O seu testamento: nos dar o direito de sonhar com uma Universidade. Jantar em apoio a implantação da Universidade do Sudoeste com Campus em Macaúbas, ao lado do Prof. Orlando.
O seu testamento: nos dar o direito de sonhar com uma Universidade. Jantar em apoio a implantação da Universidade do Sudoeste com Campus em Macaúbas, ao lado do Prof. Orlando.

A gratidão é a memoria do coração” (Antístenes) – Escrita numa folha de papel madeira, a lápis de cera, numa parede atrás de sua cadeira na sala da Presidência da Fundação Cultural Prof. Mota… Era uma das suas preferidas… E entre uma e outra sempre usava a expressão, até como forma de conselho e motivação: “Nunca deixe o arado no meio do campo”…  E ele, ao deixar este plano, levou consigo o seu arado…

Libriano, nascido em 11 de outubro de 1928… 87 anos dedicados aos estudos, saiu de Macaúbas no lombo de cavalo aos 12 anos para estudar em Salvador, sob os incentivos do seu pai José Batista da Mota e orações de sua mãe Dona Aida Frota Vilas Boas da Mota… Sua história é rica, autores de diversos livros, professor e um dos có-fundadores da Universidade Federal de Goiás, membro da Academia Baiana e Brasiliense de Letras… Sua casa, que será transformada num memorial, onde foi sepultado no fim da manhã deste Domingo de Páscoa, 27 de Março de 2016, ao lado de sua esposa, Dona Alzira que faleceu poucas semanas antes (12/02/2016)…

Amigos, parentes… Ali toda Macaúbas também representada, uma cidade por ele venerada… Radicou-se aqui, em março de 1989, no casarão dos seus pais, na Praça da Matriz, hoje sede da Fundação que leva o nome do seu pai, fundada em agosto de 1972. Prof. Ático fez úteis e profundas mudanças no cotidiano de Macaúbas, tendo o número 11, como o “da sorte”, como sugestão, fez uma lista de onze frases à Igreja Católica para que a mesma substituísse o “Aviso Fúnebre”, usado para anunciar falecimentos na cidade através do alto falante da Igreja Matriz, entre as quais, foi escolhida: “Aviso do Repouso em Cristo”!…

Em seu templo... O Homem que que não queria descaso, mas sim e, certamente PAZ!...
Em seu templo… O Homem  que não queria descaso, mas sim e, certamente PAZ!…

O repouso em Cristo do Prof. Ático, como toda partida de uma ser ímpar (por ser 11, talvez) , parece ser um desserviço, uma desnecessidade; talvez necessária… Talvez.

Não poderia faltar um dos maiores símbolos de expressão cultural de Macaúbas, os meninos do também eternizado Prof. José Benedito do Amaral, musico nato, o qual o Prof. Ático tinha grande apreço; com a Filarmônica Nossa Senhora da Imaculada Conceição, entoou vários dobrados, entre eles, Macaúbas, do saudoso Maestre Zé Preto, além do Hino Nacional…

O seu testamento deixado para toda a humanidade, visto que era um cidadão global,  o seu legado, na verdade as suas vontades em vida: “o não exercício da Lei do Menor Esforço“, a via mais instigante é aquela que mais exige de nós, ou seja, manter vivos os seus projetos: a Fundação Cultural Prof. Mota, O Museu e o Memorial da Casa Viva, em sua residência, a sua eterna morada!

Veja também dois vídeos postados em nosso canal do Youtube, (clique aqui que você será redirecionado)

 

 


Os Prata da Casa... Músicos pedem sansão de Lei.
Os Prata da Casa… Músicos pedem sanção de Lei.

Na última sessão da Câmara realizada na terça feira, 22, representando os artistas locais, Ciro Sampaio , fez uso da Tribuna Livre da Casa, para pedir apoio ao Legislativo para intervir junto ao Chefe do Executivo, posto ocupado pelo Prefeito José João Pereira, para que o mesmo sancione, ou seja, torne válida através de assinatura, a Lei Prada da Casa, aprovada por unanimidade dos vereadores. A Lei prevê que a autoridade municipal, responsável por contratações de artistas reserve pelo menos 30% do orçamento para contratações de músicos/artistas locais.

No seu discurso,   Ciro, lembra que o slogan do atual governo deve ser levado a sério: “Nossa Gente, Nosso Maior Patrimônio”, e que a valorização das expressões culturais do município deve ser prioridade em qualquer governo, lembrado da existência a nível estadual de lei do mesmo teor e que nesta reserva-se até 70% dos recursos, os quis devem ser investidos na valorização das “pratas da casa”… Cita ainda a Filarmônica como um patrimônio ignorados pelas autoridades e de certa forma por toda sociedade. A Lei é mais uma de autoria do vereador Anderson Gumes, bem como tantas outras engavetadas pelo Executivo, tais como: Lei das Sacolinhas Plásticas, Lei de Carga e Descarga, Lei para Criação do Conselho Municipal de Segurança Pública, entre outras


Luizinho Sobral, prefeito de Irecê | Foto: Divulgação
Luizinho Sobral, prefeito de Irecê | Foto: Divulgação

Os salários de professores e coordenadores pedagógicos da rede municipal de ensino de Irecê terão reajuste de 11,36%, com retroativo a janeiro, a partir deste mês. A lei foi publicada no Diário Oficial do Município desta sexta-feira (4). Segundo o prefeito Luizinho Sobral, apesar da crise econômica que afeta os municípios, o aumento faz parte de uma política de valorização dos profissionais da Educação. “É um reajuste mais do que merecido, em função do trabalho de excelência executado pelos profissionais da rede municipal”. (Fonte Bahia Notícias)


12745412_818355504957300_2008900913487508456_nComo é sabido o que todo mundo já sabe,

Só há um recomeço se existir um fim…

E iniciou um novo começo num comum dia,

Se não fosse o seu renascimento…

D. Alzira, Zirota para o seu amante à moda eterna…

Para apenas marcar no tempo!… Sua passagem foi durante

as primeiros horas da manhã – no entanto, para quem ainda

dormia era madrugada do segundo mês em seu décimo segundo dia…

E para confirmar o registro, o ano foi o do Cristo: dois mil e dezesseis!…

Se há um melhor descanso que seja no lugar do seu cansaço…

Se há um melhor lugar de continuar a viver que seja em nossa casa,

nos jardins a florescer ao lado de que se ama!… Mas sem pressa, assim como

passarinho que constrói seu ninho… Devagarzinho!…

Não há necessidade nenhuma de ressaltar seus feitos, se você não há conheceu, então

não saberá que sem defeitos não há ser humano perfeito!…

Mas se você conheceu, também percebeu no seu semblante que não teve vida errante…

Pois, assim como o seu, O Criador a concebeu à sua imagem e perfeição!…


460870-Aula-grátis-de-inglês-3

Com o fim das férias e do Carnval agora é hora de pensar no futuro e se preparar melhor para ele é um única receita do sucesso e só a educção garante isso… Então prepare-se, estude uma segunda língua e garanta o seu sucesso, o sucesso do seu filho, faça CCAA!…

Matrículas abertas para o primeiro semestre de 2016 – Ligue e agende uma aula de demostração – O CCAA Macaúbas fica na Rua Castro Alves, próximo aos Correios – Telefone: (77) 3473-1540 ou 9997226-1555


“A Lei PRATA DA CASA, dispõe sobre a contratação de artistas, grupos, bandas, músicos e afins, locais, para apresentação e/ou exposição em shows, exposições, eventos artísticos, Culturais, musicais, e similares, que receberem subvenções sociais, ou financeiras, ou auxilio financeiros do Poder Público Municipal ou através dele, e dá outras providências”.

Prata da Casa... Petição pede "desemgavetamento" da Lei.
Prata da Casa… Petição pede “desengavetamento” da Lei.

Este é o preâmbulo da Lei Prata da Casa, de autoria do vereador Anderson Gumes (PDT), aprovada pela Câmara Municipal e que está há meses esperando ser sancionada pelo Chefe do Executivo. Em reunião na casa do Prof. Ático Mota, Presidente da Fundação Cultural Prof. Mota, na tarde desta quarta feira, 10, com a presença de alguns artistas locais, do Representante Territorial da Cultura na Bacia do Paramirim, Jackson Souza e do vereador autor da Lei, Anderson Gumes, fizeram um documento pedindo urgência na sansão da Lei Prada da Casa, o documento deverá ter centenas de assinaturas em apoio a Lei e deverá ser entregue ao Prefeito José João Pereira na próxima semana onde deverá ser solicitada uma audiência em seu gabinete.

Parte dos artistas locais se unem para salvar o Museu de Macaúbas.
Parte dos artistas locais se unem para salvar o Museu de Macaúbas.

Neste encontro também foi tratado com o Prof. Ático ações de recuperação do Museu Regional de Macaúbas, os artistas irão organizar um sarau em frente ao prédio, mesas serão vendidas para arrecadar fundos para a reforma do prédio, como pintura e telhado. O museus há anos está desativado por não ter condições de receber visitantes.


POESIA LIVRE 2016.

Conforme nota enviada à redação do Blog, a Vivara Editora Nacional com o apoio cultural da Revista Universidade, informam que já estão abertas as inscrições para o Concurso Nacional Novos Poetas, Prêmio Poesia Livre 2016. Podem participar do concurso todos os brasileiros natos ou naturalizados, maiores de 16 anos Cada candidato pode inscrever-se com até dois poemas de sua autoria, com texto em língua portuguesa. O tema é livre, assim como o gênero lírico escolhido. Serão 250 poemas classificados.

A classificação dos poemas resultará no livro, Prêmio Poesia Livre 2016. Antologia Poética. Concurso Literário e uma importante iniciativa de produção e distribuição cultural, alcançando o grande público, escolas e faculdades. Inscrições gratuitas de 05 de dezembro de 2015 a 05 de março de 2016 pelo site: www.poesialivre.com.br

Realização: Vivara Editora Nacional

Apoio Cultural: Revista Universidade