Conheça os novos prefeitos eleitos na Bacia do Paramirim. As “surpresas” e o que já era dito como “certo”… Não deu!

Segundo o Sistema Eletrônico de Informação da Bahia (SEI), a Bacia do Paramirim é um dos menores Territórios de Identidade da Bahia com nove cidades, 158 mil habitantes e 9,6 mil km2 de extensão. Com os governos do PT novas nomenclaturas foram dadas a esse “pedaço da Bahia”, antes 23ª Região Administrativa, onde Macaúbas era sede regional, (anda o é), no entanto, houve uma grande descentralização, com novas “forças emergentes” da região, como é o caso de Paramrim, que entrou na disputa para da vanguarda regional. Mas, o que difere o município de Macaúbas dos demais, é a sua população que representa 1/3 de todo território, (hoje: 50.161 habitantes), além do seu vasto território, mesmo após a perda de 20% para Riacho de Santana (perda essa por abandono político-administrativo).

O novo cenário político da Bacia do Paramirim, não ficou muito diferente, mas nota-se algumas “surpresas” no novo cenário político, uma delas foi a derrota de dois prefeitos, o de Macaúbas e o de Érico Cardoso, este último um médico que perdeu com uma diferença de 544 votos, já o de Macaúbas, com apenas 82 votos, o que prova que cada voto tem seu valor e pode ser decisivo!

Nos demais municípios, a exemplo de Boquira, Caturama,  Paramirim, não houve mudança, sendo os atuais prefeitos reconduzidos aos cargos por mais 04 anos. Em Paramirim o ex-prefeito Dr. Júlio, não logrou êxito e perdeu para seu rival Beto, por 516 votos, uma eleição cheia de B.O, que movimentou os noticiários da região e do estado. Situação parecida em Caturama, onde o ex-prefeito Hugo Mendonça também se aventurou a concorrer, e perdeu feio, onde Dr. Paulo, obteve 70,77% dos votos, uma diferença de 2.634 votos, ou seja, apesar do pequeno eleitorado de Caturama, Dr. Paulo obteve a maior frente da região.

Já em Botuporã, o médico Dr. Paulo, que teve sua candidatura “sob judice” foi derrotado pelo pecuarista Edimilson, que obteve 58,62% dos votos, com uma diferença de 1.373 votos, também uma das maiores da região. Já Rio do Pires e Tanque Novo, o resultado também não surpreendeu, se mantendo os tradicionais no poder, sem grandes novidades.

Por fim, Macaúbas, com 50.161 habitantes e seus 33.940 eleitores, deu uma vitória apertada para Aloisio Rebonato, com seus 82 votos de frente que o levará a ocupar o posto de Chefe do Executivo do maior município  da região e ocupa a nível de Estado a 47ª posição em população. As razões que levaram Aloisio a lograr êxito neste pleito é uma análise interessante que servirá de “inspiração” para muitos que desejam o cargo, bem como para o grupo que saí do poder, é assunto para um “post” adiante!

Acompanhe agora os números para Prefeito na bacia do rio pequeno! (porcentagem = numero de votos)

01- Boquira: 

Luciano: 57,36% = 7.348

Marco: 38,87% = 4.979

Danilo:    3.77% =  483

02- Ibipitanga: 

Beto: 54,99% = 5.588

Toe: 45.01% = 4.574

03- Caturama: 

Dr. Paulo: 70,77% = 4.487

Hugo:       29,23% = 1.853

04- Botuporã: 

Edimilson 58,62% = 4.668

Dr. Paulo  41,38% = 3.295

05- Rio do Pires:

Vando 54.02% = 4.008

Cre     45.98% = 3.412

06- Paramirim: 

Beto      51.70%  = 7.255

Dr. Júlio 48,03   =  6.739

Everaldo 0,27% =  38

07- Érico Cardoso

Eraldo 53,96% = 3.710

Dr. Érico 46.04% 3.166

08- Tanque Novo

Dr. Ricardo 50.66% = 5.827

Elsão 49.34% = 5.675

09- Macaúbas 

Aloisio 47,60%  = 11.414

Amelinho 47,26% = 11.332

Dr. Elismar 5,14% = 1.233

 

 

 


Deixar uma Resposta