Em Paramirim, homem mordido por morcego morre vítima de raiva.

Imagem meramente ilustrativa (Google)

Vítima morava na zona rural de Paramirim e foi mordida por um morcego. Segundo Secretaria de Saúde, ele demorou 21 dias para procurar médico.

Um homem de 46 anos, que morava na zona rural da cidade baiana de Paramirim, morreu com quadro de raiva humana após ser mordido por um morcego. A morte ocorreu na segunda-feira (6). Este é o primeiro caso de raiva humana desde 2004, na Bahia.

De acordo com a Secretaria de Saúde do Estado, o contágio aconteceu quando o homem ordenhava uma vaca e, acidentalmente, pisou em um morcego, que mordeu o pé dele.

Rio Paramirim, uma das belezas do lugar (Imagem Focado em Você)

Ainda de acordo com a secretaria, o homem procurou um serviço médico após 21 dias do ocorrido, quando foi medicado, mas só revelou que levou a mordida de um morcego após sete dias de internação. A partir daí, o homem foi transferido para Salvador, onde foi internado no Hospital Couto Maia e morreu na segunda-feira.

Os médicos colheram material do paciente, que foi enviado para o Instituto Pasteur, que já confirmou ser positivo para raiva. A Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Divep), juntamente com a Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), investiga o caso.

A Secretaria de Saúde de Salvador informou que a vacina contra a raiva está disponível nos postos, mas apenas para as pessoas que foram mordidas por animais. Não é uma vacina que possa ser tomada a qualquer momento da vida.

Fonte do Texto: G1.globo.com


Os comentários estão fechados.