De “piadas” à “morte”: “Violenotômetro” alerta sobre os “passos” da violência contra a mulher.

… De rosa a roxo, para o daltônico tudo é “rosa”, clara ou escura… Assim, é para o agressor, aquele que pratica violência contra a mulher.. O folheto distribuído pelo CREAS, COMDIM, Prefeitura de Macaúbas e Secretaria de Assistência e Ação Social, tendo uma lista de atitudes, iniciando das menos “perigosas” e disfarçadas, como 1– Piadas Ofensivas, passando pela 14– Machucar, até  a 27– Causar Lesão Corporal e por fim  29– Matar.

Quantos atos desta lista não já praticamos, consciente ou não, não vimos alguém praticar ou conhecemos alguém que já sofreu estes “constrangimentos”… É certo que muitos da lista, homens também já foram vitimas de suas companheiras, namoradas e/ou esposas indo do 01 ao 29 mas, a grande vítimas em escala colossal foi sempre a do sexo feminino. Por quê?

O machismo é histórico, é até visto no “Santo Livro da Lei”: a Bíblia, bem como em outros como o Alcorão, Torá, etc… Numa passagem em Gêneses, Adão se queixa de solidão ao Criador, Ele, certamente em linguagem figurada, da costela de Adão, fez Eva… (da parte menos “nobre” isso é machismo?)… Cristo escolheu, segundo texto bíblico, 12 apóstolos, homens! E por que não 12 mulheres?… A Igreja Catálogo fez a escolha por “homens” para serem os orientadores religiosos: padres, bispos, papas… Por que não mulheres?

A cultura machista remonta desde da Pré-história, da época do “homem das cavernas” (e por que não “na época da mulher das cavernas”?), o machista infelizmente, não é um comportamento exclusivo do homem, é um fator histórico, cultural, religioso. O machismo é o não aceitar o igual direito entre homens e mulheres, e essa recusa, essa não aceitação, por parte em especial do homem, é um dos grandes fatos geradores da violência contra a mulher…

Não há uma receita para se extinguir o machismo ou até mesmo a violência contra a mulher, a educação pode ajudar, as condições culturais, financeiras, religiosas, etc, mas ver-se muitos ataques contra a mulher, partido destes grupos cultural e financeiramente elevados… Talvez machismo não seja apenas um traço de caráter e sim de personalidade.

Quanto a lista de 29 sinais de violência contra a mulher, inicialmente no folheto é sugerido ao leitor e a leitora, e até a Língua Portuguesa é machista, quando inventaram os “gêneros”… Quando sugere: …” Tome cuidado, reaja, busque ajuda”… E fica a pergunta que poderia ser respondida no verso do folheto que está em branco: que tipos de cuidados? Que tipo de reações? Busque ajuda: ONDE?


Os comentários estão fechados.