Em apenas 7 dias Macaúbas tem aumento de 100% nos casos do Novo Coranavirus.

Segundo os boletins informativos diários da Prefeitura de Macaúbas, divulgados através de sua Secretaria de Saúde nas redes sociais, no dia 18 de julho, Macaúbas contava com apenas 08 casos, destes 03 curados e 01 óbito (por outras causas), tendo apenas 04 casos ativos, em apenas uma semana os casos dobraram chegando a 100%. No boletim desta sexta feira, 24, foram apresentados os seguintes números: 16 casos no total, sendo 04 recuperados e 01 óbito (por outras causas), o que elevou o número para 11 de ativos...

Entenda os números e o comportamento do vírus e das pessoas: 

Com 11 casos ativos, estes conhecidos, conforme o próprio boletim identifica 10 em domicílio e 01 internado, mas o que nos preocupa, caso estes 10 em domicílio não estejam  realmente em “isolamento”, o que parece não acontecer, visto que, há informações que alguns destes identificados como “soro positivo” para o Covid-19, adam “perambulando” pela cidade irresponsavelmente e supostamente contaminando ambientes e pessoas!…

Testagem: 

O Brasil como um todo e Macaúbas tá no mapa, tem feito poucas testagem, só a testagem podemos “carimbar” e identificar o “caminho” que o vírus faz, sem saber quem está contaminado até que prove o contrario TODOS SÃO SUSPEITOS!..

O vírus não tem perna, precisa de uma agente para sua transmissibilidade, se direta ou indireta, sendo assim, um dos “gargalos” é o controle das pessoas invectadas e aparente falta de monitoramento das pessoas as quais elas tiveram contato…

Há uma informação que ainda precisa ser chegada (essa repassada por um profissional de saúde), que um dos casos da cidade de Boquira teve origem em Macaúbas, como? Se as pessoas/pacientes contaminados estão em suposto “isolamento” domiciliar… Sugere-se então que Macaúbas entrou num ciclo de transmissão comunitária, ou seja, talvez não se saiba quem pegou de quem… Se assim for, este é o pior estágio de uma pandemia!…

A solução:

bloqueio total… Não diria “lockdown“, pois a língua portuguesa é tão rica que não precisamos “importar” verbetes americanos, já dizia o Prof. Ático sobre as riquezas da Flor do Lácio!

 

Em uma semana 100% de crescimentos dos casos, seria um caso de contágio comunitário sem controle?


Os comentários estão fechados.