Macaúbas 2020: é iniciada campanha eleitoral. E o uso de redes sociais é a grande vitrine.

 

Imagem: redes sociais, e não poderia ser diferente!

Depois de “bem explorada” durante a campanha presidencial, e em particular pelo atual presidente Bolsonaro, a Covid tem forçado os candidatos a recorrerem a este importante meio de comunicação, de baixíssimo custo, democrático e disponível 24h por dia: as redes sociais, muitos dos candidatos em Macaúbas, têm essa ferramenta como sua base de divulgação de seus ideais políticos. É certo que quem mais usa, mais visível fica para o público, pelo menos para estes que mais tem acesso, pois todas elas precisam de sinal de internet, no entanto, Macaúbas já conta com quase 90% de seu território com cobertura de internet. No entanto, ainda há resistência dos mais velhos, visto que estes representam uma grande força do eleitorado, somando ainda aos “mal alfabetizados” e os “analfabetos” que representam uma grande parcela da sociedade, a nível local e nacional, um dos gargalos para o desenvolvimento do Brasil: a educação.

Com 3 candidatos: Aloysio, Amelilinho e Elismar e seus vices? Nei, Anderson e Tiago, respectivamente… Alguns tradicionais na política, outros estão experimentando pela primeira vez os desafios próprios dos neófitos… Não é fácil uma campanha eleitoral num “ambiente árido” de terras áridas e de “mentes poucas irrigadas”, características  estas inerentes ao sertanejo e mais ainda dificultosa será esta campanha onde o “tapinha nas costa” pode ser um risco de “lesão vital”, os apertos de mão, agora são com “cotoveladas” e os abraços? Estes impensáveis!… Mas devem ainda persistirem os “jeitinhos”, a “típica malandragem” irrigada pelo velho hábito de exploração “mútua”: se eu dar você me dá? E com essa “negociação” alguém tem que descer! Mas, o povo fica e dá!

… O voto!

E os nossos candidatos nasceram do povo!


Os comentários estão fechados.