólicas devem começar a operar em 2022.

Serra de Mangabeira e Ventos de Santa Eugênia representam a primeira fase de implantação do parque eólico Ibipeba com aproximadamente 1,1 GW. Os projetos do complexo eólico foram adquiridos em 2019 com aproximadamente 660 MW. Auxiliada pela evolução tecnológica dos aerogeradores, incorporação de novas áreas e ajustes de layout, a Statkraft ampliou a capacidade projetada do complexo em aproximadamente 450 MW.

A primeira fase de implantação será composta por 14 parques eólicos onde serão instaladas 91 turbinas de 5,7 MW que serão produzidas pela Nordex em sua fábrica no estado da Bahia. O complexo Ibipeba está localizado próximo aos parques eólicos da Statkraft na Bahia, Macaúbas, Novo Horizonte e Seabra, que juntos possuem 95MW.”


Os comentários estão fechados.