É festa: e nada melhor que uma “cômica” crônica sobre as “figuras” santas e “santificadas” seja por Deus ou pelos eleitores!…

 

Portal do São João: o trio das tradições juninas...
Portal do São João: o trio das tradições juninas… Não muda pois não depende de nós!…

Há quem ache que ainda haja um politico “santo” ou “santo” político… No meio do cenário que é visto principalmente em Brasília, reservadas as devidas proporções em nosso “burgo”… No entanto, não há de se perder a fé, quando o assunto é o ser humano… Numa releitura da conjectura política de Macaúbas, diante do quadro que se apresenta, visto que como os seres mortais quanto os celestiais têm suas personalidades e características próprias… E, as semelhanças  do trio em certos pontos, talvez no “ponto” da “crônica anedótica” ou do “ouvir falar”… Leva-se ainda em consideração o “endeusar” do povo aos políticos, para muitos seres “celestiais”, que tudo podem, tipos até como “intocáveis”, e mais ainda os de “foro privilegiados”… Sendo assim, sem criar embaraços políticos e/ou de preferências e orientações religiosas,  seja na Terra ou no Céu… Vejamos…

Portal Político: o trio das tradições eleitorais... Muda, não muda, reservam-se!...
Portal Político: o trio das tradições eleitorais… Muda, não muda, reservam-se!…

Santo Antônio X “São Sebastião”: 

Tido como Santo casamenteiro, se na política seria um “cupido”, “jeitoso”, “diplomático”, um “costurador”, tendo assim, alguns políticos estes predicativos. Na verdade Santo Antônio, foi um Frande nascido no século Xlll em Lisboa (Portugal), e era tido como o “Propagador da Verdade” … Sua fama de “casamenteiro” procede daquela época onde as donzelas para se casarem, a família da noiva tinha que pagar um dote à família do noivo e Santo Antônio teria feito isso “na calada da noite” por uma donzela italiana sem condições… Outas benevolências atribuídas ao Santo é que era caridoso, a partir da cooperação de uma francesa, doava pães aos pobres, e tem-se no dia 13 de junho, no qual a Igreja Catálogo distribuía pães, na época, em suas consagrações.

Se Antônio fosse político, certamente seria um bom suspeito “comprador de voto”, quem sabe o autor do “bolsa família”, e quem sabe ainda um “petista” 13 – autêntico… Quanto “ajeitar” casamento tendo até ajuda de estrangeiros, seja francês ou sul americanos e quem sabe, por fim, de Cubanos,  mas, analogicamente aos últimos acontecimentos em Brasília, teria dado uma “mancada de português”, as tais pedaladas!?

Difícil é assemelha-lho a São Sebastião, este padroeiro da “terra da malandragem” Rio de Janeiro, e se não a de Caturama?… Mas já dizia o Bezerra da Silva: ... “Malando é Malandro, Mané é Mané!…” E mané, Sebastião não é!… Se não, não teria sido prefeito de Macaúbas por cinco mandatos, e este, pelo que se sabe é averso ao 13, diz dá azar, é ele é da direita!… Mas “couro duro”, já aquentou e certamente aguentará, muitas flechadas, seja dos “amigos” ou dos “inimigos”… Diz a História que São Sebastião era um soldado romano… Seu nome advêm do grego, que significa “divino” – “venerável”… Como disso, anteriormente, há ainda quem “venere” políticos como santos e até deuses fossem, e não seria incabível dizer que há quem venere o ex-prefeito de Macaúbas Sebastião Nunes… E a retórica ainda afirma que São Sebastião como saldado romano chegou a ser Capitão, e o de Lagoa Real, há quem o identifique, como “coronel”!… Se “sarué” ou “manga larga”, não se sabe!…

São João X  “São José”:

São João, conhecido como santo festeiro ou fogueteiro, nascido na Judeia, no dia 24 de junho, quando acendida uma fogueira para avisar seus familiares, dai as tradições das festas juninas…  Maria, em sua primeira visita ao bebê levou uma capelinha, um feixe de palha seca, e folhas de manjericão perfumadas.  Por isso o mastro, a fogueira, balões e fogos, simbolizam a tradicional Festa Junina.

João era um pregador, falava de amor e do reino de Deus, e assim, ele também não agradava os poderosos, principalmente, por denunciar problemas sociais. Por isso foi preso a mando do Rei Herodes, e depois decapitado, atendendo os caprichosos pedidos de Salomé, a filha do Rei. Um fato curioso é o nome de São João Batista ser citado nas três principais religiões: O Judaísmo, o Cristianismo e o Islamismo.
 .
Se João fosse político, certamente estaria envolvido na “Lava Jato”, e com certeza um “delator”, pois não “agradava os poderosos”… Mas, quanto a denunciar problemas sociais, aqueles que afligem “nossa gente nosso maior patrimônio”, assemelhava-se como fogueiras e fumaça… Mas um traço do “João”, é que era citado, como dito em três agremiações, nas quais “políticas religiosas” – induzindo que é bom de “lábia”, tendo “penetrações” em diversos grupos!… “Jeitoso”, e até vaidoso, pois, quando bebê, reza a História, Maria o presenteou com folhas de manjericão perfumadas!… Se hoje, a um político, a conotação era “vantagens indevidas”, ou melhor: propina!… E para os crédulos, simplesmente: presente…
Se assemelhado com seus predicativos com José João, não há que se negar a benevolência, os “exageros” pelas festas, e quem sabe das fogueiras, e mais profundamente, quem sabe:  “fogueira de fogo de palha”!… E quem tem “rabo de palha”, aconselha-se não pular fogueira!… Mas pular de grupo político pode, salvando assim, seu “rabo”, suas “palhas”!..
 .

São Pedro X “Santo Amélio”: 

São Pedro, nasceu em Betsaida, às margens do Mar da Galiléia, (Israel). Seu nome de nascimento era Simão. Quando conheceu Jesus, Simão era casado  e morava em Cafarnaum, importante cidade às margens do lago de Genesaré. Era filho de Jonas e tinha um irmão, André. Este foi quem o apresentou a Jesus. Os dois se tornaram discípulos de Jesus e mais tarde apóstolos. São Pedro era pescador e possuía um barco, em sociedade com seu irmão…

Nota-se que São Pedro era um pescador, dizia-se um “pescador de homens”, e há quem diga que “renegou” Jesus por três vezes… E também tido como o “cara que manda chuva” e mais ainda, têm as chaves do Céu, sendo lá até porteiro!…

Tendo laços estreitos com Cristo, no contexto político brasileiro, o qual não se diferencia do nosso cotidiano macaubense, talvez precisaremos de alguém que “tenha moral direta com o Homem”, que seja este Rui, o da Costa larga… Tipo para muitos como um “salvador”!… Para colocar ordem no “caos”!… Representando quem sabe o futuro? O poderia ter em suas mãos não as chaves do céu, mas do Passo Municipal…

Quanto a passagem bíblica que diz que Pedro negou conhecer a Jesus?… Nos palcos e “palanques” da vida ou eleitorais, assemelharia uma “renegação” a José João? …Que não o conheceu, ou que não o conhecia?… E é “sócio” de seu irmão!… Seria ai um “São Ricardo”, um sucessor seu? De fato, como Amélio, Pedro era um pescador de “homens”, aquele primeiro, o Costa, de eleitores… E também como padroeiro dos navegantes tem uma missão de colocar o barco à navegar e não deixar afundar!… Pois, se navegar é preciso, administrar bem, também!…

O significado do teu nome: Pedro, do grego, é “pedra”… E que esta, se bruta, após polida, que seja base para elevar templos às virtudes e que se cavem masmorras aos vícios para com a coisa pública… E que estas “pedras” não sejam usadas apenas para erguer “pracinhas”, mas templos da educação, saúde, pavimentação, barragens… E menos festas e mais trabalho!…

E ainda Pedro foi, segundo consta, primeiro Papa… E como homem comum, apenas prefeito, que o próximo eleito, não seja uma “papa-tudo”…

O significado dado ao nome Amélio:Dono de uma personalidade ativa e decidida, você é uma pessoa cheia de energia, sempre pronta a se lançar em alguma aventura. Uma vida sem desafios, para você não tem a menor graça. E como também é um líder nato, acaba arrastando os outros com o seu entusiasmo. Só tome cuidado para não se tornar um cabeça dura.”  Fonte: (veja aqui)

Anjos e Aarcanjos:

Sem esquecer da Câmara Municipal um dos “controles externos”, tão “externo” que parece extraterrestre, tipo assim, coisa do céu?… Quem sabe, e se assim for, lá teríamos nossos “anjos” e “arcanjos”, tidos para muitos dos eleitores que se equivocam com a real atribuição dos vereadores, os transformam nuns verdadeiros “anjos da guarda”… Apos, melhor: com mais duas vagas, há por ai, como estamos em ano eleitoral, pretendestes que devem subir aos “altares”, ou seja, nos “palanques” e desbravando verbos do “eu farei” do “prometo se eleitor for”, “ser o guardião dos seus diretos bem como serei incansável  na busca de melhorias!”… Pra quem?

___________________________________________________________________________

Nada que represente o pensar ou ponto de vista do editor do blog, ressalvando ai, o respeito as figuras religiosas, os seus seguidores, devotos, sem a pretensão de ofensas ou preconceito religioso ou político partidário, bem como o devido respeito as figuras públicas citadas, as analogias não passam de literárias para um fundo, quem sabe “lirico”, “crônico” e certamente “cômico”… Para que se evite ou inspire, seja um processo judicial ou celestial!…

E como sempre, o blog informa que não consegui manter contato seja com José, João, Pedro, Antônio, Sebastião ou Amélio, mas espaço fica aberto para interessados através do e-mail: [email protected]

Bases das informações sobre os santos foram em pesquisas no Google, para os demais “santos” o povo!…


Os comentários estão fechados.