Conforme nota da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, mas uma vez, com a ajuda e colaboração da comunidade macaubense, através de denúncia anônima, e com o apoio Secretário Interino o senhor Marbenildo Firmino dos Santos e da Prefeitura de Macaúbas, a Secretaria vem atuando através dos seus Técnicos, de maneira eficaz e contínua, na busca do equilíbrio ambiental no município de Macaúbas, em relação à fauna, flora, abertura de loteamentos, minerações entre outros assuntos pertinentes a pasta.

Desta forma, no dia 15 de janeiro deste corrente ano, conforme Lei Municipal nº 657/2017 e Lei Federal nº 9605/98, foram apreendidas mais 15 (quinze) gaiolas e 44 (quarenta e quatro) aves de diversas espécies como: Canário da Terra (Sicalis flaveola), Papa-Capim (Sporophila nigricollis), Papa-Coleiro (não encontrado), Azulão (Cyanocompsa brissonii), Cardial (Paroaria dominicana), Coleirinho (Sporophila caerulescens), Bigodinho (Sporophila lineola), Tiziu (Volatinia jacarina) e Baia/Garibaldi (Chrysomus ruficapillus), todas nativas da região.

Após a apreensão, todas as aves foram avaliadas pelos técnicos, triadas e catalogadas, e as que permaneciam em seu estado selvagem, foram devolvidas a natureza, em um habitat preservado e particular, com abundância de alimentos e água, enquanto outras foram conduzidas ao mesmo local, e aguardarão a readaptação para também serem soltas.

Vale salientar, que, o infrator foi notificado, e no prazo de 05 (cinco) dias deverá comparecer a esta Secretaria para prestar esclarecimentos, e se necessário, responderá criminal e administrativamente, conforme as Leis Ambientais vigentes.

Mas uma vez, esta Secretaria agradece a colaboração de todos, e pede que continuem denunciando.

Fone para Denuncia: (77) 3473-1916.

E-mail: [email protected]


07 lugares ideal para familia

Uma excelente oportunidade, carro raridade em excelente estado de conservação, novo – novo… Top de linha, Pajero Dakar completão, automático, com bancos de couro, sete lugares, super confortável… Único dono, todo quitado. Ligue agora para saber mais informações sobre a venda e condições de pagamento:  (77) 3473:1088.


Apreensão fruto de denuncia (Imagem cedida)

Conforme nota da Assessoria de Comunicação da SEMA, nesta terçã feira, 09 de janeiro deste corrente ano, através de denúncia anônima, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, em parceria com a Guarnição da Polícia Militar e Delegado de Policia Civil, apreendeu 52 aves silvestres da espécie canário da terra (nome cientifico: Sicalis flaveola) e 10 gaiolas.

Equipe da SEMA com o apoio da Polícia Militar

Após a operação, o infrator foi encaminhado à delegacia pela Polícia Militar, por crime ambiental, onde prestou esclarecimentos e em seguida foi liberado, e ficará à disposição para responder criminal e administrativamente conforme as Leis Ambientais vigentes.

Após devido trato, aves foram soltas

Logo em seguida, as aves foram tratadas, alimentadas pelos técnicos da SEMMA e devolvidas a natureza. As gaiolas foram incineradas, como podem ser vistas nas imagens.

Esta operação só foi realizada com o apoio da população, deste modo, esta Secretaria pede o apoio de todos. Denuncie! Vocês estarão realizando um ato de cidadania.

Telefone para   Denuncia: (77) 3473:191


Chuvas do dia anterior fez barragem romper (Imagem cedida)

Conforme nota de cidadão que preferiu não ser identificado, no dia 05 de janeiro deste ano uma barragem localizada na localidade rural denominada “Peixe” rompeu causando transtornos a população local que precisavam se deslocar a sede do município de Macaúbas, para escoar suas produções para serem vendidas na feira local, sendo uma das suas principais fontes de renda.

Moradores pedem reparação da obra

Segundo informações preliminares e não oficiais, a obra foi realizada pela CODEVASF por intermédio da oposição. O blog manteve contato com Neto Nogueira, representante da oposição informando que já manteve contato com a Codevasf, órgão responsável pela construção, para fazer os devidos reparos e disse que oportunamente irá emitir nota sobre o assunto.

 


Ponto já alugado. ANUNCIE AQUI SEU IMÓVEL.

Imóveis novos de alto padrão no centro comercial de Macaúbas, localizados na Rua Baldoino Dos Anjos Neto, (Rua do Comercial Juliano e Rosana) próximo a Praça da Feira. São três imóveis.

Apartamento alugado. ANUNCIE AQUI SEU IMÓVEL

01- Ponto Comercial medindo 5m de frente X 23m de comprimento;

02- Sala Comercial no primeiro piso, com mais de 20m2;

03- Apartamento com 2/4 (01 suite), sala, ampla cozinha, área de serviço e banheiro social.

Interessados devem manter contato com Juliano ou Rosana através dos telefones; (77) 99970-2615 ou 3473-1570.

Ampla sala comercial, no centro da cidade. Com banheiro e fácil acesso

Usando também as redes sociais na internet, o Secretário de Agricultura de Macaúbas, Gilberto Augustinho da Silva, presta esclarecimentos sobre o Garantia-Safra, veja nota e seu posicionamento:

“Nota de Esclarecimento.

No último dia 30/12/2017, circulou um vídeo no Facebook, noticiando que os agricultores familiares de Macaúbas estariam sem receber o Garantia-Safra por falta de pagamento da Prefeitura. Esclareço a todos que a informação veiculada não é verdadeira; A prefeitura pagou sim todas as parcelas de obrigação do município e os agricultores estão recebendo normalmente seus benefícios da safra 2016/2017 e pra safra 2017/2018, a prefeitura aumentou as cotas de 3000 para 3200. Graças a Deus, este ano a Secretaria de Agricultura conseguiu fazer um grande trabalho e conseguiu projetos importantes para o município, e as perspectivas pra este ano, é de muitas melhorias, onde serão concretizados alguns dos projetos iniciados em 2017. A atual administração tem honrado seus compromissos e está empenhada em melhorar cada vez mais o apoio aos agricultores familiares de nosso município. Agradecemos a todos pela compreensão e nos colocamos a disposição de todos.
Um forte abraço.” (Gilberto Augustinho da Silva – Secretário da Agricultura de Macaúbas) 

O que é Garantia-Safra? 

Segundo o portal do Ministério da Agricultura, o Garantia-Safra (GS) é uma ação do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) inicialmente voltada para os agricultores familiares que vivem no Nordeste do Brasil e no Norte dos estados de Minas Gerais e do Espírito Santo. A região é a área de atuação da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), majoritariamente semiárida e que sofre perda sistemática de safra por motivo de seca ou excesso de chuvas.

Com a Lei Nº 12.766, de 27 de dezembro de 2012, o Poder Executivo foi autorizado a incluir agricultores familiares de outros municípios situados fora da área da Sudene, desde que atendidos previamente alguns requisitos como a comprovação de que os agricultores familiares se encontram em municípios com perdas sistemáticas de produção em função da seca ou excesso de chuva.

Beneficiário e Benefício

O Garantia-Safra tem como beneficiários os agricultores que possuem renda familiar mensal de, no máximo, 1,5 (um e meio) salário mínimo e que plantam entre 0,6 e 5 hectares de feijão, milho, arroz, mandioca, algodão.

Uma vez aderidos ao programa, eles passam a receber o benefício quando o município em que moram comprova a perda de, pelo menos, 50% do conjunto dessas produções, ou de outras a serem definidas pelo órgão gestor do Fundo Garantia-Safra, em razão de estiagem ou excesso hídrico.

O valor do Benefício Garantia-Safra e a quantidade de agricultores a serem segurados pelo GS são definidos anualmente durante a reunião do Comitê Gestor do Garantia-Safra.

Atualmente, o valor do benefício é igual a R$850, pago em cinco parcelas de R$170, por meio de cartões eletrônicos disponibilizados pela Caixa Econômica Federal e de acordo com o calendário de benefícios sociais. A medida é uma forma de contribuir para segurança alimentar da família do agricultor, o que dá liberdade para que ele escolha como aplicar o dinheiro.

Para saber mais, CLIQUE AQUI.


                                                                                                                                                      * Por Irlando Oliveira

Então é Natal! Vamos marcar uma confraternização! Temos que mandar uma mensagem de Natal! Será que é este o espírito do Natal? Temos percebido uma falsidade enorme nas pessoas nesta época mágica do ano, que tem nos incomodado. Se é no ambiente de trabalho, a coisa é ainda pior, pois nos submetemos às tais “confraternizações” com chefes e colegas muitos dos quais não temos afinidade e vice-versa.
Ora, temos que reavaliar essa práxis da humanidade, pois existe na verdade muita hipocrisia nas ações das pessoas. Gente que sequer interage nos grupos de WhatsApp ou nas redes sociais, mas mudam, drasticamente, nessa época do ano — pelo menos em uma única atitude! A vida nos faz amadurecer suficientemente para entender e perceber nuances dantes não observadas.
Os restaurantes já não têm mais vagas para muitas “confraternizações” no mês de dezembro. Um verdadeiro sufoco para se conseguir uma mesa para a tal “confraternização”. Nos comportamos tais quais os políticos inescrupulosos e levianos, os quais vivem tentando mostrar-se bonzinhos e solícitos, sem nos conhecer e ao menos ter um grau de amizade conosco.
Antigamente, era uma verdadeira correria às livrarias para a compra dos obsoletos cartões de Natal, que agora cedem lugar às fotos e dizeres através das redes sociais. Conhecidos nossos que passam o ano inteiro sem fazer qualquer contato conosco, mas nas proximidades do Natal parecem que mudam de comportamento e, de repetente, enviam uma mensagem de felicitações para nós! Ora… nos poupem disso! São as chamadas “crianças espirituais”!
Que pensemos o Natal de uma forma diferente, deixando a hipocrisia de lado e passando a avaliar a vida do Cristo e o legado por Ele deixado através dos seus Evangelhos, traduzidos na Boa Nova. Vamos continuar enviando mensagens, sim, mas para as pessoas e grupos de amigos com os quais temos afinidade; familiares e parentes próximos, enfim!
_____________________________________________________________________________
* Irlando Lino Magalhães Oliveira é Oficial da Polícia Militar da Bahia, no posto de Tenente-Coronel, escritor, ensaísta e especialista em gestão da segurança pública e direitos humanos.