Estudo aponta que grupo de Rui Costa, fará quase o dobro de deputados federais que a oposição.

Oposição deve ficar com 50% a menos de eleitos

No dia 7 de outubro, os brasileiros retornam as urnas para as eleições dos candidatos a presidente, senador, governador, deputados federais e estaduais. Na Bahia, a eleição proporcional (deputados) segue agitada e os postulantes atuam a todo vapor em Salvador e no interior. O Informe Baiano fez um levantamento, baseado em pesquisas internas e conversas com assessores políticos e jornalistas, que aponta os principais nomes na disputa por uma vaga na Câmara Federal. A expectativa é que o coeficiente eleitoral fique entre 153 mil e 160 mil votos.

O estudo não oficial aponta que a base do governador Rui Costa (PT) deve eleger, no total, 25 deputados federais. Inclui-se na conta o chapão, as coligações Avante/PROS e PTC/PMN/PRP/PMB, além da chapa independente do PDT.

No campo da oposição, estão os partidos da base de José Ronaldo (DEM), da base de João Henrique (PRTB) e também os “independentes”. Juntos, elegem 14 candidatos.

Veja abaixo a lista!

BASE DE RUI (TOTAL – 25):
Chapão: PT, PSB, PSD, PC do B, Podemos, PR, PP (ELEGE 22)

Prováveis eleitos com mais de 100 mil votos:
Mário Negromonte Júnior (PP)
01- Cacá Leão (PP)
02- Ronaldo Carletto (PP) *
03- Bacelar (Podemos)
04- Jonga Bacelar (PR)
05- José Rocha (PR)
06- Antônio Brito (PSD)
07- Otto Filho (PSD)
08- Sérgio Brito (PSD) *
09- José Nunes (PSD)
10- Marcelo Nilo (PSB)
11- Zé Neto (PT)
12- Valmir Assunção (PT)
13- Valdenor Pereira (PT) *
14- Jorge Solla (PT)
15- Daniel Almeida (PC do B)

Prováveis eleitos com mais de 80 mil votos:
16- Marcos Medrado (PP)
17- Cláudio Cajado (PP)
18- Alice Portugal (PC do B)
19- Isac (PCdoB) – PODE TER A CANDIDATURA IMPUGNADA (LEI DA FICHA LIMPA)
20- Lídice da Mata (PSB)

Repescagem do chapão; brigam por uma vaga:

01- Josias Gomes (PT)
02- Afonso Floresce (PT)
03- Caetano (PT) – PODE TER A CANDIDATURA IMPUGNADA (LEI DA FICHA LIMPA)
04- Pelegrino (PT)
05- Carlos Martins (PT)
06- Joseildo Ramos (PT)
07- Manassés (PSD)
08- Paulo Magalhães (PSD)
09- José Carlos Araújo (PSD)

Chapa: PDT (ELEGE 2)
01 – Félix Mendonça Júnior – mais de 100 mil votos
Disputam a segunda vaga: Pastor Alex Santana, Cosme Araújo, Mangabeira, Popó e Capitão Tadeu

Chapa: Avante/PROS (ELEGE 2)
01- Pastor Sargento Isidório – entre os mais votado com mais de 170 mil votos, a segunda vaga disputam Tito, Maria Quitéria, Ciano e Dr. João do Pros.

Chapa: PTC, PMN, PRP e PMB (CHANCE DE ELEGER 1)
Os “nanicos” contam com uma coligação extremamente disputada, mas conseguir 153 mil votos para eleger um parlamentar federal é uma tarefa árdua. Surgem como favoritos Ana Rita Tavares e Alexandre Marques.

BASE DA OPOSIÇÃO (TOTAL – 14):

Chapa: DEM, PRB e PV (ELEGE 6)
Prováveis eleitos com mais de 120 mil votos:
01- Paulo Azi (DEM)
02- Elmar Nascimento (DEM)
03- Tia Eron (PRB)
04- Márcio Marinho (PRB)

Repescagem do chapão; brigam por duas vagas (todos com mais de 100 mil votos):
05- José Carlos Aleluia (DEM)
06- Arthur Maia (DEM) *
07- João Roma (PRB)
08- Leur Lomanto Júnior (DEM)

Chapa: PSDB (ELEGE 2, mas com grandes chances de fazer 3)
09- João Gualberto – mais de 130 mil votos
Segunda vaga é disputada por Adolfo Vianna e Imbassahy

Chapa: PTB/PSC/SD/PPL (elege 2)

10- Héber Santana e Benito Gama – ambos com mais de 70 mil/ Corre por fora: Luciano Araújo e Uldurico Júnior

Chapa: MDB/PSDC (ELEGE 1 )
11- Lucio Vieira Lima – mais de 80 mil votos

Chapa: PHS/PPS/PRTB/PSL (ELEGE 2)
Briga boa entre seis candidatos, todos com possibilidades de superar 40 mil votos: Pastor Luciano (PRTB); Joceval Rodrigues (PPS); Igor Kannário (PHS); Professora Daiana de Bolsonaro (PSL); Abílio Santana (PHS); e Marcelo Melo (PHS).

(* Candidatos com expressa votação em Macaúbas, a base do governo Amélio Costa Jr, que apoia o Sergio Brito, espera dar mais de 8 mil votos, superando assim os 6.355 votos obtidos em 2014.)


Os comentários estão fechados.