9×4: Câmara não autoriza município a tomar R$ 16 mi. Vereador diz que tem R$ 10 mi na conta. Pra que endividar?

O Projeto de Lei 183/2022, de autoria do Executivo, que dispõe sobre tomada de empréstimo junto a Caixa Econômica, na bagatela de R$ 16 milhões com o fim de edificar um centro administrativo, foi rejeitado por 9 vereadores, tendo apenas 4 a favor! No discurso do vereador Marcelo Nogueira (PMDB), afirma que o município não tem necessidade de tomar tal empréstimo, endividando assim o erário sem necessidade, o qual tem como garantia os repasses do FPM (Fundo de Participação dos Municípios). Diz Nogueira em seu discurso, que o prefeito “anda batendo no peito por ai, dizendo que tem em conta 10, 12 milhões de Reais”, complementa: …”Pra que então tomar dinheiro emprestado? Porque não usa estes recursos? Ou então, use a emenda parlamentar do asfalto que iria ser feito do Açude a Cristais, este que, agora,  será feito pelo Governo do Estado”… E finaliza dizendo: …” A Prefeitura de Macaúbas já tem sede própria, a Câmara também”, eu acho que não é hora para endividar o município e sacrificar o FPM”. 

Precisamos conversar!…

Com mais esta derrota na Câmara, o município fica impedido de tomar tal empréstimo, segundo alguns vereadores, o ideal é que o Prefeito use recursos oriundos de Emendas Parlamentares, recursos estes que não têm custos, não onerando o município e sacrificando ainda mais as poucas verbas que recebe!

A redação do blog não consegui manter contato com a Prefeitura para que ela se posicione diante do exposto. No entanto, espaço fica aberto através do e-mail: [email protected]


Os comentários estão fechados.