Com 76 casos ativos, Paramirim edita medidas restritivas por 120 dias para conter avanço da Covid-19.

Paramirim, imagem aérea (Foto Focado em Você)

Segundo nota do porta  A Tarde, a Prefeitura de Paramirim, no Sudoeste baiano, declarou situação de calamidade pública no município, devido ao avanço do número de casos confirmados de Covid-19 no município que tem pouco mais de 21 mil habitantes.

De acordo com o boletim divulgado na quinta-feira (6), Paramirim tem 76 casos ativos da doença, sendo que 40 foram computados nas últimas 24 horas, isso porque o município tem uma boa taxa de testagem, o que não ocorre com outros municípios da região que tem o dobro da população e tem apenas 02 casos, como é o caso de Macaúbas.

“O decreto irá valer, inicialmente, pelo período de 120 dias, podendo ser prorrogado de acordo com o cenário epidemiológico e o resultado das medidas de contenção da disseminação do novo Coronavírus”. Informa o A Tarde.

Beto edita medidas restritivas por 120 dias

“Entre as medidas emergenciais adotadas pelo prefeito Gilberto Brito (PSB)  para barrar a transmissão do novo Coronavírus, está a proibição de todas as atividades que impliquem em potencial aglomeração de pessoas.

O uso de máscara continua obrigatório e a fiscalização do cumprimento das disposições do decreto caberá à Secretaria Municipal de Saúde, através da Vigilância Sanitária, com o apoio da Guarda Civil Municipal e da Polícia Militar.” Finaliza nota.


Os comentários estão fechados.