Aves estão desaparecendo na região… Alerta ambientalista.

Foto Focado em Você

Bastante abundante na região da Bacia do Rio Paramirim, esta espécie de ave vem desaparecendo gradualmente em nossa região. Segundo depoimentos de agricultores e pessoas que residem em zona rural ou em áreas de baixa densidade populacional, vem notando a ausência destes pássaros. Mesmo na cidade onde eram constantemente vistos, já não se ouve o seu cantar, levando a crer, que, elas estão desaparecendo em toda região, a duvida é se estão migrando, devido à seca prolongada nos últimos anos, que levou a escassez de água e alimentos, os desmatamentos e queimadas, ou por uso indevido de atóxicos, que além de prejudicá-los, contaminam suas presas, as tornam inadequadas ao consumo, além de erradicá-las por completo.

Ficha do Bicho:

Anu Preto

Nome científico significa: do (grego) krotön = carrapato; e -phagos, phagein = comer; crotophaga = comedor de carrapatos; e do (tupi) ani, anim = nome indígena tupi usado para designar um pássaro social.  Pássaro social comedor de carrapatos

Corpo franzino, mede entre 35 e 36 centímetros de comprimento e pesa entre 76 e 222 gramas de peso (Payne & Kirwan in HBW, 2016), sendo que as fêmeas da espécie apresentam peso menor que os machos.
Sua coloração é preto uniforme, possui um bico alto, forte e curto que apresenta cúlmen na mesma coloração do bico. Cauda longa e graduada.
Apesar de formar casais, vive sempre em bandos, ocupando territórios coletivos durante todo o ano. É ave extremamente sociável.

É essencialmente carnívoro, comendo gafanhotos, percevejos, aranhas, miriápodes etc. Preda também lagartas peludas e urticantes, lagartixas e camundongos. Pesca na água rasa, e periodicamente come frutas, bagas, coquinhos e sementes, sobretudo na época seca, quando há escassez de artrópodes. Alimenta-se sobretudo de ortópteros (gafanhotos), que apanha acompanhando o gado.

Os ovos das fêmeas do anu-preto perfazem 14% do peso de seu corpo. São de cor azul-esverdeada, cobertos por uma crosta calcária, raspada sucessivamente pelo processo de virá-los durante a incubação. O anu-preto costuma trazer comida quando visita a fêmea no ninho. O macho dança em torno da fêmea, no solo. As fêmeas, embora possuam ninhos individuais, se associam mais frequentemente a um ou dois casais do seu bando para construir ninho coletivo, pôr ovos e criar a prole juntas, tendo a cooperação de machos e filhotes crescidos de posturas anteriores. Seus ninhos são grandes e profundos. Pode acontecer de um ninho ser ocupado por 6 ou 10 aves, e conter 10, 20 e até mais ovos. A postura de uma fêmea é calculada em 4 a 7 ovos. A incubação é curta, durando de 13 a 16 dias, sendo criados com sucesso meia dúzia de filhotes por vez.

Fonte: https://www.wikiaves.com.br/wiki/anu-preto

Diante disto, está sendo observado também na região, que houve um aumento considerável da população de insetos, principalmente de uma espécie conhecida como “Bicho-Pau”, que vem acabando com lavouras e plantações em geral, este pequeno inseto vem se reproduzindo rapidamente, causando grandes prejuízos. Levando-nos a acreditar, que, o desaparecimento do Anu-Preto, está diretamente ligado ao sucesso reprodutivo deste pequeno inseto, pois, faz parte de sua grade alimentar.

Ficha do Bicho:

Bicho-pau é o nome comum dado aos insetos da ordem Phasmatodea, também denominada Phasmida, Phasmatoptera ou Phasmodea, que mimetizam pedaços de madeira ou gravetos. Existem 13 famílias, 523 gêneros e 2.822 espécies de bichos-pau, sendo 591 encontradas na América do Sul. Wikipédia

Nome científicoPhasmatodea

Classificação superiorExopterygota

ClassificaçãoOrdem

ClasseInsecta

ReinoAnimalia

FiloArthropoda

Classificações inferiores

Fonte: https://www.google.com/search?source=hp&ei=bL0XXbqIN7LA5OUPyPaO6Ac&q=bicho+pau+&oq=bicho+pau+&gs_l=psy-ab.3…0.0..72…0.0..0.0.0…….0……gws-wiz.DrDqXJZ1tiY

O Anu-Preto era sempre visto em bandos, em companhia do gado em pastos, onde levaram a fama de comedores de carrapatos, mas, sabe-se, que esta espécie é “Onívora” (animais que comem de tudo), e essencialmente Carnívora, não só comem carrapatos como reza a lenda.

A diminuição de qualquer espécie, leva ao crescimento de outras, todo o globo está conectado, todas as vidas estão unidas. Uma vez, ocorrendo à ausência do predador, a tendência é que, outras espécies predadas se multipliquem desordenadamente.

Devemos estar sempre atentos as nossas ações. Tendo culpa ou não, estamos diante de uma grande perda. Devemos nos policiar, para que não aconteça com outras espécies, empobrecendo tanto a Fauna, quanto a Flora da região, faço este alerta, para que, juntos lutemos para que esta incrível ave, não desapareça da nossa Caatinga.

Depoimentos colhidos entre: 1°/05/2019 a 29/062019.

Texto:

Jobijander Pinto da Purificação

Gestor Ambiental

Graduado: Direito Ambiental

 

Fontes: https://www.wikiaves.com.br/wiki/anu-preto

https://www.google.com/search?source=hp&ei=bL0XXbqIN7LA5OUPyPaO6Ac&q=bicho+pau+&oq=bicho+pau+&gs_l=psy-ab.3…0.0..72…0.0..0.0.0…….0……gws-wiz.DrDqXJZ1tiY

 

 


Os comentários estão fechados.