Isem realiza exposição e integra comunidade estudantil.

Conforme nota das professoras Naiara Catiuscia e Thaíla Assunção, nos dias 05 e 07 de dezembro do 2017, foram realizados no Instituto Social de Educação de Macaúbas (ISEM) dois eventos de grande importância para comunidade discente do colégio.

O primeiro deles, foi na área de Biologia, coordenado pela Professora Naiara Catiuscia e consistiu na construção do sistema circulatório humano em tamanho real. Com o tema:” O Caminho da Circulação e Você “, os discentes do Ensino Médio conduziram os visitantes do evento por todo o Sistema Circulatório. Primeiramente os visitantes eram informados que iriam fazer parte do sangue, já que é o tecido responsável pelo transporte dos gases, nutrientes, plaquetas, leucócitos, responsável também pela manutenção da temperatura ideal do corpo, entre outras funções. Assim, ao entrar pelo Sistema Circulatório foram em direção a parte direita do coração, responsável por receber o sangue venoso ou (desoxigenado), seguindo para os pulmões para ocorrência das trocas gasosas, agora o sangue se torna arterial (oxigenado). O sangue seguiu seu caminho para a parte esquerda do coração por onde foi bombeado para todos os órgãos/tecidos do corpo, onde foram representados o fígado, os rins, intestino delgado e o cérebro. Como é um sistema duplo, O sangue retorna ao coração novamente para recomeçar o processo.

Portanto, FIC – ISEM deste ano foi um momento importante para aproximação da teoria com a prática, a partir de uma atividade de ludicidade, desenvolvendo nos discentes habilidades e competências para uma melhor assimilação do conteúdo trabalhado, tendo dessa forma uma aprendizagem significativa e os visitantes uma experiência de visualização do realidade. Como pode ser confirmado nas falas das alunas da 2ª série, Maria Carolina, “Achei que foi uma experiência maravilhosa, tanto pra fixar o assunto quanto pra socializar e desenvolver mais interesse pela matéria” e Joana “Gostei muito, achei muito interessante a questão de percorrermos o caminho q o sangue faz, o que nós permitiu relembra um pouco do q a gente tinha estudado”

No dia 07 o evento ficou por conta da 1ª Expofísica, coordenada pela Professora Thaíla Assunção que consistiu na exposição de experimentos físicos de baixo custo desenvolvidos pelos estudantes do ensino médio. A exposição foi aberta a toda comunidade, mas teve como principal objetivo despertar o interesse dos alunos do ensino fundamental para o estudo da Física e procurar desconstruir a ideia assustadora que muitos estudantes possuem da disciplina, mostrando que a mesma faz parte de inúmeras situações do nosso cotidiano e pode ser muito divertida. Além dos alunos, a Expofísica contou com a presença do Professor Diorge Darlon, que é professor de física e possui experiência na organização desse tipo de evento, e da Professora Naiara, que é professora de Biologia no ensino médio e Ciências no ensino fundamental.

Os experimentos apresentados foram sobre estática, hidrostática, ondas e eletricidade. Todos construídos e explicados pelos próprios alunos. Para a professora Thaíla, o resultado da exposição foi muito positivo na medida que os alunos mostraram grande interesse em construir bons experimentos, muita dedicação e pesquisa para explicá-los de maneira adequada, fazendo com que a apropriação do conhecimento se fizesse de maneira mais significativa. A prova disso é que muitos alunos já aguardam o evento do próximo ano.

Como afirma também a estudante Maria Carolina que achou muito importante o evento tanto pra mostrar o que aprenderam quanto pra mostrar uma física diferente da que todo mundo tem medo, “acho que conseguimos cumprir o que a gente esperava”

As alunas Letícia e Renata, da 1ª serie disseram “adoramos a expofísica. Uma maneira divertida e interessante de ensinar e aprender! Ansiosas para a do ano que vem”.

Para Maria Clara, também da 1ª série “o evento foi ótimo, tanto para os alunos que fizeram os experimentos quanto para os visitantes. Foi legal, pois foi uma forma de apresentar e explicar a física de outra forma e com outros olhos.”


Os comentários estão fechados.