download

Segundo informações preliminares a Secretaria de Educação de Boquira exige que as alunos naquele município sejam regulares no Dia do Estudante, 11 de agosto, nesta quita feira. Indignado cidadão que preferiu não ser identificado emite Nota de Repúdio e protesta sobre este ato que por ele considerado “ilegal”, visto que, conforme abaixo informa Lei Federal que decreta Feriado neste dia.

A redação do blog tentou manter contato com a Secretaria da Educação de Boquira mas o titular da pasta não se encontrava, no entanto, espaço fica aberto para interessados através do e-mail: [email protected]

Veja nota:

“Oração do Dia do Estudante

Senhor, eu sou estudante, e por sinal, inteligente.

Prova isto o fato de eu estar aqui, conversando com você.

Obrigado pelo dom da inteligência e pela possibilidade de estudar.

Mas, como você sabe, Cristo, a vida de estudante nem sempre é fácil.

A rotina cansa e o aprender exige uma série de renúncias: o meu cinema,

o meu jogo preferido, os meus passeios, e também alguns programas de TV.

Eu sei que preparo hoje o meu amanhã. Por isso lhe peço, Senhor, ajuda-me a ser bom estudante.

Dê-me coragem e entusiasmo para recomeçar a cada dia.

Abençoe a mim, a minha turma e os meus professores. Amém”.

Origem do Dia do Estudante

Tudo começou em 11 de agosto de 1827, quando o Imperador D. Pedro I instituiu no Brasil os dois primeiros cursos de ensino superior do país, nas áreas de ciências jurídicas e ciências sociais, nas cidades de São Paulo e Olinda.

Dia do Estudante de Direito, no entanto, é comemorado em 19 de maio no Brasil, por ser o mesmo dia de Santo Ivo, o padroeiro dos advogados.

Antes, quem quisesse fazer um curso de nível superior tinha que ir para a Europa.

Na comemoração dos 100 anos do curso de Direito, em 1927, Celso Gand Ley, um dos participantes da celebração, propôs que o dia 11 de agosto ficasse registrado como o Dia Nacional do Estudante.

Esta data também possui outro significado bastante importante para a classe, pois em 11 de agosto de 1937 nascia a União Nacional de Estudantes – UNE, que protege os direitos e deveres de todos os alunos do país.

Veja nota emitida por cidadão indignado com tal situação: 

Diante da Oração e dos esclarecimentos, venho, diante desse, meio de comunicação, deixar aqui minha indignação, perante a Secretaria Municipal de Educação de Boquira – Bahia, pois, de maneira pouco convencional, avisou de “boca em boca”, as Entidades de Ensino do Município acima citado, que o tão importante feriado do dia 11 de agosto (Dia dos Estudantes e Magistrados), será este ano, extinto do calendário escolar do municipal, orientando a todos os professores e alunos que exerçam suas atividades normalmente, sem dar nenhum motivo, para tal decisão; demonstrando uma imensa falta de consideração e respeito, para com, os profissionais de ensino, pais e estudantes.

Pelo que sabemos todo ato administrativo deve ser no mínimo, motivado, publicado e ter presunção de legalidade.

 “A administração não pode ser administrada de boca”!

Vale salientar aos pais, professores e alunos, que esse ato, se for realmente mantido, fere diretamente as Leis Federais de 11 DE AGOSTO DE 1827, e a LEI Nº 9.093, DE 12 DE SETEMBRO DE 1995., ou seja, podendo todos reivindicar pelos seus direitos.

Fonte:

http://www.calendarr.com/brasil/dia-do-estudante/ * http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9093.htm


*Por Irlando Oliveira
13507161_110027469426989_3994187269438086493_nA cada dia que passa sentimos o quão difícil tem sido viver neste mundo. Se por um lado os avanços da tecnologia e da ciência nos favoreceram, propiciando-nos conforto e bem-estar, por outro perdemos drasticamente, na medida em que vivenciamos momentos de tensão, medo e angústia, considerando a violência que permeia nosso dia a dia.
Mas será que deveremos ficar eternamente reféns do mal? Daqueles que usurpam aquilo que nos pertence, conquistado com nosso suor, simplesmente porque não encaram os desafios da vida? Ou porque “não tiveram oportunidade”? Inadmissível a situação vivenciada por nós, que temos ou buscamos ter uma vida digna, ante aqueles que se comprazem com o mal. Será que eles são, em quantidade, mais do que nós? Não acredito! A verdade é que vivemos em “guerra”, tentando, a todo custo, nos livrar desses que compõem a escória social!
O nosso sistema penitenciário não cumpre o seu real papel. A impunidade grassa em nosso país, estimulando o mal a continuar com suas mesmas práticas, a cada dia nos oprimindo. Até quando?
Não será, absolutamente, uma personalidade, uma pessoa, que irá mudar esse quadro, mas sim um novo sistema de defesa social, mais rígido, um tanto inflexível, através do qual cada pessoa má possa ser chamada à responsabilidade pelos seus atos. Há indivíduos que são, por assim dizer, irrecuperáveis! É preciso dizermos isso!
É chegada a hora de mudanças drásticas! A começar pelo nosso ordenamento jurídico, como forma de combatermos efetivamente o mal, a maldade. Basta dizer que o nosso anacrônico código penal vige há mais de sete décadas, tempo suficiente para avaliarmos que nossa realidade difere, e muito, da época em que ele foi instituído. O que vemos na atualidade são instituições integrantes desse nosso sistema de defesa social que tão-somente têm “enxugado gelo”.
__________________________________________________________________________
* Irlando Lino Magalhães Oliveira é Oficial da Polícia Militar da Bahia, no posto de Major do QOPM, atual Comandante da 46ª CIPM/Livramento de Nossa Senhora, Aspirante a Oficial da Turma de 1986, tendo ingressado nas fileiras da Corporação no ano de 1984. Possui especialização em Gestão da Segurança Pública, pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB); Direitos Humanos, pela Faculdade Dois de Julho; e Programa de Desenvolvimento Gerencial Integrado (PDGI), na área de Gestão de Segurança Pública, pela UNEB e Fundação de Administração e Pesquisa Econômico-Social (FAPES). É autor do Projeto Ações Preventivas nas Escolas e Comunidades (PROAPEC), tendo proferido mais de 160 (cento e sessenta) palestras no Oeste e Sudoeste baiano, abordando temas sobre segurança pública, violência em meio escolar, segurança nas escolas, drogas, bullying, dentre outros. Email[email protected]

Cruzeiro da Liberdade - ao poente - Macaúbas
Cruzeiro da Liberdade – ao poente – Macaúbas

Na minha cidade

Por Clovinhos*  (Clóvis Filho)

Vejo pássaros estranhos aparecerem
De quatro-a-quarto anos:
Indignados, cheios de protestos,
Palavras honrosas, comprimentos cordiais,
Conversando com todos e todas.
E me espanto, pois,
Esta passarinhada durante os anos até cá
Nunca que fizeram um trabalho coletivo
Não apareceram de oposição
Quando a situação era vil e mesquinha,
Nem nenhum serviço social, ambiental
Quiçá cultural, não vi nada.
Mesmo assim me aparece um bando:
Candidatos de politicagem,
Rindo em fotos com outros tantos
Que já foram urubus na carniça pública.
Todos são candidatos
(De legislativo a executivo,
De desconhecidos oportunistas
A figuras repetidas sem nada a oferecer),
Todos são “gente boas”,
Todos para salvar a cidade,
Na qual até então, nunca foi salva:
Boas vontades sem asas para voar
Ou voo rasante de interesse próprio.

_________________________________________________________________________________________________

Clovinhos * (Clóvis Filho) – Estudante Universitário, Escritor e Poeta Macaubense.


É certo que o maior patrimônio construído pelo Prof. Ático durante seus 87 anos de vida,  ele levou consigo e para nós deixou a saudade, a sensação que não valorizamos o suficiente o seu conhecimento; deixou então espaços, alguns bem preenchidos, outros incompletos e certamente alguns vazios, como é comum em toda partida, sempre fica algo inacabado.

Ao lado do arbusto preferido... Uma jabuticabeira!...
Ao lado do arbusto preferido… Uma jabuticabeira!…

Há mais de trinta anos vinha trabalhando num dicionário de gírias, seria segundo ele, o maior do mundo e outro uma coletânea que tratava da corrupção no Brasil, desde sua colonização pelos portugueses até o dia de ontem… Pois, o dia hoje ainda não foi fechado o balanço mas é certo que o resultado é deficitário!…

O Testamento:

E certamente o Prof. Ático não deixou para ninguém o seu maior patrimônio: o seu conhecimento e as suas experiencias, estes de valores inestimáveis e intransferíveis, infelizmente; devem somar  segundo suas convicções espíritas, a um  novo Ser.. E, se este já viu a Luz? Só o Grande Arquiteto Do Universo tem a resposta .’.

No seu “Calvário”, nos jardins de sua residência à esquerda de sua morada sob o seu preferido arbusto: a jabuticabeira… A qual ao ritmo de seu corpo murcha, sem o consolo do líquido da vida: seca… E assim, como as lembranças desparecem de nossas memórias, desaparece o seu jardim a golpes de facão… E se não outras tantas rasteiras e indefesas, arrancadas a mão!…

O Testemunho:

Este talvez de difícil aceitamento mas, não importa, estando na mesma hierarquia do conselho, só tem valia se pedido for! É certo que só se preserva a memória a partir de um ato objetivo sobre algo subjetivo: o desejo!… E seu  desejo é o objetivo e não um objeto subjetivo, e nele está: o Memorial da Casa Viva.

A Gratidão é A Memória do Coração:

Prof. Ático… + 26 de Março de 2016… 26 de Maio… de Julho!… T.’.F.’.A.’.


CCAA: Rua Castro Alves - Centro
CCAA: Rua Castro Alves – Centro

Falar uma segunda língua há muito tempo deixou de ser diferencial, tornando-se obrigatório para conquistar sucesso em um mercado de trabalho cada vez mais competitivo. Por isso, dominar um idioma que não seja o seu é encarado como preocupação não somente dos adultos, como também dos pais das crianças e dos adolescentes. Reconhecida mundialmente como língua universal, o inglês é o idioma mais procurado nos cursos especializados em todo o país.

Aprender inglês exige tempo, dedicação e interesse do aluno.

Sem contar que o curso deve oferecer boa estrutura de aprendizado,material didático de qualidade e metodologia testada e aprovada. Antes de se matricular, é importante verificar a graduação dos professores, suas experiências e, sempre que possível,assistir a uma aula demonstrativa . Também deve pesar na escolha a tradição da escola de idiomas.

O CCAA esta ai comprovando que atende a todos estes requisitos, recentemente foi eleito melhor franquia na categoria Ensino de idiomas no premio “MELHORES FRANQUIAS DO BRASIL 2016”, concedido pela revista Pequenas Empresas Grandes Negócios (PENG), recebendo a cotação 5 estrelas entre as 24 redes da categoria classificadas pela Serasa Experia.

Salas amplas e climatizadas
Salas amplas e climatizadas

 

A cidade de macaúbas conta com uma franquia padronizada, com professores capacitados semestralmente pelo franqueador, com um número de 150 alunos aprendendo o idioma com um dos melhores métodos de ensino.

Junte–se a este time de alunos e experimente estudar em uma escola de língua de renome .

O CCAA Macaúbas esta com matrículas abertas para novas turmas com aulas em inicio de agosto.

Agende uma aula experimental e venha comprovar o que estamos falando.

A unidade fica localizada a Rua Castro Alves próximo aos correios. Informações pelos fones : 77 3473-1540/99726155.

Email:[email protected]

 


Polo da Unopar de Macaúbas (Imagem Olhar Interativo)
Polo da Unopar de Macaúbas (Imagem Olhar Interativo)
Conforme nota da Assessoria de Comunicação do Polo da Unopar de Macaúbas, a unidade irá distribuir bolsas de estudos, através de sorteio para novos matriculados, os descontos podem ser de  10, 15 ou  30%. As provas para o vestibular 2016.2 podem ser agendadas na própria unidade. O Polo também tem convênios com empresas e sindicatos, o qual concede descontos de 10% aos seus funcionários conveniados.
Para mais informações o Polo disponibiliza os telefones: (77)  3473 – 2103 e  (77) 99802 – 2628
Vestibular (2)

Projeto Ações Preventivas nas Escolas e Comunidades (PROAPEC), no Povoado do Mucambo em Livramento
Projeto Ações Preventivas nas Escolas e Comunidades (PROAPEC), no Povoado do Mucambo em Livramento
O instinto gregário naturalmente nos impulsiona a viver em grupo. Ninguém há que consiga viver tal qual um ermitão, um eremita, insulado de tudo e de todos. Afinal, precisamos uns dos outros! Mas… como viver em grupo sem conflitos?
A vida em sociedade impõe condutas que vão desde o respeito ao próximo, até o cumprimento de todas as regras e normas que nos são apresentadas, como forma de fruirmos uma convivência pacífica e harmoniosa. Desta forma, não cabem atitudes individualistas, egoísticas, as quais apenas atendem aos anseios próprios. Assim, a vontade individual jamais poderá se sobrepujar à coletiva. Infelizmente, nem todos são dotados desse nível de entendimento e consciência, e disso resultam os problemas, as intrigas, os conflitos, enfim.
A grande maioria de nós ainda precisa de polícia, a fim de fiscalizar as nossas atitudes. A sós, tendemos a infringir, a violar! Obviamente, não podemos generalizar, mas o nosso nível evolutivo ainda não está suficientemente avançado de modo a possibilitar-nos condutas retas, probas e dignas, em todos os aspectos.
Como o nosso orbe está sempre apresentando uma densidade demográfica exorbitante, pois atualmente já somamos mais de sete bilhões de seres humanos, urge a necessidade de uma mudança de atitude comportamental, de todos nós, a qual nos levará a uma convivência agradável, minimizando os inúmeros conflitos sociais.
Sócrates (370 a. C.), o eminente filósofo grego, já nos convidava à viagem interior, através da qual analisaríamos não os fatores externos que permeiam nossas vidas, mas a nossa essência espiritual, possibilitando o descobrimento das nossas mazelas morais para as trabalharmos, num eterno processo de burilamento do nosso caráter, da nossa personalidade. Diante do Oráculo de Delfos, o referido filósofo se deparou com uma frase inquietadora: “Homem, conhece-te a ti mesmo!” Isso nos levaria a essa auto-análise, ao auto-descobrimento para, a partir daí, buscarmos seguir o valioso ensinamento de Santo Agostinho: sermos hoje melhores do que fomos ontem, e amanhã melhores do que estamos sendo hoje!
Sabemos que qualquer mudança no campo social se dá a longo prazo, porque envolve hábitos e costumes, os quais, via de regra, necessitam de tempo para serem alterados. Contudo, que possamos encetar os primeiros passos, buscando fazer a nossa parte, acreditando que estaremos semeando não para nós, mas, quiçá, para nossos descendentes, a fim de contribuirmos para um mundo melhor.
___________________________________________________________________________________________________
13507161_110027469426989_3994187269438086493_n* Irlando Lino Magalhães Oliveira é Oficial da Polícia Militar da Bahia, no posto de Major do QOPM, atual Comandante da 46ª CIPM/Livramento de Nossa Senhora, Aspirante a Oficial da Turma de 1986, tendo ingressado nas fileiras da Corporação no ano de 1984. Possui especialização em Gestão da Segurança Pública, pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB); Direitos Humanos, pela Faculdade Dois de Julho; e Programa de Desenvolvimento Gerencial Integrado (PDGI), na área de Gestão de Segurança Pública, pela UNEB e Fundação de Administração e Pesquisa Econômico-Social (FAPES). É autor do Projeto Ações Preventivas nas Escolas e Comunidades (PROAPEC), tendo proferido mais de 160 (cento e sessenta) palestras no Oeste e Sudoeste baiano, abordando temas sobre Segurança Pública, violência em meio escolar, segurança nas escolas, drogas, bullying, dentre outros.
Email[email protected] * Irlando Oliveira (71) 99670-7119 – Vivo (WhatsApp)

UNINTER Convênio Empresa, faça o seu agora.
UNINTER Convênio Empresa, faça o seu agora.
O Polo da Uninter de Macaúbas, coordenado pela Prof. Rosânia Domingues, firma convênio com algumas empresas de Macaúbas, entre elas: a APLB e o ISEM. Outras empresas (públicas ou privadas, tais como escolas, fundações, associações etc) interessadas podem manter contato com a Direção do Polo da Uninter em Macaúbas e obter mais informações.
Empresas conveniadas tê descontos:
Membros, associados e/ou diretores das instituições conveniadas têm desconto de 10% nos cursos oferecidos pela Universidade, seja de graduação ou pós!… A exemplos dos ex-alunos do ISEM e professores associados à APLB.
Interessados podem manter contato: Polo Unineter Macaúbas: Travessa Pe Macário de Freitas, nº 03, ISEM. CONTATOS: 77 3473 1864 / 9 9910 9665 / 9 8120 0946/ WhatsApp: 9 9938 1773 ou acessando o site:  site: www.uninter.com
13618055_680221898793046_748406660_n