Exoneração da Secretária de Educação de Macaúbas, adia o retorno “tardio” das aulas presenciais em Macaúbas.

Após exoneração, publicada no Diário Oficial do Município (veja aqui), a pedido, da Secretária Municipal de Educação de Macaúbas, Leia Jerusa de Oliveira, o reinício das aulas presenciais foi suspenso, este que estava previsto para o dia 16 de novembro, não tem ainda uma nova data para este reinício, o qual tardio, se comparado com outros municípios da região, bem como as do Estado que reiniciou no mês passado.

Algumas escolas do município já enviaram nota aos pais dos alunos, como visto acima nota da Escola Aloysio Short, uma das mais tradicionais escolas do ensino fundamental, comunicando que por “razões de mudanças na secretaria de educação que as aulas presenciais serão suspensas”… Mas não informou uma nova data, que segundo informações de bastidores e preliminares, não deve mais acontecer neste ano de 2021. O Diário Oficial ainda não publicou o nome do novo secretário.

Macaúbas que ficou por mais de 20 dias sem um caso de Covid-19, conta hoje com apenas um caso ativo e 43 notificações. Sintomas de gripe de alguns alunos do CETEP, levaram a administração da entidade a suspender as aulas, a qual através de nota diz ser uma medida protocolar já prevista pela Secretaria Estadual de Educação. No entanto, no caso do não retorno das aulas na Rede Municipal, o Covid-19, não foi a “maior pedra” no caminho e sim, atrasos pontuais na conclusão das obras de reforma e ampliação de algumas unidades escolares, estas que já viam se arrastando desde a administração anterior. Contudo, a atual administração teve 10 meses para sua conclusão, tempo este que parece não ter sido o suficiente.


Os comentários estão fechados.