Segundo informações de bastidores e preliminares, o prefeito de Macaúbas, Aloisio Rebonato, vem articulando a criação do Corpo de Bombeiros, o qual inicialmente deverá ter sede em Macaúbas, com atuação prioritária nos municípios da Bacia do Paramirim e circunvizinhos. Segundo consta, terá como ponte o deputado estadual Fabrício Falcão (PCdoB), e do empresário Robinson Nunes. Está sendo articulado por Falcão em Salvador, um encontro entre Rebonato  e o Comandante Geral da Polícia Militar da Bahia, o  Coronel  Paulo José Reis de Azevedo Coutinho.

Triângulo do Fogo: Rebonato, Nunes e Falcão

Sendo esta demanda atendida pelo Governo Rui Costa, será um grande feito social, político e estratégico para a região. Macaúbas e algumas cidades vizinhas de quando em vez é vítima de incêndios em lojas comerciais e imóveis outros, tendo que a população “acalmar” as chamas a base de “baldes d’água”, bem como os incêndios florestais que têm devastado a fauna e flora da região.

Infraestruturas outras devem ser criadas para a manutenção deste destacamento, uma delas é a instalação de hidrantes em pontos estratégicos da cidade, existindo apenas um em Macaúbas, que é o visto ao lado da agência do Banco do Brasil. Segundo costa, parte dos custos de mantença do destacamento deverá ficar por conta dos cofres municipais, se assim for é cogitado um “rateio” entre os municípios vizinhos, visto que a unidade, caso venha se instalar deverá ficar a serviços de toda região. Estes detalhes técnicos e políticos-administrativos serão pauta do encontro entre o Prefeito de Macaúbas e representante do Governo da Bahia, que ainda não tem data agendada.

 


Parcerias… Gil e Xangai busca novas conquistas (Foto ASCOM) 

Em vista ao Secretário Municipal de Cultura de Vitória da Conquista, Eugênio Avelino, mais conhecido por Xangai, que é compositor, músico e poeta – o secretário de cultura de Macaúbas,  Gil de França, transformou este encontro numa mensagem de valorização e incentivo a cultura de ambos município, em especial o de Macaúbas, que apesar de ter quase o dobre da idade de Conquista, ainda tem uma dívida centenária com os produtores, incentivadores e “consumidores” de cultura do município. Falar em cultura em “terras áridas”, onde o povo parece ter outras prioridades e mais ainda em tempos de pandemia, onde o setor de saúde também inspira mais atenção… No entanto, não só de pão vive o homem… E com este pensamento o secretário Gil de França, vem desenvolvendo um trabalho de valorização da diversidade cultura em Macaúbas, uma das iniciativas foi aliar a vacinação da Covid-19 às apresentações artísticas de músicos locais, sendo este o primeiro evento público em tempos pandêmicos!

A conversa bastante proveitosa, deverá estreitar os lados com novas conquistas culturais para ambos municípios. Um dos atos que é esperado que também está dentro da pasta da cultura, deverá ser a reforma do prédio da Fundação Cultura e Museu Regional de Macaúbas. E por fim, Xangai, fez a promessa de vir a Macaúbas, e certamente teremos uma “palhinha” deste!

 


Botuporã foi quem mais perdeu nesta estimativa.

A nova estimativa populacional do IBG pra este ano de 2021, não teve grandes impactos, hoje o Brasil tem 213,3 milhões de habitantes. Em nossa região quatro municípios tiveram pequena redução em sua população, entre estes, Boquira, Érico Cardoso, Caturama e Botuporã, este último foi o que mais perdeu em percentuais 0,78%, um número maior que os ganhos de Macaúbas que foi de 0,64% que representou 320 novos residentes em seu território.

Veja o quadro abaixo de como ficou a população de alguns municípios da região, em ordem de “ranking” a nível estadual.

47º      Macaúbas    50.161    50.481   0,64%
151º Paramirim 21.695 21.777 0,38%
153º Boquira 21.497 21.486 -0,05%
199º Tanque Novo 17.443 17.518 0,43%
244º Ibipitanga 14.947 14.989 0,28%
305º Rio do Pires 11.663 11.672 0,08%
327º Érico Cardoso 10.560 10.513 -0,45%
337º Botuporã 10.129 10.050 -0,78%
348º Caturama 9.316 9.303 -0,14%

Casa do Mel em Paratinga (Imagem cedida)
Segundo nota da Assessoria de Comunicação do órgão, o trabalho de associações de apicultores das comunidades rurais de Caibros e Morro de Dentro, no município de Paratinga (BA), está sendo fortalecido pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) com a instalação de uma unidade de beneficiamento de mel. O investimento na estrutura física e na aquisição de equipamentos será de aproximadamente R$ 250 mil. Em parceria com a Secretaria Nacional de Desenvolvimento Regional e Urbano do Ministério do Desenvolvimento Regional (SDRU/MDR), a ação visa estruturar o polo de apicultura da região de Ibotirama (BA).
“Vai nos beneficiar bastante com relação à qualidade do beneficiamento do mel, que a gente fazia ao ar livre, às vezes em local inadequado. Agora, com a casa de mel, a gente vai ter mais qualidade no nosso produto”, avalia Maria de Oliveira, apicultora da comunidade de Caibros.
 O apicultor Manuel Lourenço, da comunidade Morro de Dentro, trabalha com 20 colmeias. A produtividade média é de 30 quilos por colmeia. “Espero que, com essa unidade de extração de mel, o desenvolvimento da nossa atividade seja muito maior. É um mel de muita qualidade que pode ser exportado para qualquer lugar”, diz.
“Nesse processo de apoio a apicultura na região, ressalto a participação da Secretaria de Agricultura de Paratinga, da Fundação de Desenvolvimento Integrado do São Francisco (Fundifran) e da Cooperativa de Apicultores do Médio São Francisco (Coopamesf), que desde o início foram parceiros da Codevasf no apoio da atividade apícola em todo o território Velho Chico. A unidade de beneficiamento de mel contará também com móveis para o escritório e equipamentos para beneficiamento e armazenamento do mel, os quais estão em processo de aquisição”, afirma Wilson Neri, técnico da 2ª Superintendência Regional da Codevasf, sediada em Bom Jesus da Lapa (BA).
Entre os equipamentos que estão em processo de aquisição estão: centrífugas com capacidade para 48 quilos; centrífugas manuais com capacidade para 20 quilos; decantadores com capacidade para 350 quilos; decantadores com capacidade para 200 quilos; mesas desoperculadoras; mesas desoperculadoras para favos; balança de plataforma com capacidade para 150 quilos; outra balança de plataforma, com capacidade para 15 quilos; derretedores de cera e cilindros alveoladores.
“A conclusão da unidade de beneficiamento de mel na comunidade de Caibros é uma ação que vai suprir a demanda de uma microrregião que desde 2013 vem sendo apoiada pela Codevasf com o repasse de kits produtivos e equipamentos de beneficiamento de mel. Cabe ressaltar a importância da atividade apícola para a agricultura familiar, que, além de ser uma atividade que gera renda, contribui para a preservação ambiental”, diz Wilson Neri.

Informações preliminares dão conta que o Novo Coronavirus, fez mais uma vítima na cidade de Ibipitanga, sudoeste da Bahia, a Senhora conhecida na cidade por Dona Naninha, (Ana Maria de Oliveira Pina, 69 anos) morada do interior do município, que estava internada e já tinha saúde frágil, não resistiu as complicações da doença e veio a óbito no crepúsculo desta fatídica quarta feira, 21 de outubro. A informação ainda não consta no Boletim Oficial do município, talvez o mesmo tenha sido publicado após o ocorrido, a Secretaria de Saúde local deverá emitir nota oficial sobre as circunstância após os procedimentos médicos legais.

Veja abaixo nota de pesar do Município de Ibipitanga:

O boletim oficial, trouxe hoje o registro de mais 05 novos casos, subindo para 53 o número de pessoas ainda não recuperadas. No início da semana foi registrada a morte por Covid-19 de um jovem de 24 anos. Oficialmente o município desde o início da pandemia, contabiliza 162 caos, no entanto, sabe-se que estes números tanto em Ibipitanga como em qualquer lugar do mundo, não corresponde com os números reais. Há estudos que represente apenas 10% dos realmente infectados, visto que a maioria são assintomáticos ou há sub notificações.

Segundo fontes, os casos se espalharam no município após evento político com grande aglomerações de pessoas, o fato chegou a ser notícia no G1, portal de notícias da Rede Globo. Em Paramirim a Justiça Eleitoral proibiu em sua jurisdição eventos políticos que gere aglomerações de eleitores, já em Macaúbas o MP ainda não emitiu nota oficial sobre o assunto.

(Nota do Blog: o blog informa que recebeu informações e fotos, equivocadas, muitas circulantes em redes sociais, após averiguações, foi feita nova redação, a imagem antes usada, não corresponde com a da vitima de Covid-19, pelo engano, a redação pede desculpas a dona da imagem, seus familiares e amigos, bem como o leitor. Editado: às 8:00 de 22/10/2020) 

 

 


Eis ai o provável preço das “aglomerações” provocadas por eventos políticos e às vezes, nem sempre as vítimas participam destes eventos,  são contaminadas por terceiros. Em Paramirim a Justiça Eleitoral proibiu eventos políticos que provoque aglomerações.

Desportista, primeira vitima de Covid em Ibipitanga. (Foto Redes Sociais)

Essa primeira morte registrada em Ibipitanga, nesta manhã de terça feira, 20, se trata de um jovem de apenas 24 anos, aparentemente gozando de perfeita saúde física e mental, contrariando assim, do que se diz e conhece do “público alvo” do Covid-19. A morte ocorreu em Vitória da Conquista, a vitima Uanderson Santos, era conhecido por Uzim, solteiro, treinador de futebol amador, ou seja um desportista em plena forma física, não foi o suficiente para reduzir as estatísticas desta triste e traiçoeira doença.

Segundo o ultimo boletim, publicado nesta segunda 19, foram registrados 07 novos casos, subindo para 149 registros, destes 89 curados, 56 ativos e 01 óbito que não consta neste boletim. O município de Ibipitanga conta com apenas 02 leitos para o Covid-19, os quais estão ocupados, e mais um improvisado, segundo nota, e tendo 04 pacientes em estado grave em Vitória da Conquista.

Veja o ultimo boletim e nota da Secretaria de Saúde de Ibipitanga,

 

 


Comarca de Paramirim

Conforme decisão do juiz eleitoral da Comarca de Paramirim, que compreende os municípios de Água Quente, Caturama, Rio do Pires e o próprio Paramirim, pedido este do Ministério Público local, que viu na região, a exemplo de Ibipitanga, que os eventos políticos sem controle aumentou consideravelmente o número de casos do Covid-19, levando a casos de internação fora do município, onde dezenas de pacientes de Ibipitanga foram transferido para Vitória da Conquista, visto que no município não há UTI ou respiradores suficientes.

Em Macaúbas o Prefeito Amélio Costa, candidato a reeleição, fechou as fronteiras da cidade, não podendo adentrar na cidade “turistas”, visitantes que não sejam a trabalho ou tratamento médico. Por enquanto, em Macaúbas, não há registro de eventos políticos de médio porte, há um consenso entre os candidato de não realizarem carreata ou “motocada”, para que se preserve a saúde do cidadão!

Veja trecho da determinação da Justiça Eleitoral de Paramirim, 111ª Zona Eleitoral:

Trecho final da decisão:

“[…] acolho o pleito liminar contido na inicial para determinar que os requeridos, acima nominados, cumpram integralmente as regras sanitárias expressamente recomendadas pela autoridade sanitária estadual, por meio do Parecer Técnico COE Saúde nº 20/2020, abstendo-se de promover, incentivar, realizar ou participar dos atos de propaganda eleitoral presenciais que contrariem, em especial, as seguintes orientações técnicas:a) proibição de eventos presenciais como comícios, passeatas e caminhadas;b) proibição de realizar carretas acompanhadas por pessoas a pé;c) proibição de distribuir panfletos, folhetos, adesivos, dentre outros impressos, durante as carreatas;d) proibição de desfilar em veículo aberto, acompanhado de mais de 03 pessoas.Fixo multa no valor de R$20.000,00 (vinte mil reais) para cada ato de descumprimento dessa ordem judicial, que será destinada ao Fundo Partidário.”


Segundo nota do site Paramirim Agora, “por meio de decreto publicado nesta segunda-feira (30), o prefeito de Paramirim, Gilberto Brito, reduziu pela metade o próprio salário e o do vice-prefeito, João Ricardo Matos. Em razão da pandemia do novo CORONAVÍRUS (COVID-19).
De acordo com o documento, a medida começará a valer “a partir do dia 1º de abril de 2020” e durará “enquanto perdurar a Situação de Emergência no âmbito da Saúde Púbica Municipal”, decretada em decorrência da pandemia de coronavírus.”