* Por Job Jander 

Quase meado de agosto começam os redemoinhos de vento, sinal que a seca chegou à região, como no dito popular “onde o vento faz a curva”, inicia-se o período de estiagem prolongada, que antevem a chegada das precipitações (chuvas), a Caatinga neste período, faz jus ao significado do seu nome, originado do tupi-guarani mata branca, onde a vegetação perde todas as suas folhas, resistindo apenas algumas como o nosso juazeiro, que nunca fica totalmente despido de suas folhagens, renovando-se no mês de outubro, graças ao seu sistema radicular, que capta pequena umidade que há nas profundezas do subsolo, mesmo na escassez total de água. E são nestes períodos, que há uma grande preocupação com os desmatamentos e consequentemente as queimadas.

Ao longo dos anos, os homens usam o fogo para limpar seus terrenos ou pastagens, para fazerem protestos ou até mesmo por vandalismo, e/ou de forma acidental e criminosa na soltura de balões. Mas, as queimadas em geral, causam grandes danos à saúde humana e ao meio ambiente. A fauna e a flora são atingidas diretamente causando danos irreparáveis, apesar de que, por mais que a natureza possa se regenerar, através de um processo lento e contínuo, levando em consideração regiões árida, onde as chuvas são quase escassas, este processo mesmo sem a intervenção predatória do homem, pode levar anos.

Hoje, com os avanços da tecnologia, pode ser constatado, que com a queima de material orgânico, são produzidos através da fumaça, micro partículas, denominadas fuligens”, monoxó de carbono(CO), óxido nitroso, gás carbônico(CO²), hidrocarboneto, que dispersados em grandes quantidades, são nocivos à saúde e produzem até mesmo água, no processo de desidratação do material em combustão.

As queimadas, ao contrario do que muitas pessoas pensam, tornam o solo pobre, matando os micro-organismos, compactando a parte exposta da terra e dificultando a penetração da água, tornando o terreno estéril e ainda causam outros danos materiais como: queima de cercas, fiações elétricas e telefônicas, construções e até residências, lembrando que, de uma forma geral, a queimada prejudica ou mudam a composição química da atmosfera, causando mudanças climáticas, e contribui no aumento do aquecimento global.

Portanto, nesta época, os cuidados devem ser redobrados, agricultores e produtores, que por ventura, e em último caso, tenham a necessidade de fazer a limpeza de sua área, com o uso de FOGO, procurem os Órgão Competentes de seus Municípios, para orientá-los, pois queimada descontrolada é crime, previstos no Parágrafo Único, do Art. 41, da Lei 9.605/98 (Crimes Ambientais).

Mas vale ressaltar, que o fogo mesmo causando prejuízos, não e de todo mau, se tratando de um fenômeno natural, em algumas regiões onde predominam o “Cerrado”, conhecido como “Savana Brasileira” a QUEIMADA OCORRIDA DE FORMA NATURAL, provenientes de tempestades elétricas, que são os maiores exemplos de elementos naturais, na causa destes fenômenos, são benéficas, na quebra de dormência de algumas sementes, facilitando assim sua germinação, ou mesmo a limpeza de alguns arbustos, tornando a competição natural por espaço mais simples.

Texto:  * Job Jander Pinto da Purificação – Ambientalista, Tecnólogo em Gestão Ambiental e Graduado em Direito Ambiental

Referências:

https://www.google.com.br/search?te+brasileiro&gs_l=psy-ab.3…87158

https://www.jusbrasil.com.br/topicos/11333552/artigo-41-da-lei-n-9605-de-12-de-fevereiro-de-1998

http://secom.to.gov.br/noticia/26276/

http://www.coladaweb.com/biologia/ecologia/queimadas

https://www.google.com.br/search?site=&source=hp&q=tudo+sobre+queimada

 


Família pede ajuda para sua localização (Imagem cedida, imagem antiga)

Segundo informações preliminares Tatiane Santos Silva, conhecida socialmente por Tati, 32 anos, esposa do Sr. Idernon, tinha saído de sua casa para fazer o Pré Natal, no Centro de Saúde de Macaúbas, por volta das 13h00 desta quarta feira 09 de agosto, e as horas se passaram e a senhora Tatiane não deu notícias, não sendo mais vista e encontrada.

A família está muito apreensiva e pede ajuda para divulgar a informação e manter contato com as autoridades ou com sua família (Telefone do seu esposo: 77 – 99977-2865) ou com a Polícia Militar (77) 99974-4201.

Atualizando, às 20h52min de 10/08/17

O blog manteve contato com o Sr. Idernon, esposo da senhora desaparecida, o qual informa que Tatiane ainda não foi encontra e que também não se encontra internada no hospital, que segundo ele, informações desencontradas estão atrapalhando investigações policiais.


Imagens capturadas na tarde desta quarta feira, 26 de julho de 2017, por um morador do Loteamento Figueiredo, próximo ao Campo  de Pouso de aviões de Macaúbas, diz-se indignado com uma situação que vem ocorrendo sistematicamente há anos. O cidadão se refere ao aterro de um lago para dar espaço a um loteamento. Segundo informações preliminares, ali é local de refúgio de pássaros e diversas espécies de aves aquáticas, pelo vídeo notá-se a variedade de cantos destas aves, bem como ali exste um ecossistema que vem sendo degradado com ações desordenada,  “invasão”, abandono do poder público; sem fiscalização se transformou num local de descarte de entulho e lixo, além da contaminação do lago por esgoto que cai no lago em época de chuvas. Na nota o morador informa também que o lago se mantem vivo durante todo o ano por ser alimentado por uma nascente, um “olho d’água”, o que requer mais ainda intervenção do órgão municipal competente, além da necessária participação do Ministério Público Ambiental.

Morador diz que o que manter a lagoa é um “olho d’água”.

A redação do blog enviou na integra para a Secretaria de Meio Ambiente e num grupo informal de Whatsapp do Conselho Municipal de Meio Ambiente, as imagens e informações disponibilizadas pelo morador. Aguardar-se posicionamento das autoridades competentes . Veja nota do cidadão:

…Vai deixar matar esse manancial de água, aqui no loteamento Figueiredo? A escassez de água é grande em nosso município é muito grande, essa água é minada, esse tanque nunca secou; porque  a Secretaria do Meio Ambiente não ver uma coisa dessa, providência revitalizar, despoluir fazer uma área preservada construir uma praça ao lado; construir a sede da Prefeitura, fazer um criação de patos, gansos ou mesmo até peixes. Vão deixar matar mais um reservatório que merece e deveria ser despoluido e conservado? Vamos fazer alguma coisa, divulgar, chamar a atenção da secretaria do meio ambiente, vamos ter um local pra continuar respirando ar puro”…

Veja outras imagens cedidas:


Eldorado… “O elo incompleto” (Imagem cedida)

Em contato com a redação do Blog, moradora do Bairro Eldorado informa que mora há anos em rua desta localidade e está “cansada” de tanto “limpar a casa” devido a poeira, diz que boa parte das ruas não têm pavimentação e algumas casas não são assistidas pelo  sistema de esgoto. Envia fotos da rua onde mora e pede do poder público local urgência na urbanização do lugar.

O blog manteve contato com a Prefeitura de Macaúbas, a qual informou que algumas ruas daquele bairro serão beneficiadas com pavimentação asfáltica e quando ao sistema de esgoto diz que projeto está em andamento e aguarda recursos do Governo do Estado, e que já está em fase final de aprovação pela Câmara de Vereadores o Plano Municipal de Saneamento Básico, essencial para a liberação dos recursos.


COMUNICADO

Conforme nota da  Secretaria de Educação do Município de Macaúbas, em decorrência do feriado, comunica a prorrogação das matrículas no Programa Universidade Para Todos. Até segunda-feira (10/07/2017), cadastrados ou interessados poderão realizar as matrículas. Em tempo, informa que ainda há VAGAS para aqueles que estão cursando o 3º ano do Ensino Médio e ou concluíram em escola pública e tem interesse em participar do Programa.

Comunica ainda àqueles que possuem Licenciatura e tenham interesse em atuar como monitores do Programa que devem procurar a Secretaria de Educação munidos de documentos comprobatórios para participarem da seleção, a qual priorizará aqueles que já atuaram no Programa e ou estão concluindo a graduação.


Em contato com a redação do blog, a Secretaria da Saúde, por meio de sua Assessoria de Comunicação, informa que o Hospital de Macaúbas, devido aos festejos juninos e folga de alguns profissionais, opera com um quadro menor de profissionais que o normal. No entanto, a Unidade não está descoberta e que há médico prestando serviço à população. A nota se deve após questionamentos por alguns usuários em rede social.  Veja nota:

…”Por se tratar de época festiva, especialmente São João, os médicos não ficam tão disponíveis para contratação, ficando alguns dias só com  um médico plantonista no Hospital para atender as emergências, o que causa uma maior demora no atendimento. Queremos esclarecer que o Hospital de Macaúbas não está sem médico”


Enquanto você de diverte, animais domésticos entram em pânico (Imagem reprodução)

* Job Jander

Mais um ano de festa junina, pessoas felizes, familiares que chegam, em fim, muita alegria, Graças ao Bom Deus. Mas gostaria de aproveitar o espaço, e, além de deixar aqui os meus mais sinceros votos de Boas Festas a todos, quero lembrar aos donos ou criadores de animais domésticos e exóticos, ou mesmo, quem vive em áreas rurais, e compartilham quase que o mesmo espaço geográfico com animais silvestres; que alguns deles, principalmente mamíferos e pássaros,  possuem uma audição, muito superior aos dos seres humanos, alguns chegam a ouvir quatro vezes mais que nós, lembrando que a audição dos répteis variam de acordo com as espécies, e os anfíbios, os ouvidos com columela (desenvolvida a partir de ossos mandibulares dos peixes) e tímpano externo (sapos e rãs), permitindo uma ampliação dos fracos sons transmitidos pelo ar.

Sensibilidade a flor dos “ouvidos”

Por este motivo, alertarmos, que quem tem seus animaizinhos domésticos ou exóticos (no ultimo caso com permissão ou autorização dos órgãos ambientais competentes), que neste período junino, devido ao barulho e luminosidade dos fogos, alguns animais podem sentir-se incomodar, apresentar fobia, entrar em pânico ou podem ater mesmo terem ataques de convulsões; nesta época também são relatados bastantes casos de animais desaparecidos, pois fogem de suas casas, em busca de abrigos em locais distantes, longe do barulho intenso, e a maioria deles, não consegue mais encontrar seus donos.

Como detectar alguns sinais de estresse:

No caso de canídeos (latim científico: Canidae) constituem uma família de mamíferos digitígrados, da ordem dos carnívoros, que inclui o Cão, tentam se esconder, pular janelas, esbarrar em móveis, ficar agressivo, latir muito e chorar; e no caso de família Felidae (os felídeos) gatos, e felinos como membros, tentar fugir e/ou morder e arranhar os seus donos.

Como Acalma-los:

Diante da situação do barulho produzido pelos artefatos explosivos (bombas caseiras), cabe ao dono manter-se calmo e seguro, mesmo que o animal se agite. Este comportamento fará com que o Pet se sinta tranquilo e confiante, nunca acaricia-lo, ou coloca-los no colo, esta atitude pode agravar o temor do animal, fazendo com que ele se sinta acuado e procure sempre proteção, e sem queres podem machucar (arranhar ou ferir) seus donos.

Outras Precauções:

Fique sempre próximo ao seu amiguinho; certifique-se que não haverá local por onde ele possa fugir; providencie um local adequado, protegido e aconchegante para ele permanecer, longe de janelas ou locais que o barulho seja mais intenso; busque oferecer brinquedos novos para que ele se distraia; evite passear no momento da queima de fogos; procure alimentá-los antes dos barulhos originados das festas e o principal, NUNCA LEVEM OS SEUS ANIMAIZINHOS PARA LOCAIS PRÓXIMOS A QUEIMA DE FOGOS.

Fogueiras Juninas:

Vale salientar, que há uma grande tradição de queima de fogueira, Segundo Luciana Chianca, tais feitos conferiram a João Batista um lugar de honra entre os santos católicos: ele é o único do qual se comemora, assim como Jesus, o dia do nascimento e não o da morte, como os demais santos.

 Valendo-nos disto, lembramos que as árvores são seres vivos, por isso, e devido ao constante desmatamento que vem ocorrendo, durante anos, não só no nosso município, mas em todo Globo, devemos optar em usar materiais lenhosos (madeira morta), nas fogueiras, evitando assim, derrubada de árvores, degradação ao meio em que vivemos e minimizamos assim os impactos ambientais.

Pet: vem de um significado muito fofo, e antigo. Os primeiros registros desse termo usado para animais de estimação são de 1530, da Escócia e do dialeto do norte da Inglaterra. E nessa época pet era usado como sinônimo de “animal preferido”.

Boas Festas e Divirtam-se Muito!

_________________________________________________________________________

*Job Jander Pinto da Purificação é Tecnólogo em Gestão Ambiental e Graduado em Direito Ambiental

Referencias:

http://ethosanimal.com.br/os-caes-e-os-fogos-de-artificio/

https://www.google.com.br/?gws_rd=ssl#q=repteis+possuem+audi%C3%A7%C3%A3o+sensivel

http://www.portalsaofrancisco.com.br/biologia/classe-anfibia

(http://www.tribunadabahia.com.br/2013/05/30/qual-origem-da-fogueira-de-sao-joao

http://mundoestranho.abril.com.br/ciencia/planta-sente-dor/

https://pt.wikipedia.org/wiki/Artefato_explosivo_improvisado

https://www.google.com.br/?gws_rd=cr&ei=J-NGWf33D8OHmQHW-aoI#q=significado+Pet   


Estudio já esta funcionando

A Macaúbas FM 103,9, com estúdio instalado na 2ª Exporural, irá transmitir ao vivo que rola nos bastidores da feira, com entrevistas, divulgando a grade de eventos, promoções e as novidades do evento. A abertura está prevista para a manhã desta sexta feira com o encontro dos prefeitos da Bacia do Paramirim.

Direto da Feira

Visite a página da FM Macaúbas no endereço: www.macaubasfm.com.br (clique aqui)  – e acompanhe no seu computador ou Smartphone a programação completa da Feira.