Em fase de acabamento

Uma antiga promessa do prefeito Amelinho, o Centro de Abastecimento, um complexo onde também abriga Mercado Municipal, Estacionamento, Feira Livre, obras sustentáveis, com captação das águas de chuva, modernas instalações, tendo banheiro público para feirantes, espaço para restaurantes populares e toda infraestrutura para os produtores de Macaúbas, negociarem seus produtos hortifrutigranjeiros e assim, fazer a roda da economia local voltar a girar, beneficiando assim, direta e indiretamente o comércio local.

Segundo o prefeito Amélinho, em contato com a redação do blog, diz que: … “Esta obra muito esperada pela comunidade, irá possibilitar a Prefeitura a fazer intervenções também na atual praça da feira (Praça Inácio Alves), com a desocupação das barracas que ali estão, as quais serão transferidas para o Centro de Abastecimento, alí podemos melhorar, transformar num lugar mais agradável e também melhorar o comércio, dando melhor infraestrutura, outro fator importante, é que a Nova Praça da Feira, irá gerar dezenas de empregos, melhor qualidade de vida e renda para os produtores rurais, e também, com a finalização da obra do Centro de Artesanato, irá juntar-se ao complexo e melhorar ainda mais a vida do macaubense”… 


A Secretaria Municipal de Administração através do Setor de Identificação de Macaúbas comunica que a partir desta segunda-feira, 06 de janeiro de 2020 o Setor de Identificação estará atendendo a população na Casa do Empreendedor, localizada na Rua Dois de Julho – Centro (ao lado do Colégio Cônego Firmino Soares).

O Setor informa ainda que todos os serviços como retirada de Identidade, Reservista e Carteira de Trabalho, estão sendo realizados normalmente.

A mudança tem como objetivo melhor o atendimento e facilitar para população, já que se trata de um espaço mais amplo e acessível. Lembrando que desde o segundo semestre de 2019 o Setor através de uma parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social reduziu o prazo que o cidadão recebia sua identidade (RG), de 06 meses para 20 dias.

Funcionando das 07h às 13h, o Setor atende todo o município de Macaúbas e outras regiões. No site da Prefeitura o cidadão pode consultar através do endereço: www.prefeiturademacaubas.ba.gov.br/ssp-ba a lista atualizada da relação de Identidades (RG) disponíveis no setor.


A conta chegou… Mas a água não!…

Certamente não é consolo para Macaúbas, mas ela há anos já é realidade em municípios como Boquira, Ibipitanga, Caturama, Botuporã… E em Macaúbas “sorte” nossa ainda é o Tinguí, (ou Tinguís?) que representa mais de 70% da fonte e mais poços artesianos espalhados pelo município, além da nascente do Coité, sem mencionar que cerca de 15% da população (do baixio) é servida por carro pipa!… A promessa do atual governo Rui Costa, em seu mandato anterior era a construção da Adutora do Zabumbão e mais duas barragens no leito do Rio Paramirim e no Rio da Caixa, no município de Rio do Pires, no entanto, a obra não teve a devida atenção tando do governo quando dos políticos da região e assim, do povo!…     

No entanto:

Macaúbas sempre esteve em “crise hídrica”, porém após a ETA do Tinguí foi amenizada más, entendo que com o “sistema de manobras” o que redireciona água para uma parte da cidade e para outra, isso evidencia que não temos água o suficiente para manter as tubulações sempre cheias, ou seja em “alta pressão”, pois, quando um sistema é desligado para abastecer outro, isso causa o “esfazimento”  das tubulações, causando entre outros problemas o rompimento de dutos, e até a contaminação da água, informações estas repassadas por um servidor do próprio SAAE… Assim sendo, as autoridades (nos grandes centros), não recomendam o armazenamento de água, pois lá, exite (existia, em muitos casos), água na torneira 24h…

A coisa é tão séria, que quando em época festiva Macaúbas recebe “meia dúzia” de pessoas a mais (muitos destes macaubenses que retornam a seus lares), compromete o sistema de distribuição de água, congestiona o trânsito e falta até “pão na padaria”… O que mostrá-nos que ainda não temos um “plano” para tais momentos e segundo comentava o Prof, Ático, ainda estamos em estágio de evolução civilizatória, e ainda entre o perfil rural e urbano, o que ele chamava de “Rurbano”, neologista nato, como acostumamos ouvir que “manobra” no sistema de distribuição de água em Macaúbas, NUNCA significou CRISE HÍDRICA… O que não corresponde a verdade!

E por fim: 

O SAAE, a Câmara de Vereadores e iniciativa do próprio Executivo, ACIMAC , igrejas e outros representantes da sociedade civil – deveriam propor ao Legislativo Municipal leis, que possam “educar” e “punir” usuários que fazem mau uso das águas, com as observadas pelo SAAE, no entanto, um próprio servidor da autarquia, declarou em “off” que cerca de 40% das águas captadas e tratadas pelo SAAE, por diversas razões não chegam as suas torneiras, e cita alguns das razões: “gato”, roubo de água, algumas até enchendo aguadas, cochos, residências, e outra vazamento, este “pinga-pinga” e até grande vazamentos são um dos maiores desafios!… Em ambos casos falta investimentos, fiscalização e punição!…

Esperamos ter indignado e assutado o nobre leitor e despertado nas autoridades mais que responsabilidade política administrativa e sim bom senso e humanidade!

Veja preocupante nota do SAAE, sobre a crise hídrica, e suas orientações… 

                                       NOTA DE INTERESSE PÚBLICO

“O Serviço Autônomo de Água e Esgoto – SAAE, do Município de Macaúbas, tendo em vista a época do ano de maior seca e a cidade cheia de visitantes, a captação de água não cobre a demanda, devido está operando no seu máximo (24 horas) o que dificulta o abastecimento dos seus usuários, tanto na sede como no setor rural, principalmente as redes de distribuição que são abastecidos com a captação Tinguí. Baseado nos fatos o SAAE, vem comunicar a todos os usuários que foi implementado alterações nas manobras de costume, quem era abastecido de 02 em 02 dias, passou a ser abastecido de 03 em 03 dias, para que dessa forma possamos levar o abastecimento em todas as extensões e finais de redes, onde há mais dificuldades para chegar água. E, ainda contamos com os imprevistos de operação, devido depender de outras parcerias, domingo (29/12/2019) a captação Tinguí ficou 30 horas sem energia elétrica até a solução do problema de quedas de energia, infelizmente não temos como não repassar esse atraso aos usuários, a distribuição só poderá ser feita com reservatório cheio, como dito acima, o nosso sistema já opera no seu limite de 24 horas e ainda assim não conseguimos abastecer de forma igualitária. Contamos com a compreensão de todos e tenham tranquilidade que dentro do possível o SAAE vai restabelecendo o abastecimento a toda a comunidade macaubense, pedimos também a colaboração de todos evitando os desperdícios ou o uso inadequado da água, como:

  • Lavar calçadas com mangueiras;
  • Lavar carros na porta de casa;
  • Molhar ruas;
  • Evitar banhos demorados etc…

E, percebendo quaisquer tipos de vazamentos ou desperdícios de água, comunicar imediatamente ao SAAE, pelos telefones:

 77-3473-1141 / 1142 – 0800-284-2004 (podendo ligar de celular).

À noite, finais de semana e feriados: (77) 9 9979-8055.

Contamos com a compreensão e colaboração de todos.


O Instituto Federal de Educação, Ciências e tecnologias da Bahia, abre inscrições para o curso em nível de Especialização em Ensino de Ciências – Ciência é 10 na modalidade a distância,   vagas remanescentes , para o polo de Macaúbas,  façam suas inscrições são apenas 20 vagas restantes,  aproveitem a oportunidade .

 A seleção será feita por ordem de inscrição. Todos os alunos inscritos até o número regimental de vagas serão admitidos no curso, demais vagas configura-se como cadastro reserva.

As inscrições para o processo seletivo são gratuitas e serão realizadas por meio do preenchimento do formulário de inscrição online, no período de 23 de dezembro de 2019 a 10 de janeiro de 2020 exclusivamente via internet, através do link:

https://forms.gle/TmQc7JurvjTA61nw7

Antes de preencher a inscrição, o candidato deverá ler cuidadosamente o Edital e verificar se atende a todos os  requisitos.

VEJA O EDITAL


Sob o patrocínio da Prefeitura de Macaúbas e organização da Secretaria de Cultura, uma das mais tradicionais festas do ano, o Reveillon, que consolidou-se e a segunda maior em público, deverá contar para a virada Joãozinho Dantas e Eliene Martins, mais a prata da casa Bruno Moreno!… E não acaba ai, o festival de fogos de artifício deverá ser um dos maiores da história…

A festa acontece no coração da cidade, na Praça da Matriz, no dia 31 de dezembro/19… Atraindo milhares de pessoas e boas energias na recepção do Ano Novo!… Vem pra K, você também!…


Amelinho diz que a Casa é de todos…

Após ter feito a  adesão ao Programa Cidade Empreendedora, coordenado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas -Sebrae-BA, o Exmo. Sr. Prefeito Amélio Costa Junior assinou  o Decreto No.  0074, de 24 de maio de 2019, dispondo sobre a criação do Comitê Gestor do Plano Municipal de Desenvolvimento dos Pequenos Negócios -PMD, com a finalidade de promover e coordenar as políticas públicas voltadas ao desenvolvimento e fortalecimento das Microempresas,  Empresas de Pequeno Porte e  Microempreendedores Individuais -MEI. No período de maio a dezembro de 2019, Macaúbas desenvolveu um Plano de Ação  com a participação de Grupos de Trabalho, formados por representantes dos órgãos do Poder Executivo Municipal e por representantes de instituições da sociedade civil organizada, contemplando os seguintes eixos:

  1. COMPRAS PUBLICAS, para o ampliação da participação dos pequenos negócios no volume de compras governamentais e o fortalecimento da agricultura familiar na merenda escolar.
  2. DESBUROCRATIZAÇÃO,  integração do município à Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legislação de Empresas e Negócios – REDESIMPLES, além da implantação da Sala do Empreendedor (Casa do Empreendedor), para facilitar a abertura de empresas através de atendimento integrado em um menor espaço de tempo, como também orientar e prestar assistência às Micro, Pequenas Empresas e ao Microempreendedor Individual -MEI. Os servidores foram qualificados pela Junta Comercial do Estado da Bahia – JUCEB e o sistema já está funcionando no Município. A Casa do Empreendedor estará sendo inaugurada no dia 12 de dezembro.
  3. CULTURA EMPREENDEDORA., onde foram capacitados os professores da rede básica de ensino para a  implementação do Programa Jovens Empreendedores Primeiros Passos -JEPP. A a meta é atingir em média 1 mil alunos por ano nas escolas da área urbana e da área rural com o material didático elaborado pelo Sebrae sobre educação empreendedora.
  4.  ENERGIA /MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL, coordenado pela Secretaria do Meio Ambiente, foi elaborado um plano de ação com atenção básica às questões voltadas para o uso de energias renováveis, coleta seletiva e reciclagem de lixo, recursos hídricos, dentre outros.
  5. GESTÃO MUNICIPAL, onde foi nomeado o Agente de Desenvolvimento Eliel Lopes Guimarães, que recebeu qualificação para coordenar os trabalhos da Casa do Empreendedor, bem como buscar mecanismos para a qualificação de novos servidores para o aprimoramento da Gestão Municipal.

O Sebrae contribuiu nesse período de maio a dezembro de 2019 com o acompanhamento de consultores especializados, tanto para a qualificação quanto para a elaboração do Plano de Ação  em todos os Eixos que compõem o Programa Cidade Empreendedora. Inicialmente foi aplicado um diagnóstico onde Macaúbas recebeu a classificação de nível básico para o incremento de pequenos negócios e ao final dos trabalhos, com as ações implementadas pelos grupos de trabalho, passa a ser incluída na lista de municípios de nível avançado, segundo com os critérios do Sebrae, com ações direcionadas ao fortalecimento do ambiente de negócios para as micro e pequenas empresas, além dos microempreendedores individuais – MEI.

Depois de todas essas etapas e com muito empenho da gestão municipal e todos os envolvidos a Casa do Empreendedor foi inaugurada na tarde desta quinta-feira, 12 de dezembro de 2019 na Rua 2 de Julho, centro de Macaúbas e contou com diversas autoridades como o Prefeito de Macaúbas, Amélio Costa Jr.,  Consultora do SEBRAE Maria Antônia, o Presidente da Câmara, Anderson Gumes, Secretários: Jakson Silva (Administração), Marbenildo (Meio Ambiente), Daiana (Saúde), David (Cultura), o agente de Desenvolvimento Eliel Lopes, o Presidente da ACIMAC, Jusa, outras autoridades e representantes de diversos setores do município.


 

Limpeza dos córregos que levam água para o Açude

A falta de chuvas regulares: 

Inicialmente estamos no Semi Árido, a irregularidade (ou sazonalidade) das chuvas é natural, no entanto, nas últimas décadas tem reduzido o “período natural das chuvas” bem como sua intensidade e volume… Se chove menos, teoricamente temos menos água… E as razões por essa redução, são diversas, há quem discorde do Aquecimento Global, do desmatamento da Amazônia (e do local), há ainda que credita isso a  Deus… Sim, as razões importam, pois só sabendo quais são é que podemos minimizar suas consequências… Lembrando que “rezar” ou “orar” não faz mal, no enanto associe a isso a Consciência Ambiental que engloba a preservação tanto das matas nativas na região, do Brasil e de todo Planeta, pois somo todo Um Só!… E não por isso, devemos viver “sozinhos”!…

Porém a segunda maior consequência, é o assoreamento, dos córregos que alimentam a bacia da Lagoa do Açude, bem como as “micros” barragens no leito destes córregos – pois, mesmo o menor volume de chuvas que possa cair em sua Bacia Hidrográfica, não irá chegar a barragem, se tem antes delas as “barreiras”, e aliado a isso, os córregos fechados, entupidos, nivelados pelo assoreamento… Entenda melhor:

Assoreamento:

O que é isso e o que causa!

 É o acúmulo de sedimentos pelo depósito de terra, areia, argila, detritos etc., na calha de um rio, na sua foz, em uma baía, um lago etc., consequência direta de enchentes pluviais, frequentemente devido ao mau uso do solo e da degradação da bacia hidrográfica, causada por desmatamentos, monoculturas, garimpos predatórios, construções etc. 

E como resolver isso? 

Neste caso específico do Açude de Macaúbas, durante anos faltaram “vontade política” e “coragem”, quanto aos recursos financeiros e o diagnósticos estes nunca faltaram… O maior empecilho para se limpar os córregos que alimentam a Barragem do Açude, foi o medo de perder votos, pois teriam que “mexer” com dezenas de propriedades rurais, “pedir licença” e sair “quebrando cercas” para limpar os córregos e ainda como “destruir” as pequenas barragens particulares e ainda, isso seria necessário?… Se chover o suficiente, talvez não, pois o volume de água seria o suficiente para transpor estas “micros barragens” e tanques, no entanto, não há chuvas o suficiente nem para umedecê-las… Então “rezar” pode ajudar!…

Em suma: a atual administração, sob a responsabilidade do Prefeito Amelinho, com um estudo na mão do Diagnóstico da Bacia do Açude, realizado há alguns anos pelo Governo do Estado, o qual apontaram diversas razões entre elas o assoreamento, conseguir verbas e vontade política para realiza a obra que teve início neste mês, agora é esperar chover para que a lagoa possa fazer seu papel: armazenar água, gerando assim, riquezas e esperanças para o sertanejo!… Que segundo Euclides da Cunha, é “Antes de Tudo Um Forte”…

Veja nota complementar do site da Prefeitura de Macaúbas. As belas imagens são do super drone de Itamar Alves, ele também aluga o equipamento!

 

…”O Convênio foi firmado com a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e da Parnaíba – CODEVASF, no semestre passado. Os recursos para a realização desta obra veio através de muito empenho do Prefeito Municipal Amélio Costa Jr. e do Deputado Federal Sérgio Brito, que conseguiu a emenda de quase 1 milhão de reais para a recuperação da Barragem que tem a capacidade de acumular mais de 24 milhões de metros cúbicos de água. 

Após a conclusão da obra, a Lagoa aumentará a capacidade de captação de água, favorecendo o abastecimento regular na região para consumo humano; produção agropecuária; desenvolvimento da piscicultura, gerando emprego e renda, melhorando a qualidade de vida da população e atendendo os anseios da comunidade do Açude e toda  região”…


Mudando uma realidade que não mais existe!…

Um dos maiores e mais planejados bairros de Macaúbas, projetado pelo Engenheiro Civil Dr. Ayrton Borges, com ruas largas, lotes escriturados, com doação e reserva legal… Onde também está o Horto Florestal da Cidade, área de mais de três hectares de terras onde há um Projeto Ambiental em andamento, ampla área verde, cercada e protegida, fruto de convênio com a Prefeitura, empresários e governo do estado.

Segundo o prefeito Amelinho em contato com a redação do blog, disse que quase todas as ruas do Bairro Bela vista, as quais estavam dentro do projeto de pavimentação, já estão pontas para receber o meio e entregue a população, que a obra é uma antiga reivindicação da população, que convivia com lixo e entulho…

Amelinho ressalta que obras como esta eleva a auto estima dos moradores, dando mais segurança e valorizando imóveis. E que o Horto Florestal é uma reserva ambiental protegida por Lei Municipal