CEUSMA: 46 anos!… Entre perdas e ganhos o saldo é positivo… E o terreno do Tororó é saldo negativo?

Imagem retirada do Mandakaru… Fica só na história! 

Por abandono administrativo Macaúbas perdeu para Riacho de Santana  cerca de 25% do seu território e mais de 1.000 habitantes, assim perdeu para Botuporã/Tanque Novo… Hoje com a nova revisão populacional do IBGE, Macaúbas recura para menos de 50 mil habitantes, perdendo assim fatia expressa do FPM, que estava em 2.2% e agora está em 2.0%, ou seja queda de 10%, o que representa quase 1/3 de 1 milhão de Reais! Ou mais… Agora o município corre atrás para provar que somos mais de 50 mil… O tal do “leite derramado”…

Há alguns anos atrás, uma invasão de outro patrimônio de Macaúbas, foi invadido em Salvador, na Rua José Duarte, 338 – Tororó, área nobre da capital baiana, avaliado em mais de R$ 1 milhão… Também por provável “prevaricação” do município…

Mais que território e população: uma identidade

Os Ciclos de Perdas de Macaúbas:

01- Uma Universidade Pública Federal, que deveria vir para Macaúbas foi para Barreiras;

02- Um Centro de Hemodiálise, que deveria vir para Macaúbas e foi para Ibotirama ou Seabra;

03- Uma Agencia do INSS, que deveria vir para Macaúbas e foi para um município do Ceará; 

04- Uma Policlínica que deveria vir para Macaúbas e foi para Brumado;

05-

06-…

A lista não é exaustiva… Sem falar nas perdas causadas pelas “perdas” ou seja, as consequências disso, no caso do território para Riacho de Santana, as perdas são DESASTROSAS, a contar pelos “royalties” da implantação do Parque Elólico, empregos, arrecadação, recursos minerais, ente estes o mais valioso ÁGUA… E já estamos sofrendo as primeira consequência, baixa no REPASSE DO FPM (Fundo de Participação dos Municípios)…

Mais que um terreno: a dignidade!

 

E falta ai a lista do que podeira ter, se tivéssemos em Ondina e no Planalto mais representação, ou melhorar a que temos hoje…

Por que isso acontece? 

Seria porque damos 82,57% dos votos no cara errado? Ou elegemos mal nossos representantes locais, estaduais e federais? ACHO QUE NÃO… Tem ai, algum macaubense (nato ou adotado), INDIGNADO com o que disse antes? ACHO QUE SIM… Mas é a minoria… E na política é assim: o que vale é a quantidade de VOTOS e não a QUALIDADE… Em 1992, 3 ou 4… Foi presidente do Grêmio Estudantil Prof. Zacarias do Amaral, tínhamos  um jornal chamado o Mandakaru… Num editorial: “S.O.S  Salve Macaúbas”, onde denuncie a venda de ação da Petrobrás e lixo na rua, fui então processado pelo prefeito na época… Com a sua morte o caso foi arquivado pela justiça!… E depois disso, a frente da Sucursal da Tribuna do Sertão foi processado por mais 2 vezes e mais recentemente foi ameaçado por matérias neste blog…E mais próximo foi processado pelo SAAE de Macaúbas, quando em 2012, denuncie a cobrança de 13 contas e uso de “palavras de encaixe sem vaselina”, ai Binho junto com Zé, veio uma Semana de Conciliação Judiciária, e acabamos por extinguir o processo e as contas o cidadão pagou “justas ou injustas”, pois o caso não chegou a ser julgado… E o relato é para que mesmo? Sim, quero dizer Que há mais de 30 anos sempre “futucando” o Poder Público sempre tive a certeza que Macaúbas tem tudo para ser uma “Boacaúbas”… Mas, com 72% do seu eleitorado não tendo o ensino primário completo, com práticas políticas do século passado, onde o cara “senta nos calcanhares” e pede voto a troca de caixa d’água, de dentadura… Fica difícil ter a população (ou sua maioria), preocupada com terreno do Tororó, com esgoto a céu aberto, com perda de território, com suposto “fechamento” de colégio… Nossa urgência é garantir o ALMOÇO, se sobrar a gente janta!… 

E a nota nos redes sociais sobre os 46 anos de CEUSMA?

Entre cerveja gelada  e deliciosa feijoada, que são bem vindas… Faltou a indignação da “salada” que estava azeda!

(“46 anos de CEUSMA !

Pessoal, o CEUSMA completou no dia 24 de setembro 46 anos de existência ! Para comemorar essa grandiosidade, realizamos uma feijoada com integração dos ex-residentes com os atuais. Foi uma oportunidade de troca de experiências, de rememorar importantes momentos da história do CEUSMA, tomar uma cervejinha gelada e comer uma deliciosa feijoada. Agradecemos a todos(as) que estiveram presentes ! Agradecemos também aos apoiadores para a realização da feijoada: Química na Moral (prof. Fábio Seixas) e o Cursinho Pré-vestibular Diferencial (ambos de Macaúbas) e ao Bardaria (situado na Rua Boulevard América, Jardim Baiano, em Salvador). Vejam as fotos desse momento que passou a fazer parte da história de nossa instituição: 
João Paulo Ferreira”)

Em 05 de junto de 2013. (clique no link  abaixo e reveja a matéria) 

E por fim,

…Entre perdas e ganhos o saldo é positivo, visto que apesar de Macaúbas esta “sucateada”, onde situação e oposição ainda não tem um posicionamento coerente com o que Macaúbas merece, ainda é de ser “otimista” ou para quem prefira “um realista esperançoso”…
Macaúbas é ainda sede da 23ª Região Administrativa do Estado, talvez por seu tamanho, sua numerosa população (em relação aos vizinhos), mas falta-nos o ORGULHO da liderança política regional, da institucionalização desta liderança, de ser de verdade uma LOCOMOTIVA e não um dos vagões!…
(texto sem revisão, qualquer deslize me processem pelos erro ortográficos, é preferível “matar a língua” que as idéias) 

Os comentários estão fechados.