Mais uma apreensão de aves silvestres foi realizada em Macaúbas, muitas destas são frutos de DENUNCIA ANÔNIMA de quem deseja ver aves soltas por ai, e não confinadas em gaiolas… Caso seu vizinho tenha o “péssimo” habito de criar em cativeiro aves, denuncie anonimamente para as autoridades que sua identidade será preservada, ou seja nem será sabida!

Veja nota da Secretaria de Meio Ambiente sobre o assunto:

Em um trabalho contínuo de fiscalização, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, mais uma vez, resgata uma grande quantidade de pássaros silvestres que estavam confinados em gaiolas, privados de se reproduzirem e voarem livremente, CONDENADOS A PRISÃO PERPÉTUA SEM NENHUM CRIME TER COMETIDO. Foram resgatados várias espécies nativas, cerca de 26 (vinte e seis) aves, divididos em: canários da terra, trinca ferro, papa capim, coleirinho, cabeça de lenço, bigodinho e azulão, todos recentemente capturados, ou seja, com os instintos ainda selvagens e capazes de sobreviverem na natureza.

Todas as aves foram triadas, contadas e devolvidas à liberdade, onde terão mais uma chance de se reproduzirem e perpetuarem a espécie, dando continuidade ao seu papel na natureza, fazendo a dispersão de sementes, controle de insetos, e nos alegrando com o seu maravilhoso canto que quebra o silêncio nas matas, praças e jardins do nosso município.

Mais uma vez, pedimos a população macaubense que denuncie os criadores de animais silvestres clandestinos, essa prática é criminosa. Pedimos ainda, que as pessoas que gostam de criar animais, que optem por animais de cativeiro, adquiridos por criadores credenciados, onde sejam emitidos notas fiscais e certificados de origem.

Lembrando que, todos os criadores que estavam em situação irregular, sendo que foi feita apreensão em mais de uma casa, foram devidamente notificados, compareceram a esta Secretaria de Meio Ambiente e cumpriram todos os tramites designados em Lei.”

 


Com a inevitável nucleação de escolas que deverá ser feita pelo município devido a pouca quantidade de alunos, que em 10 anos caiu de 13 mil para os 7 mil hoje… Com isso, os recursos da Educação também caem, visto que o repasse é baseado pela quantidade de alunos matriculados… Essa ação, tem deixado muitos prédios escolares sem utilidade, abandonados e até se “auto destruindo”, um projeto do vereador Anderson Gumes, tenta reutilizar este espaço público em benefício da comunidade, o transformando em área de convivência social, área para cultura, para o cooperativismo, para desenvolver ações de micro empreendedorismo que possam dar um destino para o prédio e também beneficiar a comunidade de alguma forma.

Um dos exemplo é o antigo Colégio do Leite, que foi cedido para o Sindicado dos Trabalhadores e será transformando num Centro Técnico de apoio aos associações comunitárias, bem como um centro de geração de emprego e renda, conforme nota do vereador Anderson Gumes em sua página nas redes sociais na internet.

Colégio nasce das “cinzas”…. 

“A nossa agenda de hoje foi em conjunto com o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Macaúbas, que para ajudar na preservação das instalações do prédio Escolar da Comunidade do Leite promoveu um mega mutirão de limpeza. A atividade contou com a participação voluntária de várias pessoas. Homens e mulheres fizeram o serviço com amor, dando a sua contribuição para que o prédio tenha um melhor funcionamento. Um espaço mais agradável e confortável.
O prédio há alguns anos foi fechado, devido à falta de alunos. Mas agora, após uma solicitação nossa ao prefeito, ele foi passado por cessão de uso, para o Sindicato dos Trabalhadores Rurais, que irá implantar ali um Centro de Apoio às Associações Comunitárias, além de implantar um Programa de Geração de Emprego e Renda.
Quero parabenizar e agradecer o empenho do Presidente do Sindicato, Rogério, do ex-presidente, João Vaz e demais membros. Em nome de dona Cacilda, agradeço profundamente à todas mulheres que dedicaram tempo para contribuir nesta ação.
Agradeço ao meu colega, o vereador Té Oliveira que participou junto comigo desta ação.” 

Se incentivar dar certo… Gerando renda e novas perspectivas.

 


* Por Irlando Oliveira

Desde há muito, temos sinalizado o anacronismo que tanto tem caracterizado a política brasileira. O modelo vem ensejando a corrupção que tem afetado a nossa economia e concorrido para a estagnação do país. Recursos orçamentários que poderiam — e deveriam — ser canalizados para a promoção social, elevando, para melhor, os nossos índices, vêm sendo malbaratados nas mãos de políticos inescrupulosos, os quais priorizam os seus interesses pessoais em detrimento da coletividade, que a cada dia padece com os atendimentos precários.

Apesar de nessas eleições presidenciais os custos das campanhas terem sido bem menores que as de 2014, tais gastos ainda são assustadores se comparados com outros países, a exemplo da França e Rússia. A situação nas pequenas cidades têm apresentado as mesmas características, senão pior considerando o item proporcionalidade.

O “toma lá da cá” político vem comprometendo drasticamente o desenvolvimento das cidades, dificultando a vida das pessoas, praticamente desprovidas dos serviços públicos essenciais, os quais têm sido apresentados com inúmeras deficiências, gerando enorme prejuízo aos cidadãos que, com seus parcos recursos, se vêem desesperados para solverem seus problemas.

Até quando essa cultura há de perdurar na política brasileira? Nessas eleições presidenciais já vislumbramos uma luz no fim do túnel, vez que o nosso Presidente Bolsonaro deu mostra de que pode-se fazer política sem gastar dinheiro, valendo-se de mais um viés: as redes sociais! Essa quebra de paradigma não somente serviu para a diminuição dos gastos de campanha, mas para dar-lhe maior autonomia e independência para formar o seu governo, não se vendo “preso” a quem quer que seja para promover as nomeações aos inúmeros cargos, que se darão não pelo apadrinhamento político, mas pela competência!

_______________________________________________________
* Irlando Lino Magalhães Oliveira é Tenente-Coronel da Reserva Remunerada da Polícia Militar da Bahia, escritor e ensaísta.


Profissionais da Educação estão preocupados com os destinos da categoria (Imagens cedidas)

Durante a manhã desta sexta feira, 09 de outubro, professores e outros profissionais da educação  de Oliveira dos Brejinhos, município do Oeste da Bahia, em ato de protesto tomaram as ruas da cidade em protesto a atrasos salariais da categoria, a pauta de reivindicação inclui também o rateio de 60% do Precatório da Educação, que segundo informações preliminares estão retidos pela Prefeitura, há também o  Plano de Carreira o qual segundo integrantes do movimento tem objetivos de redução salarial e perdas de benefícios.

Veja vídeo cedido pela organização do evento:

Em contato com a redação do blog, representante dos profissionais dizem que: “há um descaso total e falta de respeito pela categoria”… O blog não consegui manter contato com a Administração Pública local; no entanto, espaço fica aberto para interessados através do e-mail da redação do blog: [email protected]


Segundo nota da Assessoria de Comunicação da Secretaria da Educação, nesta quarta feira, dia 07 de novembro, no Colégio Municipal de Boqueiraozinho, o Secretário de Educação Jonaldo Silva de Souza e a Coordenadora Romilce Figueiredo, efetivou mais uma ação do Projeto Escola para Pais, muitos pais se fizeram presentes, o encontro foi muito proveitoso teve uma participação ativa de todos, o Secretário e a Coordenadora enfatizaram  sobre a importância da participação dos pais na vida escolar dos educandos e  salientaram sobre os problemas da sociedade atual, pediu a todos o empenho para a construção de uma escola e de uma sociedade melhor para que os educandos possam se desenvolver de forma integral capazes de  agir na  sociedade com responsabilidade e com espírito solidário.

O Diretor Alexandre agradeceu a todos pela presença e ressaltou da importância que foi o encontro e a necessidade das reflexões para as nossas vidas.

No final foram distribuídos lanches para todos.


Além de você contribuir com uma nobre causa, você se socializa e solidariza com sua comunidade. A Associação mantenedora do Abrigo dos Idosos São Francisco de Assis, promoverá no próximo domingo, 11 – “Manhã de Sol”, eletrificada a base de feijoada, buchada, carne de sol e bebidas para todos os gostos…

Os valores cobras, que estão abaixo, do que são cobrados comumente neste tipo de eventos, serão revertidos para compra de material elétrico para conclusão de obra do abrigo.


Relatório pedirá melhorias em reservatório

“Em ação para prevenção, o Coordenador da COMPDEC e também Secretário Interino de Meio Ambiente de Ibipitanga – Bahia, o senhor Cristiano Béu, em companhia do Agente Municipal de Defesa Civil e o assessor de Meio Ambiente o Gestor Ambiental Jobijander Purificação, foram em três barragens localizadas no rio Paramirim, denominadas Rocha Velha, Jurema e Chico Trajano, onde está realizando um projeto estruturante de prevenção para seca/estiagem, aonde posteriormente será encaminhado a Defesa Civil Nacional, para solicitação de apoio nas referidas obras, de aumento das cristas das barragens, desassoreamento e realização de troca de comporta, visando o aumentar o volume das águas, nos períodos chuvosos e, consequentemente o seu tempo de uso, minimizando de maneira notória os impactos da seca, que afetam a toda população.” 

Nota da Assessoria de Comunicação da Sec. de Meio Ambiente de Ibipitanga

 


* Por Irlando Oliveira
Em toda a história do Brasil jamais se viu uma renovação política como nessas eleições/2018, a começar pela presidência, que “jogou pra fora” um ranço esquerdista que já se arrastava há quinze anos, gerando prejuízos e estagnação ao país, ávido por desenvolvimento. Políticos que faziam “carreira” no Congresso se viram perplexos ao “cair a ficha”, vendo que o resultado do sufrágio não ocorreu como dantes! Percebendo que o brasileiro “acordara” e que, na sua nova visão de futuro, eles — os “carreiristas” — não estavam mais no “time”, só lhes restava, então, “arrumar as malas”, voltar para casa, e reavaliar suas vidas.
Como tudo está fadado ao progresso, o Brasil anseia pelo seu desenvolvimento, a fim de sair da eterna condição de país emergente, atingindo lugar de destaque no cenário internacional. O grande óbice dessa empreitada reside justamente na “mesmice”, nas mesmas faces, nos mesmos políticos que, ao passar dos anos, nada ou muito pouco fizeram para projetar a nação aos locais de proeminência a ela reservada. Daí ser a renovação política algo fundamental para avanços significativos.
Nas pequenas cidades interioranas, particularmente aqui na Bahia, curral do PT — ainda —, a situação não é menos lamentosa, pois acompanhamos a “mesmice” prosperar com a anuência dos eleitores incautos e desavisados, que se deixam levar por engodos e embustes dos pseudo-líderes! Como já dissemos algures, qualquer sociedade se sustenta sobre três pilares básicos: saúde, educação e segurança. Não existe melhor benefício ao munícipe do que a cidade dispor de uma estrutura de saúde de ponta; com quase tudo ao seu dispor, sem precisar se deslocar a outras cidades na busca de cuidados médicos e odontológicos. Da mesma forma a educação! Prover os cidadãos de uma estrutura de ensino de qualidade, envolvendo docentes qualificados e comprometidos, bem assim uma estrutura predial que favoreça o processo ensino-aprendizagem, sem deixar de priorizar, também, a segurança, destinando a esta uma parceria que concorra para a diminuição dos índices de criminalidade local.
O primeiro passo já foi dado! Vencemos o marasmo, a lentidão, a corrupção e o caos administrativo da máquina esquerdista na esfera federal! O Governo Bolsonaro fará toda diferença, até porque montará uma nova estrutura, com novas personalidades, sem estar “preso” a quem quer que seja, o que gera demasiada autonomia de gestão! Naturalmente iremos estender essa vitória às demais esferas: estadual e municipal. Com isso, expurgaremos a mesmice, os mesmos candidatos apoiados sempre pelos mesmos parlamentares, os quais, viciados e engessados num modelo retrógrado de gestão administrativa, com raríssima exceção, vêm concorrendo para que não haja progresso na nossa região.
____________________________________________________________
* Irlando Lino Magalhães Oliveira é Tenente-Coronel da Reserva Remunerada da Polícia Militar da Bahia, escritor e ensaísta.