Governo Federal reconhece Macaúbas mais 146 municípios baianos em “estado de emergência” devido seca.

Açude de Macaúbas (Imagem arquivo 2013)

A coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil de Macaúbas, informa que 147 municípios baianos tiveram situações de emergência reconhecida pelo governo federal, isso devido à estiagem que vem ocorrendo no Estado. O decreto de reconhecimento foi publicado segunda – feira  dia 29 de Abril de 2019 no Diário Oficial da   Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, do Ministério da Integração Nacional .

         Com o reconhecimento da situação de emergência, os gestores podem solicitar apoio do governo federal para “ações de socorro, assistência à população e restabelecimento de serviços”. Sendo assim, como a renegociação de dívidas no setor de agricultura, os municípios poderá retomar as  atividades econômica e poderão receber o essenciais serviços de fornecimento de água potável através  de carro pipa. Lembrando que o Município de Macaúbas esta no Programa Operação Água Potável que será iniciada nesse mês de Maio.

Apoio federal

As regiões afetadas por longos períodos de seca e estiagem podem solicitar o apoio emergencial oferecido pela União que permitem, por exemplo, o abastecimento emergencial de água potável para a população, por meio de carros-pipa.

No caso das cidades atingidas pelas chuvas, os benefícios variam e podem incluir o restabelecimento de serviços essenciais e até mesmo a recuperação de áreas públicas danificadas por desastres naturais.

O reconhecimento federal de emergência é o primeiro passo para ter acesso ao auxílio da Defesa Civil Nacional.

Hortaliças nas margens da lagoa do Açude de Macaúbas.

Tiveram situação de emergência reconhecidos: Abaré, Adustina, América Dourada, Anguera, Antas, Antônio Gonçalves, Araci, Barra, Barra do Mendes, Barro Alto, Biritinga, Bom Jesus da Lapa, Boninal, Boquira, Botuporã, Brejões, Brotas de Macaúbas, Brumado, Caém, Caetité, Cafarnaum, Caldeirão Grande, Campo Alegre de Lourdes, Campo Formoso, Canarana, Candeal, Cansanção, Capim Grosso, Caturama, Central, Cícero Dantas, Conceição do Coité, Contendas do Sincorá, Crisópolis, Dom Basílio, Érico Cardoso, Euclides da Cunha, Fátima, Feira de Santana, Filadélfia, Gavião, Gentio do Ouro, Glória, Guanambi, Heliópolis, Iaçu, Ibiassucê, Ibipeba, Ibipitanga, Ibiquera, Ibitiara, Ibititá, Ichu, Igaporã, Ipecaetá, Ipirá, Irajuba, Iraquara, Irará, Irecê, Itaberaba, Itaguaçu da Bahia, Itapicuru, Itaquara e Itatim.

Também constam na lista Ituaçu, Jaguarari, Jeremoabo, Jussara, Jussiape, Lafaiete Coutinho, Lagoa Real, Lajedinho, Lamarão, Lençóis, Livramento de Nossa Senhora, Macaúbas, Mairi, Malhada de Pedras, Marcionílio Souza, Miguel Calmon, Milagres, Mirangaba, Morpará, Morro do Chapéu, Mortugaba, Mulungu do Morro, Mundo Novo, Nova Fátima, Nova Itarana, Nova Redenção, Nova Soure, Novo Horizonte, Novo Triunfo, Ourolândia, Palmeiras, Paramirim, Paratinga, Paulo Afonso, Pé de Serra, Pedro Alexandre, Pilão Arcado, Pindaí, Pindobaçu, Pintadas, Piritiba, Ponto Novo, Presidente Dutra, Quixabeira, Rafael Jambeiro, Retirolândia, Riachão do Jacuípe, Rio de Contas, Rio do Antônio, Rio do Pires, Rodelas e Rui Barbosa.

(Informações parciais do portal G1/BA)


Os comentários estão fechados.